Bastidores de uma postagem

Bastidores em cena
Primavera, a luz da lua entrando pela janela do quarto aberta, deitado sobre o joelho da "ABC", a conversa rolava solta.
-Puxa vida, tenho que escrever algo para postar no meu blog.Tem alguma ideia?
-Ahahaha, do jeito que você está rindo à toa, achando graça e fazendo piada em e de tudo, o ideal é você fazer uma crônica sobre..."hoje entendo o momento de sempre viver a vida intensamente e feliz"...alegre?contente?
-Eu,né? Achando graça e fazendo piada de tudo?Só sei que nadam seis e se você tem ideias para me dar,não venda. Fala logo!hehehe!
-Quero que você escreva algo meio tristinho, que sei que é difícil para quem está tãooooooooooooooooo feliz ultimamente!
-Ah é? Vou fazer , mas antes, já que não tem nada que preste na televisão, que tal se a gente saísse e fosse se divertir um pouco?
- Ótima ideia !Vamos!
- O primeiro que voltar deixa a chave embaixo do capacho! 

(̾●̮̮̃ ̾•̃̾)

Desencontro
Estou só, busco preencher um vazio, 
vago sem rumo, preciso de um prumo, para iluminar meus caminhos.
Sinto que estou a me dividir aos poucos, o raciocínio parece desconexo, confuso demais para articular os vocábulos e os sentimentos corretamente.
Já não sei muitas coisas, já não sei nada do que sabia.
Puro desencontro da razão e da emoção.

Os sonhos adormecidos, ressabiados. 
As ilusões trancafiadas num baú, escondido em lugar incerto e não sabido. A liberdade conquistada sumiu. A vontade desapareceu e as lágrimas molham o meu rosto, 
Quero gritar, libertar-me desta sensação.
Encontrar-me, outra vez.
Abrir as asas e sonhar, vou voar.
Que me levem muito distante. 
Alcançar as barreiras do limite. 
Ir para além daquilo em que acredito e desenhar os sorrisos. 
É assim que eu me sinto...
Fim do papel, versos jogados que ficaram pela metade, esquecendo que, às vezes,  tudo começa acabando...

Às vezes é necessário
Morrer um pouco
Para viver de novo...
Imagens:Google
17,18 e 19/Outubro/2013

Comentários

  1. Nossa Felis que legal, sua criatividade impressiona !

    A conversa com a ''ABC'' ficou bem dinâmica...
    E o poema muito belo !

    Parabéns !

    Beijos !

    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Ufa...Meu Deus do Céu...Já postou bem cedinho. E o dialogo ficou muito bom.

    Linda Poesia!!!

    Preencher o vazio, você vai encontrar seu rumo, será iluminado seus caminhos.

    Os Sonhos Adormecidos serão fortalecidos, no amanhecer na hora que o Sol nascer, com o brilho para você.

    Amigo, olha uma imagem na lateral do meu blog. Dois seres fazendo amor, num único ser kkkk

    Tenha uma bom dia Felis

    Beijos

    Nati

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ficou muito bom o jogo das palavras,
    Beijos e bom dia Felis

    Ah, eu fui no festival de Porto Alegre semana passada, depois veja em duas postagem atrás e lembrei e vc. Havia um rapaz que como vc, proporciona de um blogueiro e outro se conhecerem através das postagens

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ficou muito bom o jogo das palavras,
    Beijos e bom dia Felis

    Ah, eu fui no festival de Porto Alegre semana passada, depois veja em duas postagem atrás e lembrei e vc. Havia um rapaz que como vc, proporciona de um blogueiro e outro se conhecerem através das postagens

    ResponderExcluir
  5. Acabo de escrever que a realidade de um poema bem desenvolvido e com nuances que se fala de amor felicidade encontro e desencontro faz alimentar a alma.
    Você é realmente um escritor bem sucedido quando faz uma conversa com o ABC e descreve um sentimento como poesia.
    Gosto.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Bom Dia.
    Amei a sua postagem.
    Como sempre com belíssima frases.
    As vezes e necessário morrer um pouco para viver de novo.
    Um ótimo dia

    ResponderExcluir
  7. Bom dia amigo Felis!
    Gostei, quando fico sem saber o que escrever, meus pensamentos entram em cada enrascada, pois aí é que eu começo a desanimar, mas não se pode, quem gosta de escrever tem de achar, custe o que custar algo para postar, todo mundo passa por situações assim, sabe que tem dia que também sinto que nada sei?
    Fica um tremendo vazio, acredito até que é assim que as pessoas entram em depressão, pois se deixar isso acontecer mais vezes, vira mesmo algo ruim!
    Criatividade, é isso, precisamos ter sempre criatividade!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia meu poeta lindo!!!!

