Drumundana


Olá! Vocês, com certeza, leram e releram José, de Carlos Drummond de Andrade, que começava assim: E agora, José? mas... E agora...Maria?
Drumundana

E agora, Maria?
 O amor acabou
 a filha casou 
o filho mudou
 teu homem foi pra vida 
que tudo cria a fantasia 
que você sonhou
 apagou à luz do dia.
 E agora Maria?
 vai com as outras 
vai viver com a hipocondria. 

Alice Ruiz
Poetisa/Tradutora
Brasil ( Curitiba Pr- 1946 )

Comentários

  1. Muito bom!!! bom mesmo.
    "Drumundana" não conhecia. Excelente jogo de palavras.
    Tenha um bom domingo e uma semana de muita luz.
    Beijnhos

    ResponderExcluir
  2. Oi meu amigo, ficou muito bom o slide de selinhos, parabéns, diferentes de outros slides! beijos e boa semana para ti!

    ResponderExcluir
  3. Saudade de vir aqui degustar seus posts, minha net ta se fazendo de difícil esses dias (rsrs)

    Muito massa o poema, mais um que não conhecia..
    um beijão, júnior..
    Toda felicidade a ti..

    P.s. Vc já patentiou algo que escreveu??

    ResponderExcluir
  4. Eu envio o convite mas acho que não chega aí.. Tem como vc me add aí: juliana_ue@hotmail.com
    fico grata..

    ResponderExcluir

Postar um comentário