Anjo doce

Anjo doce
Meu amor sem fim
Rosa tão bela do meu jardim
Amor, de mim tão distante
Distante estás, mas de mim tão perto.

Voa comigo para além do infinito
Onde as nuvens guardam sonhos
E a chuva sussurra 
Palavras doces e quentes.

Dorme comigo no quarto da magia
Agarre na vastidão de meus devaneios
Aguardemos juntos
O nascer de um novo dia.

E façamos muitas, muitas coisas
Com essa vontade última de querer.

"Sempre que me sinto assim
Tão longe e tão perto de ti…
Pareço desconhecer o longe e o perto..."

Obrigado,

Comentários

Descer Página
  1. TODO ROMANTICISMO...!!!
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  2. Estimado Felisberto,

    Assim como eu, tem um amor longe de ti ?! Longe dos olhos mas perto do coração.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Felis, como vai?
    É bom sonhar com a presença de quem amamos... esse sonho possibilita as palavras finais que soube expressar tão bem essa sensação, de que a distância parece algo pertencente a outro plano quando a presença da pessoa está o tempo todo dentro da gente! <3
    A chuva também me sussurra palavras, assim como o vento. Adorei! :)
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá, amigo Felis
    Para o amor não há mesmo distância... portanto, o longe se torna perto do coração...
    Lindo poema de uma alma que se faz serena e esperançosa!!!
    Bjs fraternos

    ResponderExcluir
  5. Lindíssimo poema em forma de declaração apaixonada, Felis. Romantismo puro. Bom fim de semana. abçs

    ResponderExcluir
  6. Este amor presente desconhece a distância física, é intenso, sentido e vivenciado e, assim cantado em mágica poesia, reflete sua imagem lírica e querida.

    Um belo final de semana, Jr.
    Dias azulados pra ti.
    Abraços,
    Calu

    ResponderExcluir
  7. O amor sempre se manifesta tão longe e tão perto.
    Belos versos.
    Beijo*
    Renata

    ResponderExcluir
  8. Olá Kilido,

    Somente agora vi no face que você havia publicado. Nem olhei para o meu blogroll ontem, pois a sexta foi um tanto fora da rotina.

    Quando comecei a ler 'Anjo Doce' pensei que daria uma ótima música (só o início). Continuando, porém, vi que tanta poesia não caberia dentro de uma música. Muito lindo e regado ao romantismo que lhe é peculiar. Penso que o amor desconhece a distância, pois mesmo quando uma pessoa que amamos está distante ela permanece em nós.

    Finde maravilhoso.

    Beijossssssss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido Felis,
      Aprendi com você a retornar uma visita por aqui-rsrsrs.
      Grata pela atenção e carinho e pelo lindo e sensível comentário.

      Que setembro lhe reserve grandes alegrias.

      Beijossssssssss.

      Excluir
  9. Olá Felis! O amor incrível, não há distância que domine o querer, Seus versos são um verdadeiro primor e de uma amorosidade lindíssima,

    PS: Amiguinho, meu e-mail de acesso aos meus blog's foi rackeado e com isso perdi acesso aos mesmos, bem como ao face. Criei um novo blog.

    Findi azul pra ti!
    Bjs de luz no coração!

    ResponderExcluir
  10. Olá Felis !

    Anjo doce, perfeita harmonia da sua linda poesia, e os devaneios fazem parte desta magnifica poesia.
    Bjs e bom final de semana. Nati

    ResponderExcluir
  11. Olá, Felis, tudo bem ?
    Nesta tarde meio sol, meio cinza, de sábado aqui em Sampa, aproveito para te desejar, um fim de semana agradável. Cada um, dentro do seu proporcional tempo. Mas, não podemos esquecer, que é o Criador, o regente dos nossos sonhos e inspirações. Portanto, nesse caminhar de vontades, o que não aconteceu no dia de hoje, é por que, só realizar-se, em um tempo determinado. E todo tempo é tempo, desde que o Pai Eterno, assim, nos conceda.
    Paz e Luz
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Muito lindo isto: "Sempre que me sinto assim
    Tão longe e tão perto de ti…
    Pareço desconhecer o longe e o perto..."

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Felisberto.
    Primeiramente quero agradecer. A sua ajuda nós proporcionou momentos de muita descontração, não tem palavras meu amigo em dizer a minha alegria quando vi a minha filha sorrindo, muito obrigada, todas as vezes que eu entro em crise, ela fica muito emotiva. Agora sobre a postagem quando há amor, nem a distancia evita sentir pertinho, uma linda poesia.
    Um abençoado fds.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Felis,
    De fato descrever o romantismo com tanta facilidade como faz é para poucos! Muito bom de ler, parabéns!

    ResponderExcluir
  15. Que intenso hehe...lindo poema, amigo.
    Doce fim de semana. Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Lindo! Dorme comigo só mais uma noite, e amanhã a gente começa tudo outra vez...
    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Hello my dear!
    O amor vai além da distância, ele embriaga os sentimentos.
    Adorei o título, poesia maravilhosa, arrasou!
    Versos lindos, apaixonantes, adorei!

    Bom final de domingo e que Setembro lhe traga muitas alegrias!
    Um grande beijo da sua amiga,
    Andréa ♥

    ResponderExcluir
  18. Felisberto, quando se ama de verdade, a distância não é problema!Sempre haverá um jeito.Amigo,passando para desejar-lhe um bom domingo e início de semana repleto de muita luz!!Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Felisberto linda a poesia, que maravilha esse anjo doce é puro romance, Felisberto beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderExcluir
  20. Olá querido amigo.
    Sempre encantando com seus românticos poemas, parabéns pela bela inspiração.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  21. Que bonito amigão.
    Muito bonito mesmo, e apaixonante.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Felisberto ,
    No amor , as palavras longe e perto podem ter os significados que nosso coração ordenar , não é mesmo ?
    Adorei o poema , como sempre .
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Longe da vista mas perto do coração.
    Gostei muito dos últimos 3 versos, faz refletir...
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. oi, Felis. Tudo lindo e cheio de vida. Bjs

    ResponderExcluir
  25. Há uma grande tristeza na distância...mas nela, também, cabe toda a esperança.
    Parabéns pelo belíssimo poema!
    Abraços
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página