A carta já amarelada

(...) esquecida na caixa, a carta já amarelada.
Deixando a caixa aberta no chão, na frente dos pés, girou o corpo, para ficar de frente para o fluxo da luz e começou a ler.
Acelerou a leitura com uma mistura de tristeza e irritação, incomodado com a inesperada lágrima que teimava em cair. Soluçava, chorava , lamentava. Sentiu um cansaço físico intenso. Cansaço igual ao de quem chorou copiosamente.
Chorou enquanto lamentava os últimos anos.Chorou por amar e não conseguir esquecer. Chorou ao encontrar a velha carta amarelada pelo tempo e que nunca foi entregue...

Olá! 
Sempre vivemos uma amizade aberta , verdadeira e com muito respeito.
Só que de repente, desde o dia que te conheci, a minha vida mudou completamente.
Tudo em você, é incrível, belo e transparente.
As vezes nada disso parece real.
É difícil de acreditar que estou apaixonado por você.
As vezes chego a pensar que antes de vivermos neste mundo, fomos eternos namorados.
Quero que compreenda meu erro, pois sei que é apaixonada por outro.
Não sei bem o certo...
O que sei é que nasceu um grande amor.
O meu por você.
Mas meu coração pede para ser sincero.
Pode ser uma fantasia, sonho ou ilusão.
Quanto mais meu coração diz que é um engano.
Mais eu te amo!
Um beijo para você...
Amiga!
Imagem:Google
07, 08 e 09/Outubro/2013

Comentários

  1. Belo alvorecer meu menino grande!
    Somos e fomos felizes, pois vivemos a época da carta escrita e das declarações de próprio punho, das cartas perfumadas! Por isso mesmo, jorramos "AMOR"!
    bjs de bom dia !

    ResponderExcluir
  2. Olha isso!
    Uma carta perdida no tempo...
    Sabe amigo, há um tempo atrás, eu escrevi dezenas de cartas de amor, sufocadas por um turbilhão de sentimentos que sentia dentro de mim, depois com muitas cópias eu sai pela minha cidade, numa rua que tem muitos sebos, fingindo querer encontrar algum livro e ia colocando as cartas dentro dos livros, imaginando a reação de quem as encontrasse.
    Escrevi com paixão e amor, de um jeito intenso e verdadeiro.
    Durante dias fiz isso, depois descobri novos sebos e fui fazendo isso.
    Loucura?
    Que nada! Eu precisava dizer e gritar um amor que até então era impossivel, hoje a mais doce realidade. E as cartas? Estão por aí...
    bjs
    Excelente semana
    Ritinha

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Felisberto. Eu acho que se eu fosse apaixonada por alguém que não me correspondesse, eu nada diria. Acho que criaria uma situação constrangedora... aliás, acho não; tenho certeza, pois isto já me aconteceu. Talvez eu demonstrasse de outras formas, mas quando não rola, não rola mesmo... mesmo assim, a carta é linda e sincera, e quem sabe, eu esteja errada... tenha um lindo dia, e uma semana cheia de boas notícias!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal, a gente percebe a paixão no que vc escreve. A vida as vezes é cheia de cartas amareladas ...


    abraço
    Daniel
    www.feitonahora.com

    ResponderExcluir
  5. Muito legal, a gente percebe a paixão no que vc escreve. A vida as vezes é cheia de cartas amareladas ...


    abraço
    Daniel
    www.feitonahora.com

    ResponderExcluir
  6. Bom dia amigo Felis!!!
    E ter um momento assim na vida não é nada fácil para ambos...
    Graças a Deus não passei por isso.
    Amor é muito bom, mas tem de ser correspondido em tempo hábil para ser perfeito.
    Feliz e Abençoada Semana!!!
    Abraços...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia querido Felisberto! Quantas coisas deixamos engavetadas? Muitas néh... As colocamos bem lá no fundinho... e porque? Porque nascemos com esse medo bobo de tentar e fracassar. A decepção nos machuca... Mas acredito que deixar de tentar nos é muito pior... É-nos tortura em lentidão. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  8. Bom diaaa
    Quantos sentimentos,nem o tempo consegue apagar o que é verdadeiro.

    ResponderExcluir
  9. Uma carta perdida no tempo!...Quanta saudade!
    Um abraço
    Élys

    ResponderExcluir
  10. Que lindo, ainda tenho todas as cartas da época do namoro com o Waldir esses dias mesmo separando uma fotos li algumas rs era tão bom, ele deixava sempre debaixo da porta do meu serviço como eu abria a firma já me deparava com a bela surpresa....

    ResponderExcluir
  11. Ainda gosto de reler as documentos, revistas livros e atá as cartas amareladas, nos remete a viver de novo o que em outrora vivemos.
    Muito bom ler também as suas cartas amareladas.
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo, quando eu era adolescente tinha mania de escrever cartas que nunca eram entregues, uma pena que em um dia de rebeldia eu queimei tudo, seria divertido lê-las hoje! rs Abraçossss

    ResponderExcluir
  13. Olá, Felisberto.
    Às vezes eu penso que se pudéssemos escolher por quem nos apaixonamos, seria tudo mais fácil. As pessoas chegariam a um acordo e se gostariam mutuamente. Mas na vida real não é assim. Gostamos, sim, mas nem sempre há correspondência de sentimentos. Independente disso, acho que devemos assumir os riscos e ousar expor o sentimento. Nunca sabemos ao certo até que ponto vamos tocar a pessoa amada, até que realmente nos mostramos.
    Acredito que os amores que nascem de amizades são aqueles que têm tudo para dar certo, mesmo que não ocorram na primeira tentativa.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Felis, seu texto me fez lembrar um fato que aconteceu na minha vida.
    Eu tenho uma caixa cheia de cartas que recebo de amigos e as cartas que recebi e recebo até hoje da minha noiva. Uma vez uma pessoa me perguntou - Porque é que você guardada estes papeis a tanto tempo? Respondi, simplesmente - Nestas cartas tem vida.

    E carta é assim... Guardo todas que recebo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Olá Felisberto!
    Tem pessoas que expressam no papel o que sente e não tem a coragem de falar, deixa os sentimentos fluírem com tudo que sai do coração.
    Falar pra pessoa amada que a ama com certeza vai deixar a pessoa pensativa e depois virá a recompensa muitos beijinhos, rsrs.

    Feliz semana!
    Abraços,
    Andréa

    ResponderExcluir
  16. Cartas de amor são delicadezas indescritíveis . Parabéns pela postagem , Felisberto . Boa semana . Beijos

    ResponderExcluir
  17. Felis q lindo como sempre , emocionante.E essa sua amiga , hein? Teve estar super feliz kkkkk
    Abçs e boa semana

    ResponderExcluir
  18. Olá Felizão meu amigo!

    Mais uma bela postagem. Dá pra ver coração nos seus escritos!

    Parabens meu amigo!!!

    ResponderExcluir
  19. Boa Noite, amigo Felis

    A carta amarelada tem um sentido de uma amor que se perdeu no tempo, ficando esquecida. Uma carta linda e sincera, Amar este amor não esquecido pode ser bom ou não. Depende da pessoa que Ama, e guarda as cartas como a vida. E na vida as cartas estão na nossa frente, para vencer as batalhas da vida, os momentos felizes, são mais importantes. Ser totalmente feliz, no meu ponto de vista, acho que o ser humano não é totalmente feliz, mas pode ser feliz por saber valorizar o que ele tem dentro de si, que é o Amor e o respeito ao próximo. Ai começa a felicidade de todos os homens. Se todos fossem igual, o mundo seria tudo igual. E não é, há divergências no pensar, no falar, nos gostos e valores. E te digo amigo: Um valor que prezo muito na vida é o respeito e a dedicação mútua entre os seres humanos, principalmente na família e nos amigos.

    Deixo aqui meu carinho e amizade por você.

    Tenha uma abençoada semana. Bjs

    ResponderExcluir
  20. São estas cartas amreladas pelo tempo que revelam toda espontaneidade de um amor interiorizado que resistiu ao tempo, porque ainda amor! Jóia preciosa guardada , mas não esquecida. Belo texto Felisberto!

    ResponderExcluir
  21. Hi Felisberto ..
    Thank you greeted and fun that you now know that Cinnamon Bun Day is October 4th .. Here in Stockholm, it is now a beautiful fall day with beautiful colors and sunshine can not be better .. Have a nice day hug Nicki

    ResponderExcluir
  22. Geralmente, o amor entre amigos é platônico e um dos amigos luta contra esse amor, contudo, ele pode ser tão forte que não tem como resistir. Abçs

    ResponderExcluir
  23. Aah essas cartas... belíssima declaração Felis, linda. E ficam as lembranças e a saudade...

    Beijos e um belo dia pra vc :)

    ResponderExcluir
  24. Olá Amigo!
    Parabéns Por Escrever Palavras Tão Lindas!
    Me Deu Até Vontade De Voltar A Amar Com Amor Romântico(Mas, Melhor Não!).
    -Atualmente Me Restrinjo Ao Amor Fraternal- De Qualquer Forma,
    É Ótimo Saber,
    Que "Há Vida Lá Fora!"
    Bjs, T'Lov, Z

    ResponderExcluir
  25. Meu poeta lindo, que bom quando eu recebia essas cartinhas...hj quase ninguém faz isso....e temos certeza que muitas ficaram por ai , guardadas e amareladas pelo tempo...e por falta de coragem alguém não enviou

    E um amor não aconteceu!!!!!

    Bjuss com carinho

    └──●► ¸.·*Rita!!

    ResponderExcluir
  26. Felis, muito boa tarde querido poeta!
    Seu belo texto de hoje tocou o meu coração, como sempre faz!
    Trouxa boas lembranças das cartinhas que eu tinha guardado. De namorado, apenas duas, mas várias de amizade que eu adorava reler quando a saudade apertava!! Elas estavam como você mencionou: amareladinhas pelo tempo!

    Mas, um belo dia, sem o meu conhecimento, minha caixinha de madeira, meu pequenino tesouro onde eu guardava as cartinhas, foi invadida por maldosos cupins famintos...rsrs
    Quando descobri, já era tarde demais! Inclusive o meu passaporte que estava junto( uso pouco) hehe também ficou destruído...

    É uma pena que a carta nunca fora entregue: por isso que ficou muito mais doído e sofrido...
    As palavras de amor, em algumas circunstâncias, podem ferir muito mais não é mesmo amigo?
    Beijos grandes e parabéns por mais outra bela obra de arte!
    E uma semana maravilhosa e intensa!

    ResponderExcluir
  27. Ah carta de amor! Como já escrevi tantas! Tempo bom! Hoje já não vemos mais isto.
    Belo post!!!
    Beijinhos belo jovem...

    ResponderExcluir
  28. Ah, a carta que não foi entregue, as palavras que não foram ditas...
    Tenha lindos dias. Bjs

    ResponderExcluir
  29. Eu não tenho nenhuma carta de amor guardada, mas tenho cartinhas ou cartões enviados por amigos, seja por motivos natalinos, seja aniversarios ou mesmo viagens. Estão todos amarelados! :)

    bjs

    ResponderExcluir

  30. Olá querido,

    Sempre penso que é melhor arriscarmos e nos decepcionarmos de vez do que ter algo mal resolvido no coração. De repente, se a carta tivesse sido entregue, ela poderia rever seus sentimentos e quem sabe, descobrir que no fundo a afinidade que sentia pelo amigo fosse mais do que apenas um sentimento de amizade.
    Só resta a ele destruir a carta para não mais sofrer ao relê-la. Se a vida decidir, poderá recolocá-los frente a frente e no tempo certo.

    Lindo o texto. Adoro este tom romântico que lhe é peculiar.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  31. Que texto bonito, Felis. Ainda terminou com uma tocante declaração. A junção foi perfeita. Abraços.

    ResponderExcluir
  32. A forma como vc lida com as palavras, me deslumbra em emoções, bjos querido amigo!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário