Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Estou de volta

Imagem
(...) saí sem fazer alarde e, dessa vez, não precisei nem acender a luz, apenas deixei o quarto cheio do meu cheiro.
Chovia, estava frio, mas mesmo assim vesti uma roupa quente e saí naquela hora.
Fi-lo sem hesitar. Experimentei mudar de rotina, pois confio no improviso e na casualidade.
Segui esperançoso.Abrindo espaço para lembranças novas.

Sei que em muitas horas nessa reta ficava tentando decifrar o que estava sentindo. 
  E resolvi contar a verdade só um pouco. Para mim mesmo. Nem precisei espalhar para o resto do mundo. 

۶"O tempo está passando, não deixe ela ir!” minha mente
sussurrava.
Então eu fui, fui atrás e tudo o que eu fiz foi em vão.
O tempo tinha passado, já a tinha deixado ir e a distância que tanto provoquei , veio bater na minha porta e tornou-se minha companheira.
Mas a vida continua e só preciso acreditar que os erros nos fazem acertar. 
Se errei foi porque acreditei que nem só de amor se vive uma relação .۶

Respirei fundo , me senti feliz por dentro, pois  consegui ent…

Algumas de minhas pendências.

Imagem
A postagem ficou longa.  Voltem quantas vezes forem necessárias para visitarem os Links.  Só trocarei de postagem dia 01/Dezembro/13.  Estarei em OfFelis, mas me comprometo à   retribuir as visitas , todas, normalmente! Medo de amar Quando um olhar doce de mulher Me fixa com afinco, algo sinto Um anjo, uma flor de malmequer Porém, pode haver receio de avançar Espera-se o enleio de quem nos quer A mulher para mim prefigura uma flor É assim que vejo florir a ternura Da ternura resultará o amor Um grande amor o coração encanta Desse encantamento virá ardor Não se deve ter medo de amar Ter esse devaneio sem receio No amor solta-se a liberdade Ele, o amor, é divino Que haja sempre intimidade Deleitemo-nos Com o amor de lealdade Encha-se o espírito de sofreguidão Enfim, se peque sem maldade O que foi pecado, sendo recatado Passou a um acto de humanidade
Daniel Costa Poesia extraída do livro
 “Encontros de poesia Luso Brasileira" Autores: Daniel Costa e Ma Socorro  Papiro Editora – Porto 2012, pág. 244. ◑ Conheça o Blo…

Eu escrevo, Te amo!

Imagem
(...)foi em silêncio que fomos construindo uma certa cumplicidade...  ...lembrei-me do presente e fui naquela bomboniére.  Mandei preparar uma cesta enfeitada com laços vermelhos, recheada de chocolates finos.  Cheguei na porta, ganhei um sorriso. E um abraço.  Me olhou fundo nos meus olhos. Notou as gotas de suor que seguiam caindo. Olhou para baixo, e as minhas mãos ,nervosas, esfregavam-se uma na outra. Meus lábios apertados, rosto franzido, expressão pálida. Me disse que o amor pode tudo. Mas implica alguma coragem...
De volta para casa depois, fechei a porta do quarto, acendi a luz. 
Sentado no assoalho de casa, olhando para o vazio do teto branco.  Pensando naquelas palavras que tem tanto de mim, que parece que as palavras mexem em algo tão pessoal que, se eu abrir a boca para falar sobre eles, estarei falando sobre você também. Sem teus olhos, com certeza manterei minha decisão, pois não tenho nada mais a não ser uma caneta e um papel à mão para que eu possa tentar expressar todos os me…

Em algum lugar

Imagem
(...) estava concluindo meu Ensino Médio.  Lembro com saudades daquele período e também tenho saudades daquela turma de colegas e amigos.  Mesmo sentando sempre na primeira fila, me entrosava bem com a turma do fundo.  E nessa turma havia um que me impressionava, mesmo sem  ter muito contato pessoal. Podia assegurar que ele tinha um dom ímpar e divino. Ele escrevia de tudo. Eu via aquela mão fazendo escritos que pareciam livros. Escrevia belas poesias nos intervalos das aulas, à pedidos, e em troca,   sempre recebia algo para comprar seu lanche. 
Ele chegava sempre muito sujo, com fome e sem material, e por essa razão sofria muito com a arrogância preconceituosa de alguns outros colegas .Também, não era um aluno muito assíduo e assim, nunca sabíamos se iria voltar no dia seguinte. Por isso, dias se passaram sem que ninguém da escola soubessem de nada. Apenas acharam estranho o seu desaparecimento. À ser reprovado por faltas , a professora pediu - me para avisá lo. 
Ele morava alguns quarteirõ…

Dois em um

Imagem
A manhã que estava raiando parecia uma pintura. 
Cores diversas e o perfume do jasmim que vinha do jardim. 
Me olhou com doçura. Me abraçou.Me deu um beijo. 
E eu fechei os olhos... 

Em instantes, não sei se o sonho tinha sido antes ou depois de acordar. 
O que pareceria um desvario que beira a loucura, em silêncio me soa como um devaneio efêmero. 
Ou, pelo menos, se não fosse assim não terminaria numa cama de quarto vazio de som, lençóis sem manchas e um amor que está , mas é ausente. 

E a sensação de realidade que marca o que separa os dois mundos, fica procurando refúgio na esperança de que sua presença é a única que eu quero sentir por perto. 

E assim, vou me distanciando de mim mesmo, onde 
cada sentimento precisa ser justificado ou então não teria motivos para aceitá-lo.
Tentando conduzir a vida da maneira que decido ser a melhor para mim.

