Ventos

Fecho os olhos e meus pensamentos me carregam 
Sou envolvido pelos ventos profundos que estremecem o meu coração
Sinto no ar o sabor amargo que se espalha e que me derruba
Lágrimas de amor inundam meus olhos
 É a dor  que me desfaz por dentro e por fora 
 Minha alma fica cheia de tristeza
Um leva e trás de lembranças
Me prendo ao que resta, que é apenas o que existe 
Um tudo dizendo  que já não há nada
E assim, esquecendo-te, e arrancando-te do meu coração
 Eu prossigo avante, 
Felicidade transpassada dos ventos espessos 

*
Imagem:Google
Up
12, 13 e 14/Março/2013

Comentários

Descer Página
  1. E é tanto o que dói, quando as mãos ficam "vazias"...

    Haverá sempre outros ventos...a encher de novo a alma.

    Boa semana, Felisberto.
    Deixo um beijo, com carinho

    Sónia

    ResponderExcluir
  2. Ϡ₡ღ*”
    Boa tarde!
    Meu poeta, e que os bons ventos traga
    sempre coisas boas , como essa poesia divina, para encher de amor nossa vida

    Abraços com carinho
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  3. Ventos fortes a soprar
    pensamentos carregam
    passam nuvens a voar
    gotas de água descarregam!

    Caem lágrimas dos olhos
    na terra fria
    de noite lindos sonhos
    lembrados durante o dia!

    Boa terça-feira para você,
    amigo Felisberto Júnior,
    um abraço.Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. Muitas vezes o vento forte, vem e nos derruba...É hora de levantar e aguardar, pois certamente depois virá uma brisa que irá nos afagar.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

  5. Oi, Felis! Acho que por decreto amores verdadeiros e recíprocos não poderiam se extinguir...o problema é que às vezes o amor pertence a somente um dos lados. nesse caso a dor fica com quem foi deixado por impossibilidades. Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Ah, quanto mais tentamos esquecer, mais lembramos... triste poema, Felisberto. Mas acho que eu prefiro lembrar, lembrar, lembrar, até que a lembrança torne-se tão usual, que faça parte do meu dia a dia e não doa mais tanto assim. Lindo poema!

    ResponderExcluir
  7. El viento trae tu aroma, llega vestido de lavandas y lirios para limpiar las tristeza del alma.
    El viento trae una brisa que como suave caricia acompaña tus pasos y toma tus manos para abrazarlos.
    Bellas letras mi querido Junior... la melancolía a flor de piel!
    Abrazos infinitos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Feliz!
    Que bons "ventos" levem tristezas e tragam só felicidade!

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  9. Boa noite, Felis. Os ventos são uma rotina na nossa vida, eles são cíclicos. Ora, estamos felizes, apaixonados e sendo correspondido, ora, a infelicidade de um amor não correspondido toma conta da nossa alma.
    Acredito, que são fases, ventanias pelas quais temos de passar para um dia a calmaria chegar e com ela, um doce e leve amor!
    Tenha uma noite de paz.
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  10. ''E assim, esquecendo-te, e arrancando-te do meu coração
    Eu prossigo avante...''

    Boa noite amigo Felis, gostei do poema,a vida é mesmo assim...
    Há coisas que precisamos esquecer, é bem verdade que nem sempre conseguimos, mas tudo é válido para não sofrermos, ainda mas quando se trata das coisas do coração. Aff! vou indo,rs senão vou acabar falando demais. Beijos com carinho! Tenha uma linda noite!

    ResponderExcluir
  11. São inclementes,
    estes ventos que nos sufocam em seu passar,
    mas como ventos que são,
    vão-se em forte ruído, deixam leve pesar.

    Que agora soprem brisas suaves e bem-vindas,Felis.
    Bjos, menino.
    Calu

    ResponderExcluir
  12. POXA, ESCREVI TANTO, E A NET CAIU NA HORA EM QUE ESTAVA CARREGANDO PARA ENVIAR. SE A MINHA MENSAGEM FOI, DELETE ESTA E FIQUE TUDO BEM, SE NÃO FOI TBM DELETE ESTA E ME AVISE OK??

    BJS NO TEU CORE MENINO.

    ResponderExcluir
  13. Complicado é o coração né amigo?
    A razão diz, "esquece"
    Mas o coração diz "esquece não"

    Seria bão se pudéssemos esquecer ou lembrar sem doer ...

    Passei para desejar uma ótima noite!!!

    Abraços
    Thiago

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Felis.
    Os ventos carregam
    consigo todas as lembranças.
    E de repente, tudo fica tranquilo.
    Mas, sem perceber, outros ventos
    trazem de volta, novos momentos.
    Beijinhos tranquilos

    ResponderExcluir
  15. Estes são ventos que só nos fazem sentir saudades...mas assim como chegam, nos derrubando e fazendo sofrer, também se afastam na mesma intensidade com que chegaram. Um beijo carinhoso amigo e boa quarta feira.

    ResponderExcluir
  16. Felis, mais um belo poema. Tentamos esquecer tantas coisas mas muitas vezes é impossível. E as lembranças se fazem sempre presentes. Mas nem sempre é ruim... nem sempre é bom. abraços.

    ResponderExcluir
  17. A day may start or end without a message from me, but believe me... it won't start or end without me thinking of you... See, i just did! Take care! Ü HAVE A NICE DAY!

    ResponderExcluir
  18. Xii Maria, esse poema é lindo demais da conta.

    Que o vento te devolve a alegria, sempre!!

    Um bjo meu poeta querido.


    Felis!

    ResponderExcluir
  19. O vento trás para nós coisas boas,mais as vezes trás coisas que nos fazem chorar, mais isso faz parte da vida. Felisberto vim te desejar uma ótima quarta-feira e dizer que lá nos blogs estrela da manhã e lucimar virtual tem posts novo vem conferir, fique com Deus beijos.
    Links:

    Estrela da Manhã

    Lucimar Virtual

    Divulgue seu blog no face

    ResponderExcluir
  20. Lindo amigo, seu poetar nos encanta sempre, um abraço.

    ResponderExcluir
  21. Oi Felis,
    "esquecendo-te e arrancando-te do meu coração..."
    Esses dias a vida me colocou diante de uma situação que há tempos atrás eu teria reagido bem diferente,mas como certas coisas a gente não esquece mas pode tirar do coração,então que assim seja.
    abração querido =)

    ResponderExcluir
  22. vento, leve tudo de negativo com, leve a dor e a mágoa, leve o desprezo e a inveja não deixa chegar até aqui!! muito bom mesmo ...
    Tenha um otimo dia Felisberto
    Paty Alves
    Ágape Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderExcluir
  23. Que linda poesia Felisberto!
    Abraços com carinho.

    ResponderExcluir
  24. passando pra te fazer uma visita.adorei o blog.beijos
    http://chique-debonita.blogspot.com
    http://artesanatodeluxo.blogspot.com
    http://brecho-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Felis querido! Como está você, meu amigo poeta? Quanto tempo!... Parabéns pela poesia linda! Perdão pela ausência.... Estive afastada do blog por motivos/problemas pessoais e estou retornando esta semana....Tem post novo!
    Uma abençoada semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. passando para deixa rum abraço de
    boa tarde, com sabor de um cafézinho
    Gostoso junto desse poema
    Bjussss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  27. Que os ventos da paixão esteja sempre presente em tuas poesias, pois são magníficas! fico por aqui para não perder o caminho de volta. Um abraço poético!

    ResponderExcluir
  28. Muitas vezes é preciso deixar que o " vento" leve o que não temos coragem de deixar ir embora. Bjs

    ResponderExcluir
  29. E é disso q precisamos, Felisberto, de bons ventos, q eles trazem amor. Abçs.

    ResponderExcluir
  30. Se os olhos se inundam de lágrimas, o melhor é mesmo deixar o vento arrancar o amor do coração como forma de eliminar sofrimentos. sds daqui, Ju! beijos

    ResponderExcluir
  31. Felix,
    o vento que trás também leva, porque tudo na vida pode ser mutável, mas ainda assim, os sentimentos sólidos parece que ainda se fortificam com o 'vento', uma espécie de ventania da paixão. Acho que fugi um pouco do tema, mas pensei nisso :)

    Beijos!

    ResponderExcluir

  32. Olá Felis,

    Versos repletos de sentimento.
    É a poesia falando à alma do leitor.

    Beijo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página