Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Nada adianta

Imagem
E tem ciúmes, como tem ciúmes. Tem ciúmes e implica com tudo que faço.  Tem ciúmes do tempo que  passo com os amigos e amigas.
Condiciona o amor às necessidades neuróticas e quase acaba com ele.
E às vezes decide ficar sem falar por um longo intervalo de tempo. Decora todos os meus sorrisos, os meus caminhos, as minhas vontades, só para poder tentar me entender e controlar meu mundo inteiro com um piscar de olhos. Nada adianta. Sei uma coisa ou outra a respeito de ter uma pessoa assim. Então, só me faz um favor.  Quando você tiver ciúmes, querer brigar e discutir, me chama.
No céu estrelado Onde sempre soube Que você existia Do alto do meu amor Vou  te fazer sorrir.
[ Repaginada, Ficção, qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência... ou não!]

Alvo errado

Imagem
Eu e Amanda estávamos no metrô, sentados próximos a um moço que parecia ter bebido  além da conta. 
O que não achei natural já que eram apenas sete horas da manhã.
Sua camisa estava manchada de batom vermelho, o nó da gravata desapertado e uma garrafa de gim pela metade sobressaindo do bolso do seu paletó. 

Depois de ler as mensagens de seu celular, Amanda observou de esguelha  o moço  e após alguns minutos, volta-se para mim e pergunta:
- Diga-me, Fe, o que será que causa artrite?

 Como o  moço estava nos escutando, aproveitei para lhe dar  uma  indireta: 
- Escutar conversa alheia , ter uma vida  infeliz, passar a noite em claro na boêmia, muitas  mulheres de vida fácil, muito álcool e pouca fé  aumentam a chance de contrair  qualquer tipo de doença. 
- Puxa vida... - disse Amanda - estou desconsolada.

 Arrependido de ter dito isto  para Amanda e por ela ter sido o alvo errado da indireta, comecei a desculpar-me:
- Eu sinto muito, minha linda Amanda... não queria ser grosseiro com você... há…

Eu escrevo, Amo - te!

Imagem
Cheguei na porta. 
Ganhei um sorriso. 
E um abraço. 
Me olhou fundo nos meus olhos.
Notou as gotas de suor que seguiam caindo. 
 Olhou para baixo e as minhas mãos nervosas esfregavam-se uma na outra. 
Meus lábios apertados, rosto franzido, expressão pálida. 
Me disse que o amor pode tudo. 
Mas implica alguma coragem...

Fechei a porta do quarto.
 Sentei no assoalho .
Olhei para o vazio do teto branco. 
Pensei nas suas  palavras que tem tanto de mim, que  mexem em algo tão pessoal que se eu abrir a boca para falar sobre elas, estarei falando sobre você também...

Sei que nos vincos de minha face não estarão tatuadas expressões de alegrias que tivera contigo, mas sem teus olhos, a coragem de trazer poesia aos meus dias. 
Tingir com  amor as minhas palavras.
 Escrever todas as frases engasgadas que não puderam ser ditas e que iriam se esfumar com o passar do tempo.
No fim de contas, não tenho nada mais a não ser uma caneta e um papel à mão para que eu possa tentar expressar todos os meus sentimentos. 

E aq…

Volta por cima

Imagem
Nem sempre estou radiante e, assim, fico com um estado mais soturno.  Perco até a capacidade de pensar e sinto imensa tristeza.
Contudo nesse tempo de despreparo, com uma linda e simples voz me deparo, é a luz do sol que irradia, a esperança que não mais existia, asas que não imaginava mais crescer.  
♮Quando a tristeza instalar-se em teu peito, enlaçando-te com os nós da inquietude, fecha os teus olhos e faz-me de mim , seu colo, seu ninho, cama para teu sossego. Faz-me de latíbulo para os teus anseios. Abriga se no meu espaço. Durma no meu abraço.  Flutua em sonhos. Deixa o mundo inteiro girar. E quando não há mais nada a ser feito,  permitas apenas estar e ficar na companhia do meu coração.♮  
Momento de apoio e colo , que me faz entender que chegou a hora de jogar fora todo o peso da tristeza e dar a volta por cima. [ qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência... ou não!]

Lua em silêncio

Imagem
Quando percebo que não estou flutuando nas brancas nuvens e a emoção perde o sentido,
dou tempo ao tempo para definitivamente tudo ficar bem.
Ou tenso, tento, vira e mexe, ponta da caneta aqui ou ali.

Contudo quando se é nada , nada muda!
Melhor deixar assim, sem letras, sem cor e ir. 

É... ir.

Para onde vai? - Haverá quem possa perguntar-me.
Não sei, digo.
Estou refém da dúvida, do papel em branco, 
da  razão.

