A certeza

Sozinho na noite cortada de trovões, raios e relâmpagos. 
Ouço a chuva cantar a melodia que paralisa  a alma de quem tanto espera.
Vejo lá fora surgir da escuridão a luz que os olhos tanto querem ver.
E eu tenho a certeza!
 Não preciso que você apareça para te encontrar.

Mantendo a linha de limite que é redesenhada discretamente em algum lugar.
 Junto à parede , grito:
Eu espero por você lá...
Lá, ... onde o sol abraça o novo amanhecer...



Obrigado,
ℱelisberto Junior

Comentários

  1. Empre estamos lá à espera ... sempre ...

    Boa semana queridão

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. É simplesmente maravilhoso ter esta certeza.
    Um beijo,
    Renata

    ResponderExcluir
  3. A gente sempre fica a espera....

    Uma linda semana pra vc =)

    ResponderExcluir
  4. Super lindoooo!!! Adorei!
    Boa semana, amigo!
    Valéria

    ResponderExcluir
  5. E a cada novo amanhecer renascem nossas esperanças de um novo tempo, com novas e promissoras energias.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Estar sozinho numa noite de tempestade aguardando alguém aparecer é difícil, mas há de se ter sempre a esperança de algo ocorrer e o encontro real, então acontecer.

    Volto de férias e encontro aqui, esta bonita poesia.
    Um abraço,
    Élys.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Felis! Como está passando?
    Sabe amigo, até em poemas enxutos você consegue expressar todo o seu sentimento.
    Fico admirada com o seu poder de síntese, mas que abarca grande conhecimento!

    Estou adorando a playlist das canções! Ela está sempre atualizada com lindas músicas!
    Obrigada Felis, por seu carinho conosco!
    Afinal, o que seria da gente sem música ou poesia?
    A junção dos dois- música e poesia- torna tudo muito mais perfeito! :)))
    Beijos e uma semana maravilhosa!

    ResponderExcluir
  8. No silêncio da noite, os pensamentos chegam com mais firmeza e sabedoria, além de tanto romance..rsss!Amigo, beijos e todo o sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Olá!!! Quanto tempo faz que não passo por aqui.
    Senti muita vontade e não conseguia. Não mantive a linha do limite desenhada
    e tive que redesenhar mesmo que tenha sido na areia.
    Muitas felicidades!!!!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá querido Felis,

    "Lá, onde o sol abraça o novo amanhecer", tudo é possível, principalmente quando se leva essa certeza no coração.
    Gostei da intensidade poética.

    Belos dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Muitas vezes esperemos e muito mesmo, Felis. Não importa o que aconteça. Belo texto. Boa semana.

    ResponderExcluir
  12. Talvez todas as certezas, nos venham daquela, que aprendemos inicialmente:
    o sol sempre abraça o novo amanhecer...

    Gostei muito, Felis.
    Deixo um beijo!

    ResponderExcluir
  13. Este abraço reamanhecido é conforto e esperança dum novo clarear na luz vibrante das boas possibilidades do encontro intenso.
    Bom dia, bom porvir, meu amigo Jr.
    Abraços,
    Calu

    ResponderExcluir
  14. Uma noite negra, chuvosa, com relâmpagos e trovões a nos atormentar a alma, promove mesmo este turbilhão de emoções. Ficamos à deriva até que o olhar nos surpreende com uma luz... E quando divisada, aleluia, sabemos o rumo a tomar.
    Pena que a postagem anterior ficasse fechada para comentários... tanto a falar!
    Que nunca faltem sorrisos nos teus caminhos, amigo querido! E que as estrelas possam te encaminhar para veredas de muito amor e alegrias.
    Com carinho,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  15. Amei ficou perfeito era um vendaval só resta abraça o novo amanhecer
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  16. É isso aí, Felis!
    Muita confiança no "depois da tempestade"!

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  17. Olá, amigo Felis
    A cada dia basta o seu mal...
    Que o novo amanhecer lhe seja favorável!!!
    Bjs fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  18. Que bela espera , Felisberto . Beijos

    ResponderExcluir
  19. Ola MI

    Sou seu mais novo seguidor.

    Cheguei até aqui através de amigos comuns.

    Foi muito bom ter encontrado seu blog ao qual voltarei sempre!

    Não me considero um escritor,absolutamente,mas passei a conhecer mais um :Você!!!

    Também, estou lhe convidando para conhecer alguns dos meus blogues cuja temática é vida , amor, enfim...narrativas!

    Vida e amor que transcendem,enaltecem, valorizam e encantam a vida de cada um de nós.

    Confira: e ficaria honrado com sua presença e quem sabe seguir-me:


    FRAGMENTOS DO ACASO
    http://paulotamburrosexo.blogspot.com.br

    Se quiser conhecer todos os meus blogs, basta clicar, no meu nome, neste comentário, lá em cima ao lado da chave que espero lhe abra todas as portas.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  20. Temos que ter sempre a certeza que depois da tempestade vai vir o sol, Felis passando pra desejar uma ótima quinta-feira beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderExcluir
  21. MUY ESPERANZADOR TU PENSAMIENTO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  22. Olá meu querido mais mensagem de amor que traduz o quero e não quero, quero se for livre e de vontade , não quero se for por obrigação.
    Aqui quase que dava, e dava de certeza um lindo fado de amor, sofrer de dor doí, mas sofrer de amor destrói.
    Tenha uma linda semana com beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderExcluir
  23. Oi, Felis! Achei o escrito carregado de emoções profundas e aquela esperança que impulsiona em frente. No sol que abraça o novo amanhecer cabe a renovação de todas as possibilidades que precisamos para realizar sonhos e viver o amor. No adormecer e no amanhecer cabe nos meus olhos antes mesmo de abrirem a imagem do homem que eu amo, e eu acredito que as possibilidades sempre estão a favor de quem tem o desejo genuíno de fazer o outro feliz. Um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Certeza eu tenho que vc é incrivel amigo Felis e q escreve do fundo da alma. Beijos e bom fim de semana

    ResponderExcluir

Postar um comentário