É assim que me transformo em dois.  
Definitivamente dois. 
Dois em um. 
Nem um, nem outro, saberá da existência do outro, nem do um.
De olhos abertos...
 Im…

O pai solteiro de Bianca

Imagem
-Pai! Quer ver a foto de meu namorado?
Difícil estudar, difícil trabalhar e os filhos , por mais que se tente, fogem do controle.  E por mais que eu me esforce , ainda tenho uma filha que entende que receber conselhos parece algo ultrapassado.  E não deixo de dar razão à ela , porque isso só poderia acontecer, dar conselhos , se todas as nossas experiências fossem mais compartilhadas.
-Como assim? Você só tem treze anos e já está namorando?Não sabia disso!
Voltei então a me sentar e trabalhei até a manhã, preparando meu próximo relatório de trabalho. Nenhuma dúvida em relação à Bianca. Não e não! -eu pensava.
O café da manhã foi silencioso.  Parecia que tinha dado a ordem para ela ignorar e esquecer aquilo que parecia um princípio de diálogo, ainda que certamente nenhum de nós dois pudesse pensar em outra coisa.
Comecei a me lembrar de quando Bianca nasceu.  Estava prestando serviços militares quando recebi a notícia.  Casei logo à seguir.  Não estávamos preparados e as dificuldades foram muitas.  …

Um abraço

Imagem
Uma manhã, quando saímos para uma caminhada, a chuva nos surpreendeu.Nenhum lugar por perto para escondermos da chuva.

Por um instante parei no meio da rua . Fiquei imóvel por algum tempo , apenas os pingos mais fortes da chuva rolando pelo meu rosto...

Sentindo meu coração batendo forte no peito ,ela me deu um abraço.
Em uma manhã de chuva forte, ela me deu um abraço.
Algo tão simples, mas tão excelso para quem o recebe...
Um abraço.
É entregar toda a nossa fragilidade e medo .É equilibrar o calor dos corpos.
Não há tempo melhor, não há lugar mais seguro, não há caminho mais claro que o abraço...

Me deu o abraço e não precisei de mais nada. Sentindo a chuva no rosto, com as roupas encharcadas e pesadas.
Nada mais importava.
Mais nada além do abraço.
No final de tudo, eu só queria um abraço. Sentir-me acolhido.
Por fora. Por dentro.
Um gesto de carinho, de respeito, de aconchego, um gesto de ternura e amizade...  amor...  ◑    Foi lendo essa bela postagem ClickAki que me inspirei à escr…

Não quero mais

Imagem
Os sentimentos são um grande mistério para mim.   De simples pode ter tudo. Ou nada.  E a necessidade de  reciprocidade é muito exigente.  Ser amado é um desejo  e  dói não ser amado como  queremos.
 Temos a impressão de que nunca vamos encontrar alguém com a mesma intensidade e que possa viver esses  momentos, intensos, ao nosso lado...    ☋  Esqueça a quanto tempo, estamos aqui, sem saber o que dizer, pois quando o Sol, invadiu a minha vista, impedindo me de te ver, queria mais uma vez, mergulhar em palavras que ecoam , o bastante, para você compreender, o que meus olhos dizem, para te fazer entender...
Somos dois mundos diferentes , que por vezes se encontram no mesmo lugar, sonhos mais altos , do que um dia eu possa alcançar. 
Fica com o teu mundo , eu ficarei com o meu , talvez um dia , voltaremos a nos encontrar , e eu posso até começar a acertar.
Não quero mais saber,não quero mais ser, não quero mais dizer.
Se não compreendeu, não sou eu, quem vai fazer, você entender...
Hoje eu sou assi…

Gentileza gera gentileza Página 4

Imagem

Solidão

Imagem
No horizonte  se misturam o azul do mar com o céu negro e na Lua o reflexo de minha solidão.
Solidão que  invade o ar leve da paz do meu coração.
 Coração transbordante de emoção.
Emoção que estremece minha alma.
 Alma calada pelo adeus.
Adeus que derramaram lágrimas.
Lágrimas  de algo que não é mais meu.
 Não é mais meu quando aparece a saudade.
 Saudade calada ante o fim.
Fim que se torna angústia.
 Angústia que faz meu coração sangrar.
Sangrar  e dilacerar em tristeza.
Tristeza presente na minha solidão.

Solidão e você.
 Sem cor. Sem cheiro. Sem toque. 

 Não importa.
Não quero mais.
Secarei minhas lágrimas.
Lágrimas que me impediam de  ver claramente o horizonte.
   Horizonte  onde  se misturam o azul do mar com o Sol salpicado de ouro  e o reflexo de um novo dia...
◑ (...) é uma Repostagem.
Agora, devidamente Registrada , como de minha autoria.
Não queria entrar nesse assunto...mas...
(...) quanto mais a Blogosfera cresce, mais plagiadores e *kibadores aparecem.
Sempre tenho o cuidado de verifica…

Todo o meu amor

Imagem
Feito um menino excitado, abro um sorriso , minha cabeça gira sem parar.
Preso a ti, num desejo sem fim, sinto-me ardente, um corpo quente,uma boca que não me canso de beijar.

Sou teu homem, sou teu menino.
Tu és minha loucura,minha paixão.
Faz de mim o que quiser...

Um toque do seu jeito, um abraço, um beijo …
O meu coração...
E todo o meu amor...

Imagens:Google
 03, 04 e 05/Novembro/2013