Mesmo assim,  sim, eu irei  e saberei como voltar.
Mas peço que nunca perca de vista a minha existência . 

Quem sabe olhando a lua em silêncio encontre a réstia de inspiração que faz bater o coração ,  alimentar a mente ebailar das letras coloridas .
Quem sabe   olhando a lua em silêncio  adormeça embalado pela poesia   brotada  suavemente como um suspiro  dos meus dedos.

Kilida Hamigha Vera Lúcia Duarte no G+ :
["Sugestão: pesquise imagens que lhe tocam. Flutue nelas. Elas podem lhe trazer belas inspirações..."]
[... Ficção"qualquer semelhança com fatos ou pessoas é …

Uma distração

Imagem
Devo ter passado por uns cinco congestionamentos.
Menos-mal que ganhei o ingresso, pois cheguei cansado e sem  ânimo  até para encarar a fila  da pipoca e refrigerante. Sentei no primeiro lugar que vi, mas segundos depois um moço chegou e disse que a poltrona era  dele, fiquei tipo WHAT ? 
E tinha mais essa... a poltrona era numerada! 
Saí e logo encontrei a minha, onde   à frente estava um senhor que resmungava cada vez que o celular - dele mesmo - tocava, fiquei tipo THAT? Sentados à  esquerda, um  casal que não parava de conversar e à direita outro casal  que não parava de se beijar.
 E para completar, sentado na poltrona atrás de mim,  tinha aquele moço com as pernas na poltrona da frente, que era justamente a minha,  um braço a ocupar a poltrona do lado, o outro braço a outra poltrona, a cabeça para trás, a pipoca no chão, fiquei tipo WT#@$%?
Quando eu já estava refastelado na  poltrona, suspirando cada vez que a diva Sonia Braga entrava em cena, comecei a ouvir uma discussão entre um, …

Sorriso no sussurro

Imagem
Olhei no meu relógio! Amanda ficara de chegar às 16 horas em ponto. Do ponto de vista dela.
Sempre atrasada, Amanda abria um sorriso no sussurro e isso fazia efeito em mim.  Não é que não me importava, é só que não havia nada que eu poderia fazer ...

Nem queria falar mais sobre seus atrasos.  Insistia que nada tinha de problema,  sempre permanecia calado, mas terminava ouvindo as suas desculpas. Quem vai dizer que aquela queda que deu no meio da rua e levantou sua saia e todo mundo riu, não poderia ser a causa do atraso? Às vezes, o óbvio da explicação era de uma forma tão inocente, que se tornava a mais pura desordem da verdade. Saltava de um fato ao outro e a sua inocência, sempre simultaneamente com um sorriso no sussurro , me desarmava por completo e não me deixava opções senão acreditar. 

Dueto, I e II

Imagem
Abraçado ao meu travesseiro,  acordei do sonho, o que me fez calar.  Esperei por um beijo e um abraço,  em vão, regressei a mim.   Na noite que fica , fim não se explica. Apenas um bilhete me deixou , palavras poucas, branco demais.   Mais sonhador que o errado , rasgarei este bilhete , esperarei você... II  Não me espere! 
Menos sonhadora que a errada, com um papel e uma caneta, e ainda um branco vazio, a minha mão se desprendeu, escrevi o lado triste, para poder viver feliz com o que me sobrou.  Vou viver, caindo e sofrendo.  Escondendo meus sentimentos eapanhando de meu próprio coração...



Confessionário moderno

Imagem
Betinho era um padre com ideias modernas. Assumiu a paróquia de uma cidadezinha e implantou todo o sistema de computação.  Colocou computadores no confessionário, no altar, na sacristia.  Em todo lugar, havia um computador. 

O café da manhã

Imagem
O dia já estava nascendo, quase seis da manhã.  Uma das poucas - ou será muitas?- vezes que volto tarde - ou será cedo? - para casa.  Com aquela cara de que a noite foi boa, o cabelo bagunçado, a roupa amassada, tiro os sapatos antes de entrar, subo sem fazer um barulho, retiro a roupa no banheiro e entro no quarto bem devagarinho, mas mesmo assim Amanda acorda: — Vai, Fe, pode começar a falar!  Agora eu quero ver você me dar um, pelo menos um motivo pra chegar as seis da manhã em casa! Eu respondo, sem pensar duas vezes: — Ué, o café da manhã, oras!
(ړײ Essa foi apenas uma  desculpa esfarrapada, de quem foi pego no flagra!
 Porém, contudo, entretanto, o café da manhã é essencial para começar o dia, pois é ele que  dá energia para o  corpo e mente;  o combustível que se  precisa para enfrentar  o dia a dia. 
- ou  não pensa assim?-
[E o seu café da manhã?]
ײ