Vazio


Imagem:Google
Eu estou aqui. 
Sozinho.
Com meus pensamentos e sentimentos.
 Sentindo a sua falta.
  A cada dia que passa.
No todo, o tudo do nada.
Não consigo fazer mais nada.
 Você era quem me guiava. 
Me ajudava.
Não sei o que eu faço.
Fingir querer e não resolver
Fico andando pela casa toda. 
De um lado para outro.
Olho a cama imensa.
 Sinto o vazio de sua ausência.
Fico pensando nos momentos
 Que passamos juntos.
Começo de tudo.
 Quando te vi 
 No alto da colina. 
No trecho estreito. 
Na espreita.
Era tarde da noite. 
A iluminação 
Somente uma lua suave.
Mãos dadas. 
Juras de amor.
 Eterno.
 No criado mudo.
 O retrato mudo.
Silêncio em tudo.
Silêncio absurdo.
Tudo se tornou inútil.
 Como a luz durante o dia.
Não sobra nada
Quer queira ou não queira
Você tinha me prometido.
Não ir  embora. 
Antes de mim.
Doença presente. 
Eminente.
 Morte iminente.
Lágrimas ainda escorrem. 
Quando o vento traz 
O cheiro de sua morte.

 Onde você estiver. 
Me espere. 

Quero fazer
 Do nosso Amor na Terra...
Rascunho... 
De uma História
 Com final Feliz.
 Que terminou
 Cedo demais.

Autor:FelisJunior

"Sentimento poético"  
                  up

Comentários

  1. Oi ser (in) Feliz...heheehe! Tempão que não vinha aqui, mas fiquei muito doente, não queria saber do mundo, de gente, mas agora estou ótima. Visitando todos os seguidores de novo e feliz. Triste, mas lindo poema! Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Melancólicas palavras.

    Gostei.

    Muitas vezes, na nossa solidão, podemos reflectir e lembrar o que passou.

    Bom domingo.

    ResponderExcluir
  3. Triste porém revelando a beleza de um amor verdadeiro. Muita paz neste lindo domingo de abril.
    beijinhos de luz...

    ResponderExcluir
  4. ÓLA AMIGO FELISBERTO UM LINDO POEMA
    TRISTE MAS REVELANDO A BELEZA DO AMOR E A SAUDADE DE UM AMOR AUSENTE PARABENS AMIGO ADOREI SEUS VERSOS
    UM ABRIL MAIS FELIZ MAIS ALEGRE PARA VOCE COM CARINHO MARLENE

    ResponderExcluir
  5. Bom Dia!!"...Mas quem disse que eu te abandonei? Estou aqui, mas espirito do que carne, mas estou!
    Prometi que ia ficar te protegendo... aqui estou! Jamais deixarei voce tão só. Toda vez que sentires saudade, olhe para a Lua. Ela vive aqui, de frente a minha janela...Saberei que teus olhos estarão a me olhar e eu, estarei ai, do seu ladinho, sempre cuidando de ti! Voce sabe muito bem
    que Anjos nunca abandonam seus protegidos...Estou aqui, sua AMIGA ANJA!"
    Bjinhos Dominicais!
    Fique bem, pois estou bem!
    Fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  6. Impossível não falar da beleza do seu poema, embora triste. A morte ainda é um mistério longe de ser aceito pelo ser humano. Não quero nem imaginar a possibilidade da morte de quem amo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Meu amigo poeta!!
    Uma amiga minha, que você deve saber bem, disse uma vez em seu texto,que todo poeta é um "fingidor", mas na verdade somos além disso, condutores daquilo que a nossa alma sente e também, se ressente.
    Amar para o poeta, é como tentar achar as estrelas certas do céu para iluminar o jardim de um certo alguém na terra.
    Poema de essência em dor adormecida e de pranto em reminiscências guardadas dentro de sua alma.
    Um ótimo domingo meu querido poeta!
    Um abraço,
    Rubi.

    ResponderExcluir
  8. Felis este poema está bem profundo,qdo lemos pensamos que foi abandono voluntário mas não...o final adorei.Bjos!!!Vou compartilhar no Fb.

    ResponderExcluir
  9. Felis, é um poema triste, mas não senti tanta emoção nas palavras como de costume.


    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Muitas vezes a solidão é boa conselheira...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Todas as perdas são sentidas por nós, mas, a dor da perda para a morte esta não tem fim..porque se a pessoa aida está viva até pensamos e nos iludimos que um dia, talvez, possamos reconquistá-la..mas com a morte tudo acaba ali. Bonito !! Uma boa semana para você meu amigo, beijos no teu coração. Suzana.

