Interatividade Confúcio

Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?

 Confúcio 
(551a.C- 479 a.C) 
China 
 Mestre, filósofo e teórico político 

Essa frase - pergunta tem um universo plurissignificativo e favorece o diálogo interativo  , pois seu entendimento varia E depende da vivência, experiência e  até do  grau de instrução  de cada pessoa. 
Pura SUBJETIVIDADE !
 E sendo esta  a que favorece uma multiplicidade de interpretação , não quero pautar e delimitar as possibilidades desta variação, pois  tudo o mais pode ser muito diversificado, inclusive os comentários...mas, deixo aqui a MINHA resposta :   

˙01  oɥuǝʇ ǝnb opuǝɔǝɹɐd oɯoɔ ǝ souɐ 001 ǝssǝʌıʇ ǝs oɯoɔ opɹoɔɐ 'sǝzǝʌ ɹod 'ǝʇɹoɯ ɐp oʇıǝl ou noʇsǝ ǝnb ǝɔǝɹɐd soɹʇno ɯǝ ;ɐçuɐıɹɔ nos ǝnb sɐıp áɥ˙˙˙ ɐɔıƃóloıq  ǝpɐpı ɐ ɯoɔ ɹǝʌ ɐ ɐpɐu ɯǝʇ oãu ɐɔıƃólouoɹɔ ǝpɐpı 'ǝʇuǝɯɐʌıʇıuıɟǝp 'ɯıɯ ɐɹɐd'ɐʇɹǝɔ é ɐsıoɔ ɐɯn  ǝ ˙lɐǝɹ odɯǝʇ o ǝnb op oʇıɹídsǝ ǝp opɐʇsǝ ɯoɔ sıɐɯ oʇınɯ ɐpɐuoıɔɐlǝɹ ɐʇsǝ ǝpɐpı ɐ  ǝnb ǝ ɹoıɐɯ é ǝpɐpıʌǝƃuol ɐ ǝnb ɯɐɹɐʌoɹdɯoɔ ǝnbɹod 'soʇıǝɔuoɔ snǝs opuǝʌǝɹ oãʇsǝ áɾ  sɐʇsıʇuǝıɔ so  éʇɐ ǝ ouɐ ɐpɐɔ ɐ ɐɹǝʇlɐ ǝs'ǝpɐpı ɐp oɯsıuıɯɹǝʇǝp o  ˙˙˙
Obrigado,
ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Felisberto!
    Depois de "manobrar" meu note... usar um espelho, e rir muito... conclui: - você é mil!!!
    Também oscilo entre minha infância, juventude e maturidade! Risos, paixão e pensamentos filosóficos acompanham em vinte e quatro horas de um dia completo!
    Parabéns, meu caro!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Bem legal este recurso ... gostei ... vou usá-lo de qdo em vez ...

    Beijão

    ResponderExcluir

  3. Olá kerido,

    Meu estômago está enjoado e ficou mais enjoado ainda nas minhas tentativas de ler sua resposta. Desisto!
    Confúcio mexeu com minha cabeça no meu tempo de Colégio. Naquela época, eu definitivamente não gostava de estudar filosofia, portanto, queria distância dos filósofos. Somente após a faculdade comecei a me interessar pelas pérolas filosóficas e, de vez em quando, até me pego filosofando-rsrs.
    Como a Célia, também oscilo entre a infância, adolescência e maturidade, dependendo sempre do meu estado de espírito do momento. No geral, vejo-me bem mais jovem do que sou, pois tenho um espírito jovem e brincalhão. Mas também acontece de me sentir cansada, como se já tivesse vivido muito. (Vai saber quantas vidas já vivi-rsrs)
    Certo é que a minha idade cronológica é irrevelável. Não conto nem para os médicos. Só dou o ano de nascimento e eles que se virem para fazer as contas-rsrs.

    Interessante a postagem.

    Ótima noite e feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá kirido,

      Voltei para agradecer a excelência do seu comentário, sua atenção e carinho.
      Melhor(i), viu?-rsrs
      Sei que você é perfeccionista e o mesmo ocorre comigo, só que atualmente em menor grau. Conclui que o perfeccionismo, apesar de ser uma qualidade, quando exacerbado pode desencadear problemas sérios, tornando-se patológico, conforme você muito bem salientou. Além do mais, tende a atrasar nossa produtividade e a causar-nos muito stress. Tenho tentado exigir menos de mim mesma. Espero ter sucesso nesta empreitada-rs.

      Tenha uma bela semana.

      Beijos.

      Excluir
  4. Olha, Felis, quase tive um torcicolo pra ler sua resposta. rs E eu confesso que não saberia a minha idade, mas é bem provável que eu teria mais do que tenho pelo meu comportamento, mas pela minha cabeça acho que teria a mesma idade. Sei lá, mt confúcio isso. Trocadilho infame. Abçs e boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Bem, nunca tinha pensado nisso. Está excelente! Essa resposta depende dos nossos estados de alma.
    Boa semana.

    (coitado do meu pescoço eh eh eh!!!)

    ResponderExcluir
  6. Essa seria a pergunta mais difícil de responder de toda a minha vida...
    Vou dos oitos meses, aos oito anos ou oitenta e oito tão rápido como um foguete...
    Acho que as mulheres sofrem mais com isso...

    Amei o post tão criativo Felisberto!
    Tenhas uma ótima semana!!!

    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Meu poeta lindo bom dia kkkkk
    nem li pq minha labirintite não deu tentei
    mas meu pobre pescocinho já viu travou
    Mas volto depois para ler o que de bom vc postou
    Adorei nunca tinha visto um post de ponta cabeça
    Brincadeirinha kkkk

    Bjusss até mais
    Rita

    ResponderExcluir
  8. \lol/ para ler a Minha Resposta, não precisam fazer malabarismo, só copiar o texto invertido, entrar no link do site e colar, que o texto "sai" na posição correta...

    ResponderExcluir
  9. Felis, meu querido, voltando às lides blogueiras e já visitando os espaços e amigos de quem tanto gosto. Simplesmente adorável esta tua postagem e a brincadeira da inversão. Tive sorte de não torcer o pescoço, pois vendo o link indicado, apressei-me em segui-lo e de primeira pude ler o texto. Aliás, excelente! Também mudo a idade conforme as emoções/sensações/sentimentos que me chegam no momento. Sempre volto à infância quando estou com minhas crianças, atendendo-as ou simplesmente vendo-as brincarem. A adolescência me fascina pelos sonhos que se podem conduzir às estrelas. E mesmo tendo apenas 29 anos eu consigo chegar facilmente aos 80 anos quando de repente sinto a alma envelhecida por problemas próprios ou daqueles pacientes que me trazem problemas tão velhos quanto o mundo.
    Acredito que todo ser humano sofre essa variação ao longo da vida.
    Mas agora mesmo estou vivendo a realidade dos meus 29, esperando ansiosa o primeiro filho que há de chegar com a Primavera...
    Meu querido, grata pelo carinho e votos deixados no meu espaço. Agora estarei sempre por aqui.
    Por agora, deixo-te estrelas, sorrisos e muito do meu carinho nos votos de milhares de alegrias a pontuar os teus dias.
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  10. Oi Felisberto ! Bom acho que me esqueci la a traz há muito tempo ! rsrs Porem igual a você , parece que tem dias que levanto com uma carga de cem anos ...Sempre busco minha criança para viver comigo meu dia a dia ...Deixo um grande abraço !

    ResponderExcluir
  11. Oi, Felis, tudo feliz por cá?
    Vou ser mais breve que normal, queria pedir um imenso favor. Se puder, divulga o meu blog em seu próximo post? Tomei a liberdade de te pedir isso porque super me identifico com a sua poesia e expressão. É pra impulsionar a vontade de compartilhar meus escritos. Sei que é uma coisa extremamente intima e pessoal e vou entender perfeitamente se não puder, mas se sim, vou adorar ter dos seus em meu pequeno mundo. Parabéns pela criatividade de sempre!

    Beijo.

    ResponderExcluir