Chegando perto do fim.

Tento sair  da falta de inspiração em que me encontro.
 Estou confuso demais para articular os vocábulos e os sentimentos corretamente.
 Estas letras, não foram pensadas  como antes. 
 Não estão trabalhadas  de modo a desenharem um bonito texto. 
 Também não estão encadeadas de modo a fazer tanto sentido. 
 O raciocínio  parece  desconexo.
Puro desencontro da razão e emoção.
Eu disse sim...
Casarei sim...
Tinha plena convicção disso.
Desde quando  troquei o
 primeiro olhar,
acreditei que este era o  destino.
Eu disse sim.

Talvez,não.
Já não sei muitas coisas, já não sei nada do que sabia.
É estranho como a vida parece nos tirar sempre aquilo que julgamos garantido. 
Os sonhos adormecidos, ressabiados. 
As ilusões foram trancafiadas num baú, escondido em lugar incerto e não sabido. 
Sinto que  estou a me dividir aos poucos.
Contudo, a história está sendo escrita. 
A caneta toma forma e corpo.
  A cada linha,  contorno de uma nova ideia convexa. 
Letras  complexas.
Do amor tropeçando ali, caindo acolá. 
Subsistindo, resistindo, persistindo, dia e noite.  
Queria ter mais tempo para escrever. 
Mas já não sei se tenho, se terei por muito tempo.
Cada vez me convenço mais que está  chegando perto do fim.
...Cada dor é a dor de uma pessoa...

 Imagem:Google
30/Novembro/01/Dezembro/2012

Comentários

  1. Lindo,meu querido amigo!

    Mas se está ocorrendo com vc na realidade,está confuso.

    Porém,se quando não está inspirado escreve tão maravilhosamente,imagine quando está!

    Essas dúvidas todos têm.

    Basta pedir a Deus o melhor caminho e aguardar sem angústias.

    ELE sempre responde!


    Beijos


    Ótimo fim de semana.


    Donetzka

    ResponderExcluir
  2. passamos por muito momentos
    muitos conflitos, mtas indecisoes, mts acertos e erros
    mt querer e nao poder e poder e nao querer
    mas no final, temos tempo, pra continuar, terminar e mtas vezes recomeçar.
    isso é o que faz tudo valer a pena.
    gostei mt do seu blog
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Amigo.
    Abriste a porta da desilusão ?
    Há dias assim mas depois tudo se recompõe e os sorrisos voltam carregados de sorrisos doces como cerejas vermelhas e aveludadas de um néctar misterioso.

    Se não foste vencido não te venças a ti também e procura as razões da vossa amizade e não as da vossa separação.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Também me encontro assim,,,não conseguindo articular muito os versos...os sentimentos....é uma fase que vem e vai,,,as vezes demora um pouco mais a sumir,,,abraços amigo e um bom final de semana...

    ResponderExcluir
  5. Felisberto, aqui, até a falta de inspiração, sai inspirada...!!

    "...Cada dor é a dor de uma pessoa..."

    e há dons que são únicos, pertencem aos que com eles nascem, como este que o Felisberto tem, em nos encantar através da escrita!

    Bom fim de semana
    Um forte abraço e um beijo

    Sónia

    ResponderExcluir
  6. Inspiração, ela as vezes surge do medo, da angustia, do vazio, talvez ela nem exista de fato, ou seja um mero reflexo do nosso interior amedrontado, talvez nem a própria realidade exista, e só nos agarramos a ela por medo de abrir os olhos.
    Bom meus talvez não importa muito, o fato é que um artista por mais desconexo que fique nunca perde a inspiração.
    bjo grande poeta!!!

    ResponderExcluir
  7. O poema foi feito pra mim! kkkk
    Sério sempre me sinto assim não sei o porquê.
    Bj

    ResponderExcluir
  8. A Melhor mensagem de Natal é aquela que
    sai em silêncio de nossos corações e
    aquece com ternura os corações daqueles
    que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.
    E mesmo com todos os obstáculos que a vida nos prepara,
    conseguimos superar as barreiras e passar
    para este outro ano que com certeza será melhor.
    Meu muito obrigada pelo seu
    carinho tão importante na minha vida.
    Deus abençoe seu final de semana espero
    que esteja curtindo minha postagem de Final de Ano.
    Beijos no seu coração e na sua alma,Evanir.
    Vivendo a cada segundo os Dias que antecede
    o Natal como se fosse o último da minha vida.

    ResponderExcluir
  9. Este post mi querido Junior, puede adecuarse a cualquiera de nosotros.
    La inspiración no siempre está de nuestro lado y muchas veces nos juega una mala pasada.
    Yo antes no solía escribir cuando mi ánimo no era el mejor, solo lo hacía si lograba trasmitir mucho romanticismo... sin embargo con el tiempo he descubierto que de la melancolía y los días bajos también resultan buenos escritos.
    Un placer leerte siempre, gracias por la visita y el cariño, buen fin de semana!

    ResponderExcluir
  10. Quais são sem inspiração? Acho que não.
    um abraço

    ResponderExcluir
  11. Hahahaha, lindo poema tá! Faltou inspiração? Amei seu poema, eu gosto desses poemas desconexados. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  12. Bem, para quem não está inspirado, sairam-lhe umas lindas palavras! Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Até sem inspiração tinha explicação para si e entender a dor alheia... lindo texto, Jr... foi profundo! beijos e lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  14. Felisberto, impressionante esse seu texto.
    Ao mesmo tempo em que se diz incapaz de escrever por falta de inspiração, saiu este belo texto que acabei de ler.
    Sabe o que eu acho? A vida é feita de fases, e a gente dança conforme a melodia.
    Se hoje a gente passa por um momento ruim, amanhã podemos ser só sorrisos.
    Fica sossegado que do jeito que você é, com certeza vai se encontrar nesse seu "eu" desconhecido e ser feliz =)

    Se cuida ok? bjs

    ResponderExcluir
  15. Querido amigo: nao chegue perto do fim de sua poesia que tem alma e coracao.
    Vai ser muy difícil nao ler a sua escrita inteligente e comovente.
    Voce sabe por que nao deixar mais comentarios..? porque pensei que eu estava fastidiando voce com minhas visitas freqüentes... pensei que incomodaba voce... querido poeta de grande talento. Nao abandone a escrita, e tudo de bom ler os artistas generosos, talentosos como voce.
    Um abraco grande!

    ResponderExcluir
  16. Que isso Felis!
    Perto do fim jamais,a vida é cheia de recomeços.

    Inspiração vai e vem, muitas vezes na falta total da mesma se revelam os mais profundos sentimentos.

    bjo

    ResponderExcluir
  17. Oi lindão,

    Tudo bem? na minha opinião esse final está diante. Faço parte dos que ficam no final da festa e logo a imaginação está dentro desse lindo coração.

    Beijos e lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  18. Boa noite, Felis!

    Uma falta de inspiração que inspira a todos que leem, palavras que parece-me sair da alma, vc deixou seu coração falar aqui, e não poderia ter sido mais verdadeiro e inspirador.

    Beijos e um lindo final de semana,
    Anita

    ResponderExcluir
  19. Obrigao, Felis!
    Descanse, tenha um bonito final de semana.

    ResponderExcluir
  20. Meu querido amigo

    temos momentos assim, em que parece que nada faz sentido que o túnel não tem saída, mas vai haver sempre uma luz quando nos parece que não encontramos a saída.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  21. Felix-Poeta!
    Espero que seja apenas ficção, porque você não pode estar no começo do fim; já que eu estou no recomeço do começo haha
    Fora a brincadeira..., adorei teu texto, melancolia na dose certa, na dose de poesia!

    Estou voltando com o blog, mas as postagens serão bem esporádicas, mas não estou no fim! :)

    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  22. Felisberto, poema ótimo! Conflitos, indecisões, angústias, enfim, tudo isso nos afeta quase sempre. E quando resolvem se juntar, então... Muitas vezes trancamos nossas ilusões num baú, mas elas são espertas, sempre acham um jeito de escapar... Abração!

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde Felis.
    Sem comentários,
    sosmente passando
    para te ler, ver
    como estas e deixar
    meus bjinhos ensolarados.
    Sua sempre Amiganja!

    ResponderExcluir

Postar um comentário