A realidade, uma ficção Parte 2

 Parte 1 

O  aeroporto sempre  fica muito  lotado nessa época do ano, mas consegui embarcar no avião. E como  o único lugar que consegui foi na fileira do meio,  tive muitas dificuldades para  sentar.

Na  janela,  um rapaz com seu corpanzil  transbordando os limites da poltrona e no corredor, o que falou sorridente:
– Sinto muito, mas você foi escolhido para sofrer esse aperto junto comigo, na próxima hora.

Durante a viagem, 1 hora e 15 minutos de puro sufoco,  ouvi a voz da aeromoça.
-Senhor! O que o senhor deseja?
Mesmo com os óculos  embaçados pelo suor , consegui enxergar a aeromoça, linda, loira, olhos verdes, que  me perguntava:
- O senhor deseja? Água ou café?
- Eu desejo café!
-Sinto muito , só temos água!

Após o desembarque, uma longa espera das bagagens.
E nada da minha mala aparecer na esteira rolante.

-Não é possível que uma companhia de aviação, desse porte , consiga extraviar minha mala - disse para a atendente.
-Sinto muito senhor! Sua mala foi parar em Paris! Daqui a dois dias, o senhor poderá vir retirá-la -disse a atendente.

Ah não,fiquei muito irritado,  mas logo me  conformei, porque pelo menos minha  mala está  fazendo sua viagem dos sonhos.

(continua  ...)









Obrigado,
ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Que malas não gostariam de ir parar em Paris!!!
    Que venham mais partes!!!
    Bjins Felisberto, ótimo fim de semana a ti!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amigo console-se, a sua foi a Paris a minha uma vez foi ao Paquistão ... kkkkk

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Felisberto... meu marido é vítima de mala extraviada! Já até carrega uma bagagem de mão com uma muda de roupa...
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. EL VIAJE VA MUY BIEN. ESPERARÉ LA CONTINUACIÓN.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  5. Olá Feliz é pura verdade e tem acontecido muito esse sumiço de bagagens e o
    pouco que eles oferecem dentro do avião,ainda bem que é uma viajem curta.rsrs
    bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  6. Maldição, pra que oferece água ou café se só tem água? KKKK
    Muito bom cara, curti (Y)

    ResponderExcluir
  7. Meu poeta lindo gostaria que vc tivesse ido
    com a mala né..seria sim a viagem dos sonhos
    Mas vamos continuar na espera bjuss com meu carinho

    Rita

    ResponderExcluir
  8. Ainda que têm água as companhias aéreas? Ah você deve se lembrar das inúmeras opções de vinhos, sucos os mais diversos, refrigerantes de todas as cores!
    Gostei mesmo foi do bom humor do teu companheiro de poltrona e espia bem a mala, quem sabe ela te trouxe um macarron?!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia, Felis!

    Como vai?
    A aeromoça escusava de ter perguntado se você queria água ou café, porque, na realidade, só havia água.
    Bem, a juntar ao desconforto da viagem, a sua mala foi até Paris. Vá lá, que ela teve muito bom gosto, na escolha da cidade. Aguardo a continuação da "aventura".

    Lindo e aprazível domingo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Hahahaha... me fez lmebrar o dito "dinheiro não compra felicidade, mas te leva para sofrer em Paris". No caso, sua mala foi sofrer por você, kkkk!
    Se um dia for viajar de avião lembrarei de levar umas mudas de roupa na bagagem de mão. Desde que não seja para a Sibéria, até porque não caberia.
    Ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  11. rsrsrs...
    Esta viagem de sonhos da mala foi ótima-rsrs.
    Vejo que a 'falta de sorte' continua abraçada ao personagem dessa tragicomédia-rs.
    Tenho a maior 'birra' do acento do meio em aeronaves. As companhias aéreas deveriam modernizar os aviões, como algumas já o fizeram, colocando apenas dois acentos de cada lado.
    E essa aeromoça, hein? Se só tinha água por que ela ofereceu também o café?
    A respeito do extravio de malas, há poucos dias minha sobrinha recebeu uma indenização, através de acordo, de certa companhia aérea, em razão do extravio de sua mala, que voltou violada.

    Obrigada, kirido, por suas palavras e pelo seu carinho. Somos mesmo bem 'parecidos', conforme você salientou, por isso nos entendemos.

    Belo domingo e felizes dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Gostei da expressão "viagem dos sonhos da mala".
    Já ocorreu uma vez, minha mala ser trocada . Isso porque eu havia colocado uma fitinha rosa e o rapaz pegou por engano, só dava eu correndo e gritando no sagão do aeroporto: Moço essa mala de fitinha rosa é minha, a sua está dando volta na esteira.rsrs...
    Bom final de domingo, ótima semana

    ResponderExcluir
  13. Olá, Felisberto (rsss) a coisa já começou a ficar interessante a partir da "água ou café"... E a mala foi simplesmente passear, cortesia da "casa"!! Não se faz mais Varig!!!
    Beijo, espero a continuação! Muito bom humor!

    ResponderExcluir
  14. Felisberto, meu querido! Notei uma mudança aqui na tua casa... terá sido o template? Tem algo diferente por aqui...
    Gosto dos contos, principalmente da narrativa em primeira pessoa. A gente fica mais próximo dos acontecimentos, pode aquilatar melhor os sentimentos que envolvem a situação. E como o narrador vai permeando com as próprias emoções aquilo que está sendo contado, o interesse se torna ainda maior, principalmente por não se ter a certeza de que o que se está lendo faz parte da ficção ou se é algo que foi vivido pelo personagem central. É pena que tenhas dividido em 5 partes o teu relato (e vou reclamar que em partes muito curtinhas, podias ter se estendido um pouco mais, pois tens muita facilidade em escrever e já somos (eu, com certeza!) viciados no jeito cativante com que escreves. A primeira parte já nos deu uma ideia de que o teu conto (pode ser chamado assim?) será recheado de muito bom humor. Sabe que até hoje não aprendi a fazer uma mala? Coloco sempre roupas a mais, e muitas voltam sem que tenham nem saído da mala (risos). Esta segunda parte traduz bem os apertos quando não se consegue o assento da janela ou do corredor. O pior é quando temos o azar de sentar ao lado de um "mala" que acha que tem a obrigação de exercer a sua faculdade de "conquistador" e se põe a fazer narrativas das suas aventuras. E olha que sempre viajo com um livro em mãos, procurando desencorajar algum engraçadinho de papo superficial e desagradável.
    Deu para sentir o teu desconforto no assento do meio, meu amigo! A mala extraviada, ninguém merece! Principalmente para nós mulheres, um transtorno e tanto. Só imagino, pois nunca tive o desprazer de ver isto acontecer.
    Enfim, vou aguardar com ansiedade a continuação. Não demora muito, viu? (risos)
    Que te cheguem sorrisos e estrelas para iluminar as horas dos teus dias.
    Com carinho,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  15. Felis, boa noite querido amigo!
    Ah, aqui, neste azul anil, me sinto em paz! A VIDA É AZUL!!

    Que conto gostoso, bem humorado...hehehe
    Sabe, o que importa é que nada, absolutamente nada, nenhuma adversidade, tirou o brilho do protagonista!
    Ele persistiu forte, intrépido e fagueiro ...rsrs
    Ainda mais com sua mala fazendo uma escala de alto luxo, direto para a cidade luz!
    Isso sim, que é saber viver bem a vida, sem sair do sério não é?

    Felis, amei a playlist, você está sempre renovando e atualizando as canções!
    "Marry You" do Bruno Mars levanta qualquer astral! Sabe, se alguém fizesse um pedido assim para mim, eu juro que casava na hora...rsrs Essa música é linda, empolgante e muito motivante!!! :))) Amei!!!!!

    E agora vou ficar atenta para saber o desfecho ou a continuação desta história: estou me roendo de curiosidade!
    E com certeza terá um epílogo divertidíssimo!!
    Beijos amigo, e desculpe a ausência..
    Lembra que te disse que eu, neste ano, estaria mais para lá do que para cá?rsrs
    Pois é, um pouco ausente, mas jamais me esqueço dos amigos, principalmente os divertidos que tornam a nossa vida assim: recheada de humor e alegria!! :)))
    Beijos e uma semana maravilhosa!

    ResponderExcluir
  16. Oi Felisberto!
    Boa noite!

    A aeromoça oferece água ou café, e logo em seguida diz só ter água rsrs. Acho falta de organização...
    Ainda bem que tem alguma coisa, e a água ainda não estar em falta.

    Então, espero que sua mala não se encante tanto por Paris e resolva ficar por lá.
    Isso tem acontecido muito da mala extraviar. Na véspera de Natal a bagagem de minha amiga que vinha de Goiana, se perdeu no embarque e foi parar em SP em vez de vim para o ES. Demorou quase uma semana para que tudo fosse resolvido. E a bagagem dela chegasse aqui. Parece que ela vai até processar a empresa pelo desvio da bagagem, porque nela continha medicamentos que ela precisava de usar, e que com a falta dele acabou tendo que ser internada pra tomar o medicamento no hospital.

    Adorando a história.

    Um beijo!
    Ótima semana!

    Blog da Smareis- É só clicar aqui!




    ResponderExcluir
  17. Ai coitado desse cara! Passar uma hora espremido, a aeromoça oferecer café, mas depois dizer que só tem água, e a mala dele fazer uma viagem "melhor", vamos cair naquele clichê de Paris viagem dos sonhos. Parece que ele esta sob o efeito da lei de murphy.
    Bj

    ResponderExcluir
  18. Nossa, Felis, já curioso pra saber a continuação dessa "aventura" nada agradável. Aliás, quem viaja sabe bem de todos esses perrengues. Se não tinha café pq ofereceu? Isso irrita... Boa semana! abçs

    ResponderExcluir
  19. E a maré de azar continua, agora foi a mala (adorei que ela pode fazer sua viajem dos sonhos rs), porque as aeromoças perguntam dando umaescolha, se não há escolha? vai entender, mas uma hora e pouco no céu e esmagado, acredito não ser das melhores sensações da vida...continuemosd.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  20. Feliz, a parte 2 eu havia lido na semana passada e eu ri à beça.....rsrs
    Eita que viagem boa demais da conta!!!
    Agora, me aguarde, estou pulando para a parte 3 ( e adorando)
    Beijoquinhas! :))))))

    ResponderExcluir

Postar um comentário