Há noites assim

Da janela contemplo o horizonte infinito de dois caminhos com rumos diferentes.
Escuto o barulho da chuva e o bater na porta da ausência de sua presença.
Dos meus olhos escorrem lágrimas com gotas vermelhas. Pela dor que me causou.
Deslizam lágrimas de tristeza. Sabendo que te perdi.
Caem lágrimas da saudade. Que não me deixa te esquecer.

Há noites assim...
 Que traz a saudade calada ante o adeus.
  O medo de fechar os olhos  e no amanhecer distante, um despertar carente. De seus beijos ardentes. De seu corpo quente.

Há noites assim...
Que o amor fala mais alto.
Vem a ansiedade da esperança , que antes do sol raiar, você voltará dizendo palavras que fazem a maior diferença...
Te amo!
Há noites assim... que durmo com medo do escuro e sinto-me inseguro, e quando acordo e acendo a luz, percebo que já tenho tudo...
... quando meu riso livre se prende em teu olhar, que ilumina a parte mais escura da minh’alma e  que  acalma os sonhos  turbulentos que insistiam em instalar-se em mim... 
...quando sinto cada pedacinho de afago e de carinho que tu me dás...
Há noites assim...que estamos dormindo gostoso e o telefone toca!
Era meu amigo, médico!
- Pô, my doctor, são quase duas da manhã! Isso são horas de ligar para alguém?
E ele me  diz:
- É, mas você não hesitou em me telefonar durante a noite, quando estava com suas crises de cefaléia em salvas.  Pois agora é minha vez: tenho um problema de encanamento e sei que você sabe mexer com essas coisas.
- Chama um encanador, uai?
-E você acha que vou ligar para um encanador , às duas da madruga? 
Suspirei , humpft,  fiz um  longo silêncio na linha e  disse para ele:
- Tá certo,  tem razão. Me diga o que está acontecendo.
Ele me explicou com detalhes  onde estava ocorrendo o vazamento. e eu lhe disse :
- Faça  o seguinte: pegue duas aspirinas de quatro em quatro horas e coloque-as na banheira. Se o vazamento persistir , amanhã de manhã você me liga...

   Mix
   Escrito e postado por ℱelisberto Junior

Comentários

  1. Parece-me que a perda maior é não aceitar a partida do outro.
    O coração de cada pessoa será uma ave que pousa come e dorme no interior da casa, mas quando chega a hora da partida nada nem ninguém o retém.

    ResponderExcluir
  2. hola, visitando su blog, bendiciones y saludos
    mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Poema lindo, Felis. E tb melancólico. Já a piadinha depois é ótima e nem conhecia. Abraços e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  4. A saudade do amor que sem reparar deixámos partir. Agora sobra-nos essa dor e esse grito que se estende como um manto e parece nos roubar os últimos suspiros.

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkk ... não pude deixar de rir da assistência prestada ... OMG!!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Olá, Féliz. Há noites assim. O amor sempre fala mais alto! A saudade tambem. Lindo amigo! Esse seu amigo é um mala. Será que a aspirina deu certo? KKKKKKKKKKKKKKK! Bjos e uma linda semana. Obrigada pelo carinho lá no meu cantinho!!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Felisberto tudo bem?
    Faz um tempo que não passo por aqui, estive meio afastada da blogosfera por motivos de saúde, ou seja tenho vários blogs para visitar. Gostei do ultimo texto pegue duas aspirinas... uma boa resposta.
    Bj

    ResponderExcluir
  8. Olá querido Felis,

    Tive que rir do último parágrafo. Chumbo trocado não dói, né? Afinal, médicos sempre se valem de paliativos quando perturbados à noite. Por que não dar o troco?-rsrs .Gostei do mineiríssimo 'uai'-rs.
    Noites deveriam ser apenas para dormir, relaxar e descansar, mas, algumas vezes, chegam trazendo melancolia, saudades e até o inesperado. Ainda bem que trazem a esperança no pacote, pois o novo dia poderá surpreender. Porém, nada melhor do que despertar e constatar que nossas angústias não passam de mero pesadelo.
    Lindo texto poético, amigo.

    Ótimos e felizes dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Felisberto, passei pela saudade que consome noites insones, depois de um adeus, e pela esperança de um retorno feliz. Depois, você me conduziu ao despertar angustiante que uma presença amada afasta, mostrando o quanto podemos nos considerar felizes. E terminei a leitura com risos, diante de uma receita não médica muito bem humorada. Valeu! Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Bom meu amigo! Paz e Bem!
    Texto perfeito p/ o dia 12, Dia dos Namorados, rsrs.
    Realmente, há noites escuras, mas a melhor noite é quando o amor
    fala mais aloto, não é? rsrs
    Adorei! ...quando sinto cada pedacinho de afago e de carinho que tu me dás..
    A do telefonema ninguém merece, rsrs.

    Bjs, ótima semana e sucessos sempre!

    ResponderExcluir
  11. Há noites assim que começam com lágrimas e podem terminar com risos :)
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  12. kkkkkkkkkk meu poeta lindo gostei

    Um triste poema de perda e depois um escrito bem alegre
    elogiando vc mais uma vez desejo que esteja bem e feliz
    Voltei estou aqui para tomar meu famoso Coff deixo meu abraço
    de sempre

    Abraços e uma feliz semana!!!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  13. Ah ah ah! Excelente!
    Juntou um poema com uma anedota para descontrair.
    Realmente, há noites assim.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  14. Olá passei passei para desejar um feliz final de semana!
    Super beijos da Tatá!

    ResponderExcluir
  15. Boa noite amigo Feliz!!!
    Boa noite Bandys!!!
    Feliz, li seu comentário no blog da minha filha e agradeço por me avisar.
    Espero que esteja tudo ótimo por aí.
    Adorei o texto...triste sim...mais não deixei de sorrir ao final...rsrsrs
    Tenham uma semana feliz e abençoada!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  16. Ola caro amigo,retornando depois de prolongada ausência e enviando meu grande e saudoso abraço e também esperando que tudo em tua vida esteja de "vento em popa" como está em tuas excelentes postagens.SU

    ResponderExcluir

Postar um comentário