Vazio

Ao anoitecer, há tal soturnidade, há tal melancolia, que as sombras,a escuridão,despertam-me um desejo absurdo de sofrer. 
Fico preso dentro de um mundo que ora vem, ora fica.

Ando pela casa toda,de um lado para outro, olho a cama imensa, sinto o vazio da ausência, no criado mudo, o retrato mudo, silêncio em tudo, silêncio absurdo.
Era quem me guiava, me ajudava,a cada dia que passa, no todo, o tudo do nada, não consigo fazer mais nada, não sobra nada, quer queira ou não queira, fingir querer e não resolver.

Fico pensando nos momentos que passamos juntos,e o começo de tudo, quando a vi no alto da colina, no trecho estreito, na espreita , era tarde da noite, a iluminação somente uma lua suave e toda a aura fantástica que havia criado, mãos dadas, juras de amor eterno, promessas de  não ir embora, antes de mim.

A vida tem um quê de mistério, estranho demais ver e não conseguir enxergar o que um dia acreditou ser.  
Me enganou, me iludiu,foi embora com o meu coração.
Doença, presente, eminente, iminente. 
Onde estiver, me espere... 

Quero fazer do amor na Terra, rascunho de uma história com final feliz, que terminou cedo demais...
Imagem:Google
 Up
 26, 27 e 28/Setembro/2013

Comentários

Descer Página
  1. É muito difícil esse vazio e acreditarmos naquilo que achávamos que seriamos felizes.
    Mas com o tempo,acabamos compreendendo e ficamos somente na saudades.

    Lindo texto amigo Felis.

    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quando sentimos escuridão na alma deslocamos para a noite a sensação vivida...parece justificar a melancolia da ausência de alguém especial que nossa mente elaborou ,mas que no íntimo já sabíamos passageira. Meu querido não sei se esta dor é real ou fruto da forte imaginação do poeta sensível e doce que você é, de qualquer modo o que passa de veracidade é fantástico. Parabéns pelo belo texto sobre asolidão.

    ResponderExcluir
  3. IMÁGENES QUE PERTURBAN LA CALMA. EXCELENTES TUS LETRAS.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  4. Ah, amigo querido, poeta que sabe expressar em versos as dores do amor que em muitas pessoas deixam o vazio, a tristeza da ilusão desfeita!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. O sofrimento e a solidão estão muito bem expressos!
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Uma das piores coisas é sentir esse vazio na alma,especialmente por um amor perdido!Ficou lindo e comovente seu poema!bjs,

    ResponderExcluir
  7. FELISBERTO:A noite também sinto-me assim...àquele vazio!!!Saudades de algumas situações...!
    Amigo, sempre há outras portas abertas, outros amores...!Que Deus acalme a sua alma.
    Beijos e um lindo dia!!

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Felis! :))

    É tudo tão triste no vazio da escuridão... é tão silencioso!
    Fiquei muito impressionada como consegue colher palavras que combinem tanto e todas que expressando a extrema melancolia ocasionada pela solidão, pelo rompimento..

    São muitas dores, muita tristeza!
    Mas quem disse que também não é bonito?
    É lindo!!

    Adorei estar aqui amigo!
    Você é sempre magistral!
    Tenha um final de semana maravilhoso!!

    ResponderExcluir
  9. Nossa! Que lindo amiga. Um texto forte, repleto de sentimentos de tristeza e de amor. Muito lindo, amei e me emocionei... Bjimmmmmmm

    ResponderExcluir
  10. Olá Felisberto!
    O vazio na alma é um sentimento ruim, a solidão é ruim demais, não consigo ficar só.
    Espero que esse vazio passe em sua vida que o seu amor venha logo p/ preenchê-lo.

    Bjs, sucessos sempre!

    ResponderExcluir
  11. Barbaridade...amei, quem nunca passou por esse tipo de vazio, sensação de abandono e perda. Como sempre retrataste muito bem as dores da alma.

    ResponderExcluir
  12. Querido Feliz,

    Interessante, em 24 horas é o segundo tema que fala sobre o vazio.

    Não gosto de sentir o vazio, ele parece uma assombração que procuro sempre espantar. É uma sensação ruim.

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Felis!
    Nossa própria presença pode preencher qualquer vazio.

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  14. Olá querido, há tempos não visito vocês... saudades daki. Lindo poema!

    "Sinto o vazio da ausência, no criado mudo, o retrato mudo, silêncio em tudo, silêncio absurdo..." A falta de alguém querido dói demais e a sensação de vazio que fica é muito grande mas devemos procurar meios de nos refazer, nos preencher e prosseguir com saudades ás vezes, mas sempre com lembranças felizes das experiências que compartilhamos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Ainda que "vazio"... precisamos torna-lo um "vazio fértil" preenchendo o silencioso mistério da vida!
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  16. Oh meu poeta lindo, as vezes me sinto assim, nesse vazio escuro, mas sabe que o amor vence tudo, e aqui conseguiu retratar um amor que foi embora.....com jeito a gente preenche esse vazio,bjussss

    Abraços com carinho

    └──●► ¸.·*Rita!!

    ResponderExcluir
  17. Ola, boa noite, que tal!
    outro texto magnífico, puramente de cepa "felis".
    Nostalgia que perturba a calma, melancolia que retorna do passado e revive a dor da ausencia... definitiva?
    Tenho certeza que nao.

    Beijos, hasta amanha, vou dormir agora, levanto-me cedo e é tarde ja *:)

    ResponderExcluir
  18. Olá Felisberto!
    Tudo bem?
    Esse vazio é a pior sensação que existe, você sente e ao mesmo tempo não sente.
    Bj

    ResponderExcluir
  19. En ocasiones sentimos un amor profundo pero lamentablemente dura poco tiempo y solo nos queda recordar esos instantes.

    Un saludo Felisberto

    ResponderExcluir
  20. Felisberto, não sei pq, ao ler seu texto, lembrei-me da tristeza poética de Renato Russo. Bom finde.

    ResponderExcluir
  21. Hi Felisberto ..
    How happy I was to see you again..many friends on blogspot forget me now that my side Night Lady is closed but I will soon open it for a while ..
    Glad you like to see my city .. Now I wish you a wonderful and nice weekend and came soon and visit me again .. Hug Nicki

    ResponderExcluir
  22. Olá poeta,bom dia!
    Uma poesia bonita muito embora triste por se tratar da perda de um amor,mas a vida é isto e se aprende muito também em se perder.Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Realmente a escuridão que habita em nós reflete mais a noite, por isso mesmo que procuro sempre logo após ao por do SOL fazer aquele Happy hour para que a mente se encha de luzes cintilantes, (digamos aconchego, junção, felicidades, amor, ai estaremos bem iluminados.
    Mais uma para nus deliciarmos com uma boa leitura.
    Abraço
    Abraço

    ResponderExcluir
  24. Gostei deste comentário:

    "Nossa própria presença pode preencher qualquer vazio ..."

    ResponderExcluir
  25. Até no breu seu texto brilha , Felisberto . Beijos

    ResponderExcluir
  26. Parceiro, boa tarde.
    Caraca, sem demagogia, estive em períodos EM OFF e senti falta de ler seus textos que possuem uma identidade única. Não que isto não ocorra com outros parceiros, porém, seus escritos têm um diferencial. Quando lemos, é de uma sensibilidade incrível, que não conseguimos distinguir nada além do poeta / escritor e da identificação com este poeta / escritor.
    Penso que se escrevesse como DarkWriterBr, em total anonimato, não poderíamos decifrar de quem poderia se tratar. Seus escritos diferenciam-se dos poetas masculinos e femininos, são agêneros e, com isto, adquirem o poder de atingir a qualquer público.
    Não entendo porque estes sentimentos de vazio, quando não se está bem, costumam atingir as pessoas mais no período noturno, nas madrugadas insones em específico. Questiono o que contribui para isto, talvez a inércia de todos estarem dormindo e, com isto, o silêncio ao redor desperta o barulho da mente:

    "Ando pela casa toda,de um lado para outro, olho a cama imensa, sinto o vazio da ausência, no criado mudo, o retrato mudo, silêncio em tudo, silêncio absurdo".

    Ou seria a herança que se carrega da infância acerca de que a escuridão, o obscuro seja algo ruim e dependendo o é?

    Como cito em Ironia do Destino:

    "A escuridão só é boa quando ela é buscada".

    Mais uma excelente prosa poética.
    Meus muitos parabéns.

    Abraço e uma excelente sexta-feira.

    ResponderExcluir
  27. "A vida tem um quê de mistério, estranho demais ver e não conseguir enxergar o que um dia acreditou ser".

    Esta frase me arrebatou!
    Beijos,
    Pâmela Rodrigues

    ResponderExcluir
  28. "A vida tem um quê de mistério, estranho demais ver e não conseguir enxergar o que um dia acreditou ser".

    Esta frase me arrebatou!
    Beijos,
    Pâmela Rodrigues

    ResponderExcluir
  29. Boa noite poeta!
    Quando temos o coração a sangrar... a escuridão da noite...e a solidão são duas companheiras maravilhosas...
    Transparece na sua prosa poética uma grande sensibilidade.
    Abraços.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  30. Boa noite poeta!
    Quando temos o coração a sangrar... a escuridão da noite...e a solidão são duas companheiras maravilhosas...
    Transparece na sua prosa poética uma grande sensibilidade.
    Abraços.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  31. Com todos os obstáculos que a vida nos prepara,
    consigo superar as barreiras e passar a ter esperança ,
    que tudo poderá ser melhor.
    È muito bom ter alguém especial como você,
    uma amizade , que posso contar sempre ,
    que for preciso.
    Que ,Deus não permita , que venha perder a
    alegria de viver.
    Que , eu possa ser benção
    na vida de todos ,
    que nossa amizade seja
    pra sempre baseada na fé e no amor.
    Um abençoado final de semana.
    Beijos no coração e afagos na sua alma.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  32. O vazio e a escuridão costumam ser 'parceiros' e causam as mesmas coisas. Poema triste e tocante. abraços.

    ResponderExcluir
  33. Amigo,

    Qualquer tipo de solidão é horrenda, e uma das piores é do final de um relacionamento. Não é uma dor eterna, mais é eterna enquanto dura. Mesmo com um amor do lado, sentimo-nos sozinhos, deprimidos, é uma dos mistérios da vida. As vezes me pego nesse vazio profundo, mas a poesia me liberta aos poucos desse mundo.

    Muito bom o seu texto,
    Parabéns sempre !

    Abraços,
    Dan.

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Felis, o vazio é para ser preenchido,e quando cheio é para transbordar.Sentir o vazio tem que nos levar a saber o que fazer com ele.

    Mais um texto com maestria. Tenha um abençoado fim de semana.Bjs

    ResponderExcluir
  35. Meu querido belo jovem que tristeza de solidão! É um vazio sem fim, que só acabará com o preenchimento de outro amor. Tudo passa, ainda bem!
    Beijinhos em seu coração...

    ResponderExcluir
  36. Creo que es un sentimiento que llevo actualmente de vacío absoluto.
    Me sentí muy identificada con tus letras.
    Abrazos, bello comienzo de semana!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página