Falas do silêncio

(...) não sou para todos, apesar que  basta observar o que sempre esteve aqui, e que de tão próximo nunca perceberam, mas, 
você sim me conhece e sabe que eu sou assim. 
Que não sou uma pessoa fácil de lidar.
E que gosta de pouca coisa. 
Simples, nosso amor e de nós. 

Irremediavelmente preso a um misto de inércia e amor a embaralhar , procurei-te e só pude conversar comigo num diálogo pleno de harmonia e
assim devo despedir-me de nós por algum tempo.
Um tempo de amor e esse agora de esmorecimento e de tudo o que não digo e que ainda sinto.

O melhor do depois,  que meu silêncio seja entendido , é a consciência de que nós fomos capazes de passar por cima disso,   talvez com o mesmo amor, talvez com uma outra cor . 

... é uma ficção, Qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência..."Ou não!
Obrigado,
ℱelisberto N. Junior 

Comentários

  1. Eu sempre falo com o silêncio...gosto do que leio, gosto do procurar alguém e consersar consigo, algo que já foi, como tantos que passam em nossas vidas, mas aquele que despertar o amor, que conquistar espaço, terreno, me tomando, me consumindo, me fazendo viver uma vida a dois, dois em um, mas nada é pra sempre, nem o amor ? talvez de formas diferentes, em novas cores, outros corpos até, mas o mesmo amor, é o único que tenho...divaguei rs. Sempre muito bom ler por aqui.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Felis, espero que esteja tudo feliz. Perfeito como sempre, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes necessitamos desse silêncio,para dialogar com nós mesmos.
    Bjs amigo Felis
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Verdade meu poeta lindo, muitas vezes temos
    que nos afastar para saber se estamos agindo certo,
    a distancia traz a saudade e ai tudo se encaixa, elogios
    mais uma vez pra vc tenha uma ótima tarde
    Bjin de sempre

    Rita!!!1

    ResponderExcluir
  5. Superação é um mote de vida plena ... coitado de quem não se atém a isto ...

    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Olá, Felis...
    Acho que para os outros, é dificílimo entender nossos silêncios...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Olá Felis!!
    Adorei a mensagem!
    O silêncio por vezes diz tudo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Ah! Como "o silêncio" é poderoso. Tenha ele o som que tiver, a cor que tiver, o gosto que for, presente ou ausente... ele sempre traz umapoderosa mensagem. Feliz somos se o percebemos. Uma dádiva!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Belo post, amigo, sábio é aquele que cala no momento certo. Abração, Felis.

    ResponderExcluir
  10. Olá Felisberto!
    Belo texto, falas pouco, porém dizes muito...
    Especialmente com esse "Ou não?"...
    Tenhas uma bela tarde!
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. É, qualquer semelhança será mera coincidência, mas como tem coincidência nesse mundo... Ótimo texto, Felis. Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá Felisberto!
    O silencio as vezes é necessário até que tudo se acalme.
    Bjs no seu coração!!

    ResponderExcluir
  13. Muita verdade no seu texto Felisberto ! As vezes temos mesmo que nos afastar ... Inercia e amor, não são uma combinação adequada ... O amor e' feito de atitudes, então se esta parado falta combustível ... Ai então devemos mesmo ir ali buscar atitudes ... texto maravilhoso !Boa noite ! abraço!

    ResponderExcluir
  14. Aqui diz-se "a palavra é de prata e o silêncio é de ouro".
    Lindo texto.
    Um bom final de dia.

    ResponderExcluir
  15. Oi querido poeta Felis!
    Refletindo nas suas palavras, vejo que também adoto esse comportamento...
    Tem momentos que a reflexão e a retirada, se fazem necessárias...
    Gosto de sair, me recolher, principalmente para não ferir as pessoas que gosto...
    O silêncio, nestas ocasiões, talvez seja realmente a melhor opção!

    Obrigada querido, aqui a gente sempre encontra um texto que vai nos ajudar a crescer, refletir como pessoa, como gente que precisa mudar, que precisa recomeçar!

    Desculpe a ausência, mas é que eu estou realmente ausente da blogosfera...
    Creio que esteja seguindo à risca, alguns conselhos seus...rsrs
    Um maravilhoso fim de semana amigo!
    Beijos e muita alegria, muita paz e harmonia! :))))))

    ResponderExcluir
  16. O silêncio é muito pouco valorizado...mas é no silencioso intervalo entre uma palavra e outra que compreendemos o que foi dito. E às vezes, é no intervalo dado ao relacionamento, que realmente sabemos se o que sentimos é real ou não. A saudade é o indicador de que o silêncio pode ser quebrado, pois o que deixamos para trás vale a pena, e vale a pena até passar por cima de diferenças e problemas, pois o amor nunca será feito de cinquenta tons de rosa.
    Um abraço, seja feliz!
    ¸¸.•*¨*•♫♪¸¸.•*¨*•♫♪¸¸.•*¨*•Bíndi e Ghost¸¸.•*¨*•♫♪¸¸.•*¨*•♫♪¸¸.•*¨*•

    ResponderExcluir
  17. Olá kirido,

    Estou atrasadinha, mas não me esqueço de você. Esta semana tive que encarar muita desordem aqui em casa em virtude de pintura do meu apê e ainda fiquei sem conexão direta com a internet, o que me afastou um pouco da telinha.

    Como o silêncio fala, não?
    Há momentos em que adoro o silêncio, assim como há momentos que o escolho para evitar falas inapropriadas. Todavia, também há silêncios indesejáveis, quando palavras devem ser expressas para esclarecer conflitos.
    Momentos de afastamento às vezes são necessários para clarear sentimentos e situações. Quando o amor é forte e verdadeiro tudo recomeça com mais amor e numa relação mais fortalecida.

    Tenha uma deliciosa noite.

    Beijo.

    ResponderExcluir