Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

Minha vida não foi só poesia, parte 3

Imagem
[ parte 2 ]...e o que iremos fazer para a obtenção de nossos sonhos e objetivos...  ...é muito difícil, principalmente  quando ainda jovem, dar o próximo passo na vida acadêmica. São inúmeras alternativas e optar por apenas uma delas é muito complicado, mas , 'd o alto' dos meus 14 anos,   já tinha  decidido fazer o Curso Técnico em Edificações integrado ao Ensino Médio , o pontapé inicial para o meu grande sonho , a Engenharia Civil... bem,  tinha ainda  mais alguns anos para realizar este sonho, por isso,  naquele momento, a minha maior preocupação era deixar de  ser o único da turma que  jogava futebol de campo com tênis.   Queria falar com a minha mãe, pedir dinheiro para comprar uma chuteira, mas   entendia que ainda  era  prudente  manter os 'pés no chão', mesmo que a  situação financeira da família estivesse   melhorando. Felizmente, tem sempre aquele , voluntariamente ou não,   que nos  ajuda  e nos faz crer que existe 'vento a favor' e tudo se

Minha vida não foi só poesia, parte 2

Imagem
[ parte 1 ]...tinha todo um processo para criar novos laços , de se enturmar em um ambiente novo e diferenciado... e a verdadeira amizade não se obriga, brota espontânea no coração, por isso  é preciso ter cuidado com alguns fatores e não querer acelerar nada...  ...crianças e adolescentes já têm muita curiosidade e uma vontade enorme de explorar e sentir até onde vão suas forças e seus limites. E se perdem quando insistem em satisfazer os outros  por baixa autoestima    ou têm necessidade de se sentirem mais maduros ou  procuram meios  para  impressionar... ... e foi nesta fase que vi muitos fazendo o primeiro contato com álcool ou drogas ...  recordo-me que, após uma reunião de trabalho escolar , todos na sala conversando, e um colega veio com diversas bebidas e um pacote...insistia para  beber e experimentar drogas  e eu fingindo que não era comigo.  Sabe , há alturas na vida em que nos deparamos com determinadas situações que nos abrem os olhos e nos mudam a for

Minha vida não foi só poesia, parte 1

Imagem
... mudar de cidade é o tipo de coisa que pode ser o paraíso ou o inferno.  A minha família saiu do interior do Paraná para a grande São Paulo, tentar a sorte.  Chegada; vazia de sorte, cheia de percalços.  Coisas da vida. Meu pai logo conseguiu um emprego de vigilante  em um Supermercado.   Lembro - me de minha mãe colocando feijão sem caldo  em sua  marmita e depois o vi saindo. Nem tive o 'privilégio' de me despedir dele.  Fui acordado de madrugada para ouvir  que, ao revidar uma tentativa de assalto, meu pai sofreu um ataque cardíaco e acabou falecendo.    Não quero escrever muito sobre isso por ora. ... Também não quero pensar nisso.  Mas o fato é que tudo ficou mais difícil .  Cada um da família trabalhava naquilo que conseguia e  podia.  De manhã, eu ajudava a minha mãe à vender revistas e gibis, sobras da banca de jornal que tínhamos na antiga cidade , em uma banca improvisada no chão e  sob os olhares austeros dos feirantes com bancas ofic

Caminhos e escolhas

Imagem
Se há uma coisa que é muito difícil é saber o momento de ir embora e tudo poder se transformar em uma feliz lembrança. Eu quis muito saber este momento antes que o drama aumentasse.  Antes de verter tristezas nos meus olhos e em cada lágrima um pouquinho de dor... Estou passando por aquele momento em que [blogar] parece ser uma missão hercúlea e sinto que todos os esforços envidados para reverter o quadro, não estão dando mais resultados.  Nada mais é prazeroso, tampouco excitante e emocionante ; um óbice ao interesse e à motivação.  Entretanto, é interessante notar que, tendemos a sempre querer expressar força e alegria em todas as situações, por isso, sinais não são tão perceptíveis para outras pessoas, -  apesar que um/a ou outro/a  só consegue ver as coisas sob o seu ponto de vista -  mas sinto lhes dizer, depois de quase 2.000 dias, mais de 21.000 visitas realizadas, mais de 20.000 postagens lidas e mais de 19.000 Comentários efetuados,  chegou a hora de parar de

2017, Esta sim, a primeira

Imagem
Sou um blogueiro bem resolvido, mas tenho um lado que leva as coisas muito a sério e não deixo de ser, e no que pese estar inserido em uma sociedade digital, onde a velocidade escraviza a qualidade, procuro entender as pessoas, e quando não as entendo, eu aceito, mas acima de todas as coisas, o respeito .  Não irei tecer maiores detalhes, mas  tecnicamente está será minha primeira postagem do ano, porque não pensei duas vezes em excluir a anterior,  por acreditar que aquela Postagem não tenha sido bem clara e nem  assaz interessante,  tendo em vista  tanto tangenciamento nos comentários. E era apenas um pedido para testar a minha Página de Erro. Bem, Culpar os outros é somente desculpa para si e como não se mede intenções,  também  não fiz questão de desprender esforço algum para que um monólogo vire diálogo. Enfim, Postagem deletada, Postagem nova e  Vida que segue.  Em seu curso intenso e profundo.  Sempre com a esperança de dias melhores!  。 Feliz 2

2017, A Primeira

Imagem
Vesti meu indefectível traje de início de ano, bermuda a zul , camiseta regata branca e  chinelos  com estampas em verde e amarelo  e fui ao centro da cidade, no meu velho e inseparável fusca vermelho .  Logo entrei em uma livraria e encontrei o livro [ Como resolver os seus problemas e ter um ano  bom].  Como ainda estava em dúvida, procurei o atendente. — Por favor, moço, quero resolver TODOS os meus problemas e ter um ano INTEIRO bom.  Este livro resolve ?  — TODOS os problemas , eu acho que não. Digamos que só a METADE dos seus problemas.  — Bom, se é assim, eu vou levar DOIS!  Culpa do pouco dinheiro , eu comprei só UM livro .  Comecei a folhear e li que início de ano é um momento oportuno para iniciar a formação de um novo ciclo. E, para isso, precisamos encerrar o ciclo anterior e, inclusive, abandonando O que não têm mais valor ou utilidade. Pois é, ao tentar deixar de lado aquilo que não se encaixa mais , resolvi começar aqui no blog.  E o p