O pequeno diário azul

Olá diário. 
Eu não sei exatamente como começar a escrever em você. 
Já peço desculpas se parecer muito seca. 
Talvez até um pouco grossa. Nunca tive ou fiz algo assim. Parece algo tão infantil e imaturo. Acho que realmente seja assim. Só ouço histórias de meninas que resolvem comprar um de vocês e escreverem coisas bobas como sonhos e falando de meninos ideais que na verdade não existem. Desculpa o desabafo, mas acho que você deve ser preparado para isso. Engraçado que não tenho ideia do que escrever ou como começar isso tudo. Não, na verdade não tenho certeza se realmente quero isso. Por um estranho motivo, senti um pouco de medo agora. Mas enfim, tenho que pelo menos aproveitar um pouco o dinheiro que gastei.
Eu sei, parece estranho eu falar mal disso e acabar me submetendo a esse recurso. Se você reparar, muitas pessoas acabam fazendo esse tipo de coisa. Mas não é isso que realmente importa. Acho que ao menos devo contar como comecei isso tudo. Comecei minha árdua rotina como sempre. No caminho para o trabalho, acabei esbarrando numa menina, estraguei o diário dela e tive que parar em uma papelaria para pagar outro. Ela chorou muito antes disso. O que quer que esteja escrito lá, fazia daquele caderno importante para ela. Por algum motivo, fiquei tentada a te comprar e acabei cedendo. Acho que minha curiosidade foi mais forte do que minha rejeição com tudo isso. Pelo menos você é azul, minha cor favorita.
Fico imaginando que no fim isso não deve render muita coisa. Meu estilo de vida é muito corrido para que eu desperdice tempo escrevendo coisas que ninguém jamais irá ler. Olho para o relógio e já estou aqui há vinte minutos. Podia ter adiantado o meu trabalho de amanhã. Mas, aqui estou eu e continho escrevendo. Eu devo estar ficando meio maluca. Por quê? Eu acho que de alguma maneira você pode mostrar também para mim coisas importantes.
--------------
NOTA:
Olá pessoal, tudo bom com vocês? 
Eu sou a Kamila e sou dona do blog Suingu Ken (http://suinguken.blogspot.com.br/) e estou novamente fazendo uma parceria no blog (IN) FELIZ. Vou trazer essa e outras histórias independentes de uma mulher incomumente comum. Espero que tenham gostado e aguardem os próximos contos que virão.


11 e 12/ Setembro/2012

Comentários

  1. O meu diário, era roxo e eu não dormia sem antes escrever nele o meu dia! Continuo até hoje a escrever, embora agora lhe chame de cadernos :)

    Deixo um beijo
    Sónia

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    tudo bem?

    Ainda bem q ninguém o ler, alem da própria dona do diário.
    Ele é o amigo de toda mulher, pois nele podemos desabafar, e ele tadinho, nem reclama.

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Como Kamila disse as meninas gostam de escrever seus sonhos e frustrações em um diário, mas confesso que quando minha mãe leu o meu eu o queimei de raiva e depois de mais de 20 anos voltei a escrever em um, por orientação terapêutica. Foi bom porque assim nos lemos e vemos nosso crescimento e onde temos que melhorar para não cometer os mesmo erros dantes.

    Bjoks, Felis.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Felisberto.
    O curioso é que diários são mais coisa de meninas, mesmo, enquanto que os rapazes, acredito, prefiram criar blogs.
    E não há nada de chato ou entediante em nossas vidas, tudo depende da forma que a enxergamos enquanto a vivemos.
    Abraço, Felisberto e Kamila.

    ResponderExcluir
  5. Quando era adolescente tive um diário ali eu escrevia tudo o que acontecia comigo, era muito legal, o diário faz parte da nossa adolescência, Felisberto beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Jacques, geralmente preferimos os blogues para escrever, seja lá o que for.
    Este texto da Kamilla cairia como uma luva na Blogagem do dia 13 da Aleska.
    Boa terça feira parceiro!

    ResponderExcluir
  7. Olá, passando por aqui li o texto, pois é, muitas meninas têm diarios, eu nunca tive, pelo contrario escrevia em cadernos, mas eram meus poemas, portanto nunca registrei nada do dia-a-dia, ainda sou bem reservada, nem comigo mesma gosto de admitir certas coisas que passam por minha mente, acho que é isso, medo de que um diario possa cair em mãos erradas, talvez?!
    Abraços Kamila, muito bom, gostei!
    Felisberto abraços para você também!

    ResponderExcluir
  8. Tive um diário, ou melhor, um caderno velho e surrado,com orelhas, frases e textos que eu mais gostava, recortes de revistas, jornais e até livros, tinha tudo quanto é balangandã que se pudesse imaginar, fitas, chaveiros, fotos, o coitadinho mal fechava, era todo rabiscado e com vários tipos de letra que dependiam do meu estado de espírito e da posição que estava qdo escrevia...rsr No final, queimei tudo! Se arrependi? Muito! Por outro lado foi bom virar aquela página... Gr.Bj. Júnior!

