Explosão

(...) num lugar muito, muito, mas muito... perto.


Aconteceu aqui perto  , em um Shopping.
Cláudia, empresária, carismática, simpática e... bem... entrou numa loja e foi abordada por Marcos. 
Vendedor, atencioso, simpático, paciente.

Enquanto Cláudia murmurava “estou só olhando” , Marcos fazia apresentação do produto,  e claro , falava que poderia ser pago no cartão de crédito e ainda com um bom desconto. 

Na televisão da loja,  a notícia:
- O Shopping foi construído em cima de um lixão e há risco de explosão por vazamento de gás.

E logo a notícia se espalhou dentro do Shopping. 
A princípio, todos ficaram assustados, mas não demorou muito para ficarem aliviados, depois de ouvirem a explicação do engenheiro. 
- Não tem perigo. Estão sendo implantados drenos para mitigar os gases.

Num instante, um estampido.  Outro estampido. E outro.
 Houve gritaria, descontrole, inclusive de parte de Marcos, que gritava que todos iriam morrer. 
- O gás. O Shopping vai explodir.

Assustada e sem saber o que fazer, Cláudia  começa à correr, tentando sair o mais rápido possível  do Shopping. 

Já no estacionamento do Shopping, Cláudia, ainda correndo, cai.
Marcos, também correndo, pára e socorre Cláudia.

O estampido não era explosão de gás.
Era a policia  reagindo ao assalto da joalheria.
 Uma bala perdida, que deixou Cláudia ferida,
Cláudia, foi levada ao hospital.
E Marcos, que a salvou, posou como o  tal.

É isso!
O  iminente não pode ultrapassar o corrente.

... "é uma ficção, Qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência..."Ou não!

Obrigado,
ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Bom dia bom amigo
    O que tem de ser acontece sempre. Não temos alternativas.
    Naquele dia ela tinha de ir lá e tinha de apanhar uma seca com o vendedor.
    Ninguém prevê os acontecimentos seguintes.
    Um abraço. Votos de uma boa semana

    ResponderExcluir
  2. Gostei disto: "O iminente não pode ultrapassar o corrente."

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Oi Felis,não sei se é verídico o que narra e não sei em que local mora,mas aconteceu já algum tempo em um Shopping,aqui em São Paulo e eu estava com minha filha.
    Graças a Deus,para nós não aconteceu nada,mas os ladrões foram baleados e mortos..
    É terrível,você estar no meio de um tiroteio e isso ficou bem marcado para nós.
    Bjs e um ótimo dia.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. História que me fez lembrar um caso que ocorreu em shopping em São Paulo, só não sei o ano exato. Fiquei curioso para este desenrolar de Claudia e Marcos. Mt bom o texto. Abçs.

    ResponderExcluir
  5. Com a banalização da "segurança"... essa sua ficção pode muito bem ser real!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Hum...fico pensando foi inspirado em alguém, pois escritores adoram observar o comportamento das pessoas para escrever.
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Olá,Bom Dia,Boa Tarde,Boa Noite, Fique tranquilo/a, não há nenhum problema com a Publicação dos Comentários, estou demorando mesmo para liberar . Não tenho + Moderadoras ...Obrigado...

    ResponderExcluir
  8. Oi Felis ! Pois e' , tudo pode acontecer, a qualquer hora, e não só onde há o perigo iminente ...E com toda razão como você mesmo afirma : "O iminente não pode ultrapassar o corrente"... O perigo ali ja sabido, e foi uma bala perdida ...o corrente sempre preciso ...Abraços e um abençoado fim de semana !

    ResponderExcluir
  9. Boa noite amigo Felis!!!
    E nossa vida anda assim...temos medo de tudo...barulhos, situações...e que na vida real estamos sujeitos a tais acontecimentos...
    Tenha um ótimo final de semana!!!
    Que Deus continue a nos abençoar sempre!!!
    Abraços da Bia!!!

    ResponderExcluir