Fanfic Faces - Capítulo 14



Título: Faces
Autora: Kamila Bicalho
Baseado: em InuYasha (anime)

Capítulo 14

 Sequestro
Os ataques estavam cada vez mais frequentes. Para Sesshoumaru, as lutas eram insignificantes, pois além de não serem do seu nível, não levavam a nada. Mais um exército de yokais havia aparecido, em um número muito maior do que e em qualquer outro ataque. Parecia que eles queriam atacar mesmo com força total. “Tanto faz.”, pensou indiferente. Mas hoje isso lhe custaria caro. Estava tão focado que não percebeu que parte do exército estava se preparando para atacar Rin e Jaken. Com o bastão de duas cabeças, o pequeno yokai tentou arduamente lutar contra os monstros oponentes. Incendiava a todos que tentavam se aproximavam.

Entretanto, seu esforço havia sido em vão. Acabou sendo atingido e jogado contra uma árvore, caindo inconsciente. Rin tentara se afastar, mas inúmeras raízes envolveram seus pés, fazendo com que tropeçasse. Não conseguia mais se levantar. Acabou ficando totalmente envolvida e presa pelos sedimentos das árvores. E apertavam-na. A dor devastou seu corpo e já não conseguia mais respirar. Os galhos a ergueram do chão, mas não conseguia gritar ou chamar pelo socorro do seu senhor. Vendo que ela ainda estava resistindo, as árvores a socaram contra a árvore. Não conseguiria mais. Então a jovem menina adormeceu inconsciente. Quando Jaken finalmente havia conseguido abrir os olhos, viu a imagem embaçada de Rin sendo carregada para a densa e escura floresta.

Quando não havia mais nenhum dos atacantes a vista, Sesshoumaru caminhou de volta para encontrar seus companheiros. Viu Jaken tentando se por de pé. Procurou Rin com o olhar, depois com o olfato. Seu semblante sério passou a demonstrar a raiva que acabou surgindo pelo fato do acontecido e por ter sido tão descuidado. Alguém estava planejando algo para ele e ele havia caído facilmente na armadilha. O cheiro dela ainda havia deixado rastros. Antes que o pequeno yokai conseguisse se reconstituir por completo, ele havia saltado floresta adentro. Não permitiria que nada acontecesse com ela.
_________________________________________________________
(Continua na Próxima sexta feira)
Capítulos Anteriores Clique Aqui
_________________________________________________________

O Amor
O amor, quando se revela, 
Não se sabe revelar. 
Sabe bem olhar p'ra ela, 
Mas não lhe sabe falar. 
Quem quer dizer o que sente 
Não sabe o que há de dizer. 
Fala: parece que mente 
Cala: parece esquecer 
Ah, mas se ela adivinhasse, 
Se pudesse ouvir o olhar, 
E se um olhar lhe bastasse 
Pr'a saber que a estão a amar! 
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente 
Fica sem alma nem fala, 
Fica só, inteiramente! 
Mas se isto puder contar-lhe 
O que não lhe ouso contar, 
Já não terei que falar-lhe 
Porque lhe estou a falar..
Fernando Pessoa

_________________________________________________________


Comentários

  1. Felis...ese escrito de Fernando que has publicado...Amor

    ¡¡ muy bonito !!!

    un beso desde Argentina

    ResponderExcluir
  2. O amor nunca se esgota. Pessoa é um mestre!
    Gostei da história! Vou seguir o desenvolvimento.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Pessoa e o amor,que dupla inexplicável!
    lindo..
    Felis meu beijo
    um ótimo fds

    ResponderExcluir
  4. Palavra tão linda amor,
    Muitas pessoas faz sofrer
    No coração causa uma dor
    Que tenta não desaparecer.

    O saber amar tem valor
    Com palavras de carinho
    Dando ao corpo mais calor
    Num doce e feliz beijinho!

    Boa sexta-feira,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia!!
    Voltei FELIZ e radiante!
    Rio de Janeiro me deixou
    assim, leve, leve...extasiante!
    Ah, Feliz estou tão contente,
    pois realizei um sonho de infancia!
    Voltei e passei para te
    deixar meus bjinhos radiantes, felizes...Volto depois com mais
    tempo, hoje será outro dia de realizações...Fique com DEUS, fique bem!Sua sempre Amiganja!

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo poema de Fernando Pessoa! Amo seus poemas, sempre tão profundos ainda em se tratar de amor quem não gosta não amigo?
    Passei para avisar que Domingo estarei de volta e aguardo sua visita. Abraços ds sempre amiga.

    ResponderExcluir
  7. Oi Fe, lindo sempre maravilhoso Fernando. Boa ideia hein! Bjus TA

    ResponderExcluir
  8. Fernando Pessoa: um génio da poesia portuguesa! Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Oi amigo que situação horrível esta de ser envolvida pelas raízes das arvores e ficar presa deste jeito, imaginei a agonia, rsr
    Adoro Fernando Pessoa! Lindo poema! Abraços e ótimo finde!

    ResponderExcluir
  10. Que bonitas letras mi querido Junior, buena lectura asegurada tenemos los lectores al pasar por tu blog.
    Escribirle al amor es poesía infinita, te dejo un fuerte abrazo.
    Buen fin de semana!

    ResponderExcluir
  11. Um Capítulo de fortes emoções. Prende o leitor. Gostei.

    É difícil falar de Pessoa sem ser repetitiva. Por que ele é sempre Excelente. Excelente. Excelente

    Obrigada pela visita lá no Expresso do interior.
    Lú Vilela.

    ResponderExcluir
  12. Olá ,Felis!!
    Fernando Pessoa!!Agonia!dúvida!Que tristeza!!Difícil de entender!!
    O amor tem que ser claro, fácil de entender! Amor,amor!!!!lindo!tudo!
    Bom fim de semana!
    beijos no core!Soninha.

    ResponderExcluir
  13. Que legal, o post de hoje foi duplo... fanfica faces + poesia... o amor não sabe se revelar mesmo, ele surpreende, por isso encanta, assim como os seus poemas. beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá Felis,
    Que belo poema do grande Fernando Pessoa!
    Meu querido, quero agradecer por suas gentis visitas ao meu blog e pelos carinhosos comentários, e dizer, que fico sempre muito feliz. Muito obrigada pela preciosa mensagem que lá deixou pela passagem do Dia das Mães, linda e tocante. Adorei!
    Também gostei muito do seu post homenagem, maravilhoso!
    Bom final de semana pra vc.
    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  15. Ola amigo,

    Uma postagem duplamente maravilhosa.
    Fernando Pessoa é um mestre na arte do amor.
    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  16. Ola Felis,
    Postagem sensacional: primeiro por conta das emoções do Fanfic, deu pra sentir o esqueleto doendo pelo aperto dos galhos da árvore envolvendo a personagem, ufa! Depois por conta do poesia do Fernando Pessoa que sou fã... Uma grade coincidência foi que terminei a postagem de hoje, a webnovela Ás de Copas, com uma música que tem o mesmo título: "O Amor", legal né?

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir

Postar um comentário