    ResponderExcluir
  9. Meu querido amigo

    Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  10. hola felisberto,
    yo también tenía un diario, con flores lindas de todos los colores, solía colocar una flor en cada día que escribía. Lo tengo guardado todavía. Son recuerdos lindos de nina!

    bonito lo que has escrito^^

    un abrazo^^

    ResponderExcluir
  11. ✫. `⋎´ ✫❤✫..
    (⁀‵❤⁀,) ✫✫✫Boa tarde✫.❤
    Deixar um abraço carinhoso para
    os amigos é um elogio ao post que
    está lindo, pelas atitudes de sempre
    estar presente na minha vida
    Agradeço hj e sempre por tudo
    Bjuss
    Rita!!!
    (⁀❤‵⁀,) ✫✫✫..! ♥
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤✫


    Obs.Parabéns pra Kamila ela é uma graça, adoro ela.....tbém tenho meu diário, linda postagem
    Bjusss pra vcs!!!

    ResponderExcluir
  12. Meu poeta lindo amanhã tem Blogagem
    passa por la pra dar umas risadinhas kkkkk
    bjãooooooooooo

    ResponderExcluir
  13. Ola pessoas,

    Tenho uns 5 cadernos onde eu escrevo meus pensamentos. Não é bem um diário, e de vez em quando até viajam comigo. Não lembro de ter feito um diário.

    Beijos e um restinho de terça cheio de coisas boas.

    ResponderExcluir
  14. Não é exatamente um diário que eu tenho mais, é um lugar onde posso escrever coisas que ninguém mais entenderia, além de escrever eu costumo fazer umas colagens nele também.
    Ótimo texto Kamila.
    bjos Kamila.
    bjos Felisberto.

    ResponderExcluir
  15. Olá amigo!

    Gostei do texto. O diário fez parte da minha vida por algum tempo rs... Hoje tenho o blog e nele me refugio.

    Um beijo grande amigo XD

    ResponderExcluir
  16. Precioso relato Junior, es curioso pero nunca escribí un diario íntimo y ahora de grande me da por escribir aquí en un blog!
    Abrazos miles, bonita jornada!

    ResponderExcluir
  17. Oi amigo,

    Tudo bem? Nunca tive diário e hoje me pergunto se o blog não ocupa esse espaço, mas espero que a resposta esteja não nos borrões, mas em mim.

    Beijos e boa quarta.

    ResponderExcluir
  18. Parceiro amigo!!! Boa noite!
    Te acho tão sábio, sabia?

    Já tive um diário, há tanto tempo...! Era adolescente. Mas uma amiga pegou-o e leu tudo que tinha escrito, por este motivo, perdemos a amizade. Isso até hoje, nunca ficou igual.

    Beijos meu amigo e uma ótima noite!

    ResponderExcluir
  19. MAS QUE FOFO, EU NUNCA TIVE PACIÊNCIA PARA TER UM, MAS SEMPRE TIVE INUMERO CADERNOS COM TEXTOS, POESIAS, CONTOS, SEMPRE DESABAFEI DESTA MANEIRA, MAS QUEM TEVE OU TEM SEMPRE AMA.

    E ADOREI TUDO ISSO QUE EU LI.

    BJS MEU QUERIDO,ADORO SEMPRE PASSAR POR AQUI, SO ME FAÇA A MESMA VISITA.
    BJS!
    PATTY!

    ResponderExcluir
  20. Bela parceria amigo, e quanto ao Diário eu nunca tive ou quis ter algum. Só descobri o gosto pela escrita depois de adulta. Abraços e uma boa quarta feira. Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  21. Adorei o conto da Kamila, Felisberto! Bacana essa parceria! Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Felix-Poeta!
    Muito interessante!
    Penso que os diários se encaixam no perfil, independente se for homem ou mulher, mas de alguém que tem paciência e gosto de guardar coisas e sentimentos.
    Não tenho paciência para diários, e ao contrário do que alguns falaram aqui, não penso que o blog tenha essa mesma 'função', apesar de que alguns possam usar para isso.
    Beijos e ótima quarta-feira!

    ResponderExcluir
  23. Oi Felis
    Legal esse post, eu já tive um diário, recomendado por uma terapeuta, mas não tinha paciência kkkkk, agora com o blog acho mais divertido escrever minhas histórias, além de conhecer pessoas maravilhosas como vc!
    Bjão fofinho/chefinho/ninha. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  24. Diário é como um vício, se começar a escrever nele,vira uma rotina gostosa onde deixar um pedacinho do dia a dia se torna muitas vezes até em poesia, onde o real e o imaginário tomam conta de todo o conteúdo!
    Adorei, beijos e um bom dia

    ResponderExcluir
  25. A cor do diário pouco importa,,,e sim o seu conteúdo de sentimentos,,,aquilo que ele guardará vivo em suas páginas de vida...abraços e um belo dia pra ti amigo.

    ResponderExcluir
  26. Oi, eu gostei muito do texto que escreveu. Um diário parece algo sem importância, mas quando escrevemos, além de colocar para fora o que sentimos, temos a oportunidade de pensar melhor sobre isso. Um abraço!

    ResponderExcluir
  27. E ai, parceiro? :)
    Tudo bom?
    Acho que não posso sair elogiando meu texto, né? Vou deixar só para as outras pessoas mesmo. Quantos comentários já. Estou lendo todos ^^. E você tem razão, a galera tá comentando bem mais sobre o assunto, rsrs.

    Já tenho várias ideias para os próximos capítulos, espero que a galera goste. E vamo que vamo ^^

    Abraços

    ResponderExcluir
  28. Gostei da parceria, eu já tive um diário, escrevia meu amores virtuais e coisas que não poderia conseguir, hoje já vivo mais no real, mas adora ler e escrever nas páginas do diário.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário