Lembrança física

(...) entrou e fechou a porta atrás de si.
 A cabeça está cheia de memórias,  que   marcaram de uma maneira tão imensa e intensa e fazem mais do que uma pequena diferença.
O tempo voa  e a cada segundo que passa,  a certeza de levar aquelas memórias  para sempre.
 Mais do que uma foto, mais do que um bilhete, a  lembrança física e a  fascinação que satisfaz o anseio mais recôndito da sua alma.
 Na retirada de suas roupas  , a transpiração de outras mãos. 
Por detrás de cada gota,o solo incontido.
No eco que reverbera, um gemido de saudade...



      Imagem:Google

Comentários

Descer Página
  1. Los recuerdos nos hacen revivir momentos tan palpables que los vuelves a sentir plenos.
    Un beso Felisberto

    ResponderExcluir
  2. Sem palavras pra comentar de tao imenso!
    Lindo!Parabens!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Felis, como lembranças são doidas, lembranças do cheiro, da música, da voz...mas concordo que com o passar do tempo elas se transformam em saudades, que nos chegam sem sangrar e sim com um gosto bom...sabor chocolate rsrsrsrs.
    Bjo no coração meu querido amigo

    ResponderExcluir
  4. Boa noite amigo, tudo bem ?
    Sempre com belas palavras. Essa escrita em especial é forte, tratando da saudade como um gemido de dor. Alias, a saudade não é boa, ela vai mastigando dentro de nós, as lembranças, deixando-nos carentes, perdidos, é o amor que fica.

    Parabéns,
    Dan
    http://gagopoetico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Essa "Lembrança Física" é a que mais corroi o nosso íntimo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá Felis... o que dizer, a não ser, belas palavras que traduzem desejo e saudade...
    beijo e ótima semana pra vc.

    ResponderExcluir
  7. Tardeee Felis

    Sdd um sentimento danado que chega sem pedir licença. Invade cabeça e coração =)

    ResponderExcluir

  8. Querido Feliz,

    As lembranças profundas que nos tocam como homens e mulheres fazem suspirar, pois o desejo arrepia o corpo e a alma que ficam latejando pedindo voltar. Não sou muito de guardar eternamente comigo o que terminou, faço como chiclete, mastigo, sinto o sabor e depois cuspo. Então parto para o proximo sabor. De preferencia, refrescante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Que profundo Felis!
    Um sentimento assim tão intenso, faz a mente voar, voar...
    Bj

    Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir


  10. Compartir la vida nos hace más felices,
    compartir la alegría incrementa nuestra felicidad,
    compartir nuestras lagrimas libera nuestros sentimientos de un gran peso,
    compartir nuestros sueños nos brinda más posibilidades de alcanzarlos,
    compartir con los demás nos abre un mundo de posibilidades incalculables...
    Como incalculables son los aventajados latidos de las emociones,
    que diligentes parten a reunirse con las vivencias y rimas que tu intelecto
    ha expuesto para ennoblecer el espíritu de quienes las estamos leyendo.

    ¡Te deseo que disfrutes del comienzo de una maravillosa semana!

    Un abrazo besando las brisas
    Y un beso abrazando las sonrisas.

    Atte.
    María Del Carmen







    ResponderExcluir
  11. Nossa Felis, chegou a doer de tão real!

    Lindo demais!

    Linda semana pra ti poeta!

    ResponderExcluir
  12. Felis, boa tarde, as boas lembranças vivas, são sempre um manancial de felicidade que dispõe bem. O que escreves ficou assim lindo.
    Agradecimento carinhoso pela visita.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Simples e bonito como você Felis. Bem escrito como poucos.
    Beijo. D

    http://acontarvidodoceu.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  14. Que postagem intensa e profunda, Felis! Muito bom o curto texto! E adorei essa foto! Abçs!

    ResponderExcluir
  15. TU TEXTO ES MUY SIGNIFICATIVO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  16. Olá Felis. Como está?
    O cheiro nunca se esquece.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Olá parceiro. Boa tarde.
    Certa vez li um texto em um blogue, cuja blogueira desabafava sobre o término recente de um relacionamento e o quanto alguns objetos só de olhar a torturavam. Fiquei me questionando do quanto a mente humana pode nos pregar peças, Por que não conseguimos separar lembranças de objetos e encará-los como objetos que são? E pior ainda quando estas lembranças não ficam impregnadas apenas em objetos, fica esta lembrança física que descreve, muito viva. Acredito que com o tempo este tipo de lembrança vai esvaecendo, mas posso estar equivocado.
    Parabéns por mais um texto super bem escrito!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  18. Uau Felis, essa foto está tudo de bom e o texto então... Muito bom
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Meu poeta lindo que bonito nem sei
    o que dizer, parabenizar
    Elogiar
    E falar que continua romantico

    Tenha uma terça feliz

    Bjusss calorentooooooo

    -------------Rita

    ResponderExcluir
  20. E assim os amores se vão, deixando sempre algo de bom encravado em nossa existência emocional... A razão? Esta impertinente nem sempre deve ser levada tão a sério, sobretudo se quisermos a plenitude de certas vivências!
    Um abraço, "Poetão" Felisberto.

    ResponderExcluir
  21. Gostei da foto da água e fogo.
    Beijinhos da Tainá!!!

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde amigo! Paz e bem!
    Saudade é um sentimento que dói e muito.
    Parabéns por mais um belo texto!

    Bjs, sucessos sempre!

    ResponderExcluir
  23. Olá querido,
    Que texto, hein?
    Profunda intensidade nesta saudade.
    Há momentos vividos que marcam de tal forma, que já se eternizam desde logo. A lembrança física e esta fascinação referida chegam a doer. É o resultado da sintonia perfeita entre os corpos.
    "No eco que reverbera, um gemido de saudade..." - Linda construção poética.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  24. Felisberto lindo amei profundo, as lembranças sempre fica, Felisberto fique com Deus beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. As saudades, aquelas que são mais presenças do que ausência....

    Felisberto, menino! Você está se saindo um escritor muito versátil, heim?! Isso é para poucos, Félix!
    Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página