    E quem disse que quando estamos felizes náo sofremos tbem....a sua criatividade, è divina...esse dom è abencoado por Deus....ABC acabou dando uma ideia que valeu a pena
    Elogios para o poema triste mas cheio de encanto....bjussss com carinho

    :::::::::::Rita!!!!

    ResponderExcluir
  9. Me encantei: Às vezes é necessário
    Morrer um pouco
    Para viver de novo...


    bjokas =)

    ResponderExcluir
  10. Adorei essa conversa amigo Felis!
    Você criou um poema,justamente da maneira que nos sentimos.
    bjs amigo
    Carmen Lúcia-mamymilu.

    ResponderExcluir
  11. Oi Felis, boa tarde amigo e poeta cada vez mais rico!
    Riquíssimo demais em criatividade em elaborar contos, histórias e poesia...

    Puxa, que técnica impressionante! É pioneira, com certeza! Você consegue me levar para o mundo dos personagens em um belo diálogo, tão natural, tão real e quando percebo, já estou imersa na solidão de um pensamento poético!

    Amei a poesia, tomara que na próxima vez a nossa amiga "ABC" deixe- o falar de coisas alegres e não tristes..hehehe
    Eu sei que poetas se inspiram muito em contrastes.... mas sei que na seguinte será bem diferente, pois tudo muda de repente não é mesmo?

    Sempre lindos versos amigo!
    Obrigada!
    * OBS- Também adorei o símbolo do outubro rosa que colocou em seu blog! Ficou perfeito o rosa contrastando com o azul! Chamou muito a atenção amigo! Obrigada pela força e pelo alerta contra o câncer de mama!

    Beijos e um final de semana maravilhoso e intenso!!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Felisberto tudo bem?
    Adorei os dois poemas, as vezes pedimos ideias pra posts, ficamos meio sem criatividade ou não sabemos colocar as coisas.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Olá, amigo Felis
    Tenho andado assim rindo de tudo ultimamente... será contágio??? rs...
    Quanto ao 'poema de baixo'... tenho procurado guardar energia para o que há de vir... nem só de consolação vive o homem...
    Hoje, estando numa consulta de praxe, o médico me disse que viu certas situações inusitadas para salvar vidas humanas, confidenciou comigo como é árdua a sua missão...
    Tem tanta coisa de sofrimento por aí que não vale a pena estarmos jogando fora a nossa felicidade gratuita como Dom Divino...
    Gosto de vir por aqui e obrigado pelo lindo cometário na madrugada...
    Bjs fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir

  14. Olá Felis,

    "O primeiro que voltar deixa a chave embaixo do capacho!"-rsrsrs. Esta foi demais!
    Adorei este papo de bastidor de postagem.

    O tom melancólico do texto poético o enriqueceu. Razão e emoção nem sempre caminham juntas.
    "Desenhar sorrisos" é uma bela imagem poética.
    E é morrendo que renascemos.

    Tudo muito lindo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Oi Amigo Feliz!

    Fiquei quase a tarde toda sem net,

    e vim aqui te avisar, caso vc for

    fazer, primeiro você monta uma imagem

    no PSP, ou outro editor gráfico.

    Depois de pronta, você irá usar o

    Animation Shop 3. Os dois programas

    são juntos, você deve saber....

    Ai, tive essa ideia, fazer aquilo

    lá, hoje caí da cama, 4 hs da manhã,

    ai perdi o sono, pq tenho que

    acordar cedo, e fui ao blog colocar

    o Animation e vi sua atualização.

    Você tb caiu da cama?

    Bom, já reli e parabéns amigo.

    De vez em qdo é bom falar uma coisa

    para animar o dia.

    Abraços

    Boa Noite...Vou nanar daqui

    a pouco...estou caindo de sono...kkk

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Somos realmente um poço de contradições ...E é bom que assim seja, senão como encontrarmos a nós mesmo neste emaranhado de emoções que sempre estão a nos desafiar? Não escrevemos movidos apenas pela inspiração em sí , mas por algo mais contundente que nos alavanca para tal.Como sempre ler teus textos é motivador e identificador . Abração, menino grande!

    ResponderExcluir
  17. Amigo gostei muito dos Bastidores em Cena e do Desencontros...vc é ótimo desde a comédia ao drama heheh
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. São os ciclos da Vida , nāo é ? Adorei o post , Felisberto . Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Gostei da postagem e muito do seu final, acho que o gosto é geral:

    "Às vezes é necessário
    Morrer um pouco
    Para viver de novo..."

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  20. "As vezes é necessário morrer um pouco para viver de novo"... Até arrepiei!
    Felis, querido, que prazer é ler você!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  21. Não sei se gostei mais dos 'bastidores' ou do 'desencontro'. Me diverti com o primeiro e me emocionei com o segundo. Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Isso, Felisberto, de morrer e viver fazemos todos os dias, os passos é que dirão o sentido de tudo isso, caminhamos. Abçs.

    ResponderExcluir
  23. Caro Felisberto

    Primeiro o dialogo nos bastidores. Depois a peça com o seu final bem visto: por vezes é preciso morrer um pouco (aqui, caso, apagar-se), para recomeçar a pensar a vida de novo.
    obrigado pela visita.
    Deixo um abraço

    ResponderExcluir
  24. Acredite na fé, na força,
    na esperança e
    na razão que temos para viver.
    Acredite na força do amor
    que enriquece o ser humano.
    O amor é o bem maior ,
    que podemos ter para oferecer
    aos nossos semelhantes.
    Com muito carinho venho desejar
    um abençoado final de semana.
    Beijos paz e luz.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  25. A luz da lua entrando pela janela
    No quarta dela entrou
    Estava o amor com ela
    Mas a lua não os incomodou.

    O quarto dela iluminou
    Quando ela delirava
    Porque a janela não fechou
    Fechada o amar não entrava.

    Aberta a deixou
    De nada se escondia
    No quarto dela a lua entrou
    Deixou felicidade e alegria.

    Bom fim de semana para você,
    amigo Felisberto Jínior, um abraço
    Eduardo

    ResponderExcluir
  26. Olá! Achei piada à conversa do início.
    O texto seguinte ficou muito bonito.
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  27. Olá Felis,passando para desejar à você um ótimo final de semana

    bjs amigo
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderExcluir
  28. Oi amigo, adorei esses bastidores!
    Ótimos post, abraços!!

    ResponderExcluir
  29. Olá amigo, as vezes me sinto assim quando tenho que postar em outros blogs que participo que não o meu, tipo no Recanto das mamães blogueiras, fico sempre pensando, meu Deus o que postar kkk
    Adorei a frase final do poema, as vezes é necessário morrer um pouco para viver de novo, e melhor né, concordo! Abraçosss e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  30. Olá Felisberto!
    Você é super talentoso, viajo nos seus textos, rsrs.
    Parabéns, vc é d+!

    Abraços, bom fds!

    ResponderExcluir
  31. Felix-Poeta!
    Eu vou, mas eu volto :)

    Adorei os bastidores, além de criativo, ficou uma abordagem pop e um tanto dia-a-dia mesmo. E a combinação deles foi ótima. "Negociar" às vezes é sobreviver :)

    Quanto ao poema, muito belo, palavras sensíveis que transcendem qualquer vazio.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Já me fez chorar sr Felis(z) você sempre consegue. Eu tive que morrer um pouco, para poder viver de novo, e passar por isso não é fácil e nem prazeroso. É uma tristeza sem fim. Bom, quase sem fim, pois ela diminui a intensidade, mas não acaba, fica lá no fundinho do coração. De coração, amei suas palavras e compartilharei a frase final no meu blog :D
    Xau..

    ResponderExcluir

Postar um comentário