Há noites assim

Há noites assim... 

Da janela contemplo
O horizonte infinito 
De dois caminhos 
Com rumos diferentes 

Escuto o barulho da chuva 
E o bater na porta 
Da ausência de sua presença 
Coração dispara 
Quando o anoitecer 
Traz a saudade calada ante o adeus 
Sensação que se torna angústia 
Que permanece no coração 
Pelo amor que foi embora 

Dos meus olhos 
Escorrem lágrimas com gotas vermelhas 
Pela dor que me causou 
Deslizam lágrimas de tristeza 
Sabendo que te perdi 
Caem lágrimas da saudade 
Que não me faz te esquecer 
Saudade que traz 
O medo de fechar os olhos 
E no amanhecer distante 
Um despertar carente 
De seus beijos ardentes 
De seu corpo quente 

Há noites assim... 
Que o amor fala mais alto 
Vem a ansiedade da esperança 
Que antes do sol raiar 
Você voltará 
Dizendo palavras pequenas 
Que fazem a maior diferença... 



Comentários

  1. Oi, Felis! As palavras, quando vêm de quem amamos, sempre são grandes, ainda que falem de pequenas coisas. Isso é uma das características que mais gosto no amor: admiração. E ler esses seus escritos que falam de alguém distante sempre me faz lembrar de minhas saudades. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ei Fê...

    Há noites que são barulhentas , embora o silêncio dela seja intenso....principalmente quando amamos ...ao qual nos remetem a sentir o que o coração fala o tempo todo...uma saudade abraçada em lembranças.......

    Beijo..beijooooooo

    ResponderExcluir
  3. Oi amigo Fesliberto!Rs, vim agedecer sua visita e me deparei com este maravilhoso poema de amor e saudade, amei,amei. É mesmo assim quando se ama alguém demais. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Feliz, ando numa fase que nao só há noite, como dia tambem. Estou recolhida até me sentir melhor. Provavelmente os amigos já notaram que estou um tanto sumida.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Minhas noites não são tão bonitas, com amores, mas um sono que nem sonho tem, escuro, vazio, sombrio... às vezes, o sol quer aparecer, mas a noite não deixa!
    Bjoks

    ResponderExcluir
  6. Sem falsa demagogia, é um dos espaços que mais gosto de visitar. Fiquei curioso a respeito da tua inspiração. De onde saem estes versos? O que tu queres?
    Porque que és bom tu ja sabe ^^
    eu admiro. São versos reais. Transcendem a lógica inventada e programada. Originalidade e autenticidade.
    Parabéns



    Hey aguardo uma nova visita quando puder ^^
    diademegalomania.blogspot.com

    Dá uma lida pra comentar ><

    Abraço do Clive

    ResponderExcluir
  7. Lindo,Feliz!

    Mas depois de cada escura noite,sempre tem um novo dia,novas experiências,mudanças!

    É o recomeçar...sempre!


    Beijos e lindo final de quinta!


    Donetzka

    ResponderExcluir
  8. Felis, tem noite que nos traz esses sentimentos que destrói tudo por dentro, mas ainda bem que temos o amanhacer que chega com a esperança e um dia novinho em folha.
    Bjo no coração

    ResponderExcluir
  9. Amigo poeta querido, bem sabes dos sentimentos de amor que muitas vezes ferem o coração nas noites tristes de solidão!
    Saudade é dor que mesmo por uma noite é ruim, imagine só "...noites assim"!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Felis
    boa noite!

    Quando o amor fala mais alto vem a ansiedade e a esperança, logo depois a realidade.
    O amor que foi embora, restando apenas as lagrimas.

    Nossa... quase chorei rs

    Bjo querido poeta




    ResponderExcluir
  11. Se for verdadeiro, volta sim... amei seu poema, Jr! beijos e linda noite.

    ResponderExcluir
  12. Que lindo amigo...e com esse amor todo, ela logo voltará com certeza :)) :))
    Bjão

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Felis.
    Não vou nem comentar
    para não tirar o brilho desta doce e comovente poesia...Adorei!
    Bjinhos Emocionados....Sua sempre Amiganja!

    Agradeço pelo carinho e gentilezas comigo, voce é um verdadeiro Anjo Amigo!

    ResponderExcluir
  14. "...Saudade é dor que desatina sem doer..." Poesia linda e inspiradíssima... Passando pra ver como você está e agradecer o carinho.
    Um abençoado e feliz fim de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. SÃO DOS MENORES GESTOS, DAS MENORES PALAVRAS QUE FAZEM AS MAIORES DIFERENÇAS. E A SAUDADE INVADINDO, AQUELE MEDO DE FECHAR OS OLHOS, MESMO NO MAIOR BARULHO DE UMA RUA, DE UMA FESTA ESSA DOR NOS TRAZ O SILÊNCIO, E EM MULTIDÕES NOS SENTIMOS SOZINHOS.

    TEM MTAS NOITES E DIAS ASSIM.

    BJS PRA VC.

    TEM NOVAS NO PHOTOSHOP, VENHA VER.
    BY,BY DA PATTY.

    ResponderExcluir
  16. Muchas veces las pequeñas palabras son las que dicen mucho más.
    Letras con mucho sensibilidad y sentimiento, un placer leerte mi querido Junior.

    Mil gracias por los detalles y la compañía de siempre en mis entradas.
    Te dejo un abrazo, bonita noche!

    ResponderExcluir
  17. Há noite q inspira o poeta e diz como ótimo ele é, assim é vc, Felisberto. Abçs e bom finde.

    ResponderExcluir

Postar um comentário