    ResponderExcluir
  12. Um poema triste,mas tem conteúdo
    gostei achei bonito e bem profundo
    Um bom final de domingo de alegria pra vc..abraços com carinho!!

    ResponderExcluir
  13. Gostei de suas palavras e emoção. Me emocionei. Alguém foi embora da minha vida cedo demais. Beijos

    ResponderExcluir
  14. Gostei de suas palavras e emoção. Me emocionei. Alguém foi embora da minha vida cedo demais. Beijos

    ResponderExcluir
  15. O desfecho me surpreendeu.
    Não pude compreender que o vazio da ausência seria por um luto, mas sim, por uma separação comum como ocorre com diversos casais.
    Deve ser terrível perder pela morte uma pessoa amada, se amigos já é foda...
    Muitos parabéns pelo poema. Seus poemas não me fazem parecer um retardado ao comentar, são compreensíveis.
    E estou melhor sim, obrigado por perguntar. Já tirei a tala e estou fazendo fisioterapia, para digitar, uso um semi-imobilizador. Digo semi porque não imobiliza totalmente como a tala, ele é fechado com velcro, então dá pra retirar e colocar a hora que eu quiser.
    Bom domingo parceiro!

    ResponderExcluir
  16. Vim deixar bjusssss carinhosos. So tem uma coisinha o que sao essas duas letrinhas la no final do post. Ai! Boa segunda-feira.

    ResponderExcluir
  17. Oi Felisberto!
    Bom dia! Curtindo o domingo?
    Bom pode ser né..mas é sempre bom nos movimentarmos como vc disse estagnar é algo terrível..ando meio assim nas minhas obras literárias tenho de mudar imediatamente1
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Somente quem vê o amor partir, através da morte, poderá sentir na pele a dor do adeus...

    Como um poeta nem sempre escreve histórias pessoais, porque seu coração é vasto canteiro de obras,que capta no ar, rastros de sorrisos e lágrimas,os dramas, as dores alheias, as aflições, bem como as paixões, os tesões, não vou ficar triste, apesar de que , o poema é nostálgico...

    Mas o amor pode muita coisa, pode tudo, é capaz até de fazer o que a Natureza é mestra.

    Beijos e abraços, meu querido poeta Felis!

    ResponderExcluir
  19. Olá fofinho
    Que poema lindo como sempre, quase chorei, quanta emoção,qualquer separação da pessoa amada é difícil, mas esse tipo de separação, ao meu ver é o pior tipo, não me vejo sem o meu marido ao meu lado, ele é o meu tudo neste mundo.
    Bjão e um ótimo final de domingo
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ola Felis!
    que belo poema hoje hein?
    Olhei para o criado mudo (pertinho aqui do meu note), olhei os porta-retratos e o silêncio foi assustador, assim como no seu poema.

    Abraços, Flávio.

    ResponderExcluir
  21. Felis vc consegue transcrever todo sentimento puro .Lindo,lindo triste e belo
    uma semana de muita paz
    bjs

    ResponderExcluir
  22. OI Felis!
    Ah, esse poema me deixou triste.
    A solidão é triste.
    Vc tem o dom de conseguir transmitir todo seu sentimento as palavras ne?
    Que sua semana seja Felis!
    Beijos grandes de Canela

    ResponderExcluir
  23. Maravillosa entrada, un placer leerte!
    Muchos abrazos.

    ResponderExcluir
  24. Ola Felis,

    O vazio que fica
    de quem ja partiu só
    é preenchido pelo amor
    que um dia existiu.

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Olá querido! Às vezes precisamos ficar um pouco só, na nossa própria companhia, para nos conhecermos mais. Adorei suas palavras, tocam a alma.
    Grande beijo e abençoada semana!
    Lorena Viana
    pequena-prendiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. OI amigo, sim foto nova, pensei em mudar um pouquinho pra vcs não enjoarem de mim... rsrsrsrsrsrsrssrs
    Boa semana!
    Beijos grandes de Canela

    ResponderExcluir
  27. Triste poema, mas cheio de sentimentos! (In)felizmente as pessoas têm seu próprio tempo na terra e nem sempre partem juntas. Cabe a quem fica continuar a viver da melhor maneira possível e ansiar por um reencontro.

    Meu carinho!
    http://pequenocaminho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Mais um poema triste mas que exala o amor que ele sente pelo outro e isso que faz do amor uma coisa bela e bonita pq nos amamos simplesmente pq a pessoa nos cativou e damos amor sem mesmo esperar receber amor de volta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário