Pensamentos


Tem sido sempre o mesmo...
Vem o silêncio
Nascem pensamentos

Os passos rápidos das lembranças
Assombram meus pensamentos
Mas eles  seguem sozinhos
 Onde perpassam 
  Fragmentos de história
 Que inventamos. 
 Ou fingimos deixar acontecer

 Mas um pensamento não é construído
 Pode ser a via dupla do arrependimento
E do nunca se arrepender 

Mesmo você não estando aqui
Peço-lhe para construir 
Um sentido nesta minha vida

Você sabe o que eu não sei e
 Não diz coisas que eu digo
Não precisava saber 
Coisas que eu não contei 

E eu não contei
Que você passa a existir pra mim
Quando  sacrifico a solidão
E  lembro de sua voz,
 Seu sorriso e de seus toques


   De alguma forma 
Eu existo também para você

Seu coração
 É que não reconhece...

Comentários

  1. Uma droga esses coraçoes marrentos que não ouvem a voz da paixão, da emoção... Mas deixa ela sentir a falta do dono desse coração tão apaixonado pra ver se ela não começa a ouvir melhor o que o coração dita!
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  2. Poema lindo, doce, amor contrariado.
    Abrazo.

    ResponderExcluir
  3. Olá meu amigo.
    Dizer que seu poema é lindo é óbvio demais. Mesmo que ela não revele há certeza do amor. E isso é magnífico!Adoro esse seu jogo de palavras... O poema parece um teatro de sombras... revela e esconde. Chiquerésimo!
    Um grande beijo no coração
    Gracita

    ResponderExcluir
  4. "E quando na solidão,
    tua a sentes mais proxima.
    Sente tua presença, teu cheiro.
    E tudo dentro de ti se transforma!"
    Desiste dela, parte para outro amor. Voce se declara e nada!
    Ou então ela não sabe desse teu amor por ela? Conta logo, abre o jogo e deixa rolar...quem sabe não empata?
    Bjinhos preocupados...Sai dessa!
    Sua amiganja de olho em ti!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Pois é meu amigo poeta, sempre que passo por aqui encontro algo magnifico, parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo Junior!


    Brigada por liberar a poesia, vai ser difícil escolher uma vez que são tantas lindas!

    Me tira uma cariosidade de muito tempo, porque

    (IN)Feliz, e não Feliz??

    Boa noite bjs

    ResponderExcluir
  8. Hola Junior, cálidas palabras que muestran la ternura de tu alma.
    Maravilloso, te dejo un fuerte abrazo, bonito martes!

    ResponderExcluir
  9. Olá,anjo!
    Silêncio/pensamento/solidão/lembrança
    Eu existo/Você não reconhece!!

    Tira o (in) feliz e seja Realmente Feliz,Felisberto!!meu amigo!!

    Mas,o poema,jogo de palavras,é
    lindo!!!!

    Desejo uma noite bastante tranquila
    e renovadora!
    Beijão!!!Soninha.

    ResponderExcluir
  10. OI querido.
    A solidão é nada...
    Bem legal o poema, gostei...
    Sentiu os aromas do meu post por ai? rsrsrs
    Beijos de Canela

    ResponderExcluir
  11. Olá Félis,

    Muito lindo!

    Triste quando um coração não sabe reconhecer um amor puro e sincero.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Pujante man, como o amor muitas vezes é, ou se mostra... Variáveis de sofrimento e alegria... Um triunfo último quando dele se livramos por desgostar...

    ResponderExcluir
  13. Adorei....me expresso muito nesse momento...bjs, otima semana...

    ResponderExcluir
  14. Adorei seu blog, muito interessante! =)

    Estou te seguindo, espero que ser der, você também me siga.

    http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

    Estarei sempre passando por aqui. Abraços, Tati.

    Att! =D

    ResponderExcluir
  15. Bom dia amigooo, que poema mais sensivel, se tem alguém que perde nesta história é quem não da valor a um grande amor! Bjos

    ResponderExcluir
  16. O coração muitas vezes não reconhece certos sentimentos, mas talvez pra não sofrer, usando um pouquinho a razão - se ela der lugar -, o ideal é que pudéssemos gostar sempre e só, de quem goste da gente...

    beijos, Junior.
    Tais

    ResponderExcluir
  17. Gente olha isso que maravilha:

    Mas um pensamento não é construído
    Pode ser a via dupla do arrependimento
    E do nunca se arrepender


    sensacional eita trem bão so rs

    ResponderExcluir
  18. É sempre dificil e penoso quando nosso coração se apaixona por pessoas que nem estão aí para nós pobres apaixonados, pois como dizes..De alguma forma eu existo também para você, seu coração é que não reconhece. Triste porém bonito. Beijos carinhosos, Suzana.

    ResponderExcluir
  19. Lindo poema.
    Corações são pequeninos grãos de areia.. as vezes não reconhece mais sente.

    Um boa noite
    com gotinhas de
    luz no coração;

    ResponderExcluir
  20. Ótimas palavras, dá para sentir a escolha de cada uma delas, dá pra se ter noção do sentimento...
    Amei teu blog, estou seguindo!

    http://senhoritamoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário