Eu tenho medo

Imagem:Google
...Naquela noite...
Quando ficamos a sós
Tive medo
Medo de mim
Medo de ti
Medo imenso
Sentes esse inquieto coração
Uma parte chora
Outra sorri
Eu não posso mudar isso
Eu não posso mudar
O que eu sinto
Não consigo

Eu tenho medo...
Medo de corpo inteiro
Medo de quem muito se dá
Medo de quem tem muito que falar
Mas não fujo desse medo louco
Este medo que se aninha no meu peito,
A cada vez que me encanto
Com a passageira ilusão
Até chegar o revés.

Só quem ama...
Sabes o medo de amar...
Mas não perde a esperança...

05 e 06/Outubro/2012

Comentários

  1. Olá mais uma vez hoje! Pois, o medo paralisa. Há que vencê-lo! Um bom dia

    ResponderExcluir
  2. Desculpe, mais não acredito em medo de amar.

    Bom final de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Em nossa vida sentimos muito medo, uns tem medo do escuro, da violência, de ficar sozinho, mais um dia temos que enfrentar ele, Felisberto te desejo um ótimo final de semana, beijos.

    ResponderExcluir
  4. Estava pensando sobre esse "medo" de amar... acho que o medo nao é de amar...pq amar independe de nossa vontade... amamos pq amamos e muitas vezes nao temos uma explicaçao clara para esse sentimento que acontece aleatoriamente... penso que esse medo é de nao ser correspondido... isso sim é aterrorizante...o medo na verdade nao é nosso... é do outro... é do que o outro pode "nao" sentir...isso sim...machuca, emudece e amedronta o coraçao...

    ResponderExcluir
  5. Junior,
    A dor do amar é suportável e conseguimos superar, mas o medo é complicado. Talvez deixar as amarras de lado, esquecer o passado, se entregar sejam boas alternativas para se amar novamente, sem medo. Gr. Bj. e um final de semana muito bacana pra você meu querido!

    ResponderExcluir
  6. Olá!!! Achei bem intenso seu poema.
    E concordo quando foi citado o medo de amar. Existe sim, pois quem se entrega por inteiro a alguém, sempre espera receber daquela pessoa coisas boas, e ás vezes isso não acontece, há decepções, então nasce esse medo de amar e se entregar, tanto pela própria que a decepcionou, se ambos continuam juntos, ou medo de ter um novo amor. Beijos! Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  7. Meu querido Felis...
    Você poetizou bem o medo de amar que muitos sentem, à aproximação de uma possibilidade de envolvimento com alguém.Ainda bem que não há fuga, pra ombrear com o sentimento de amor, a esperança, que é sempre em último caso, o apoio necessário.

    Muito grata, Felis, por sua visita lá no SEMENTES PRECIOSAS, me apoiando e marcando presença carinhosa que muito me acarinha.

    Também te amo, meu amigo, TAMO JUNTO!

    Beijos....Muitos!
    Lu...

    ResponderExcluir
  8. Oi Fe, ja esta melhor? Espero q sim. Olha na verdade acho q qdo estamos amando o unico medo e perder o amado né! Ai q bonito é amar rsrsrs. Bjus Fe bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. O medo faz parte do amar,,,penso assim,,,é como se jogar num precipício sem saber aonde irá cair,,,mas que no fim,,,também pode ser muito bom,,,abraços meu amigo e um belo final de semana pra ti...

    ResponderExcluir
  10. Medo de amar!
    -Medo de sofrer
    de magoar e ser magoado(a)
    -Medo de não saber lidar com o amor
    e perder a pessoa amada
    -Medo de não ser correspondido(a)
    E conseqüentemente...sofrer.
    Mas faz parte!



    bjos e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. En verdad nunca perder la esperanza.
    Saludos
    David

    ResponderExcluir
  12. Sempre vai existir medos em nossas vidas e o amor não foge disso. beijos e linda noite.

    ResponderExcluir
  13. O entregar-se é o medo maior da obscuridade da aceitação. Isso porque nos cobramos muito... Amar é tão simples! Deixe-se amar que tudo será recíproco.
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  14. Curti muito a poesia, o medo esta ai, e não ha como fugir dele, faz parte da vida, acredito que o que da o feeling da coisa. O medo é o antecessor da satisfaço, pois a satisfação vem da conquista do medo vencido. Mas existem aqueles que fazem do medo um monstro, uma criatura invencível, ai sim se torna preocupante.

    Abraços, estou seguindo aqui

    http://rebobinandomemoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Lindo poema,na verdade quando sentimos medo é porque uma desilusão aconteceu em um outro momento, dá um medo danado de se decepcionar outra vez. Mas claro que não devemos fugir,ainda mais se esta nos braços de quem se ama. Aproveitar o momento sem pensar no depois.
    Olá amigo já tão querido por mim, te desejo um fim de semana para lá de especial. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  16. Felis,

    Não tenha medo, saiba superar com outros sentimentos, saiba escutar seu coração e vencer os obstáculos que lhe causaram isso, seja único, seja ímpar e não deixe o medo te pegar...
    Um grande beijo, tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  17. Oi Felis,
    O medo nos aprisiona e muitas vezes nos faz deixar passar muitas coisas.Mas pra quem ama,sempre há a esperança.
    um ótimo final de semana,abraço,=)

    ResponderExcluir
  18. O amor nos deixa inseguros, é normal. Não podemos é deixar ele tomar conta de nossas emoções, senão....Um beijo e um bom fim de semana Felis. Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  19. Medo de amar, medo do não, medo da rejeição, medo do julgamento... Como temos medo, principalmente em uma paixão! Muito bom, Felisberto. Abração!

    ResponderExcluir
  20. Belíssimo, Felis!
    Esse medo que nos perturba mas não chega a nos paralisar...
    Só quem já sofreu por amor tem medo de amar.
    Um bom fim de semana, meu amigo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. Um belo sábado pra ti meu amigo...repleto de poesias...abraços...

    ResponderExcluir
  22. Olá Junior,

    Passei para agradecer a tua participação no "Sem frescura", fiquei feliz, seja bem vindo!

    Quanto ao post, confesso que também sinto esse medo.

    Desejo um feliz sábado!
    Bjinhos e mais Bjinhos!

    Enigma.

    ResponderExcluir

Postar um comentário