Taça de vinho



Uma música, um cigarro e a mesma sensação de sempre. A vida que não surpreende, o tempo que não passa, o silêncio que grita alto e sufocante. Um torpor permanente que vai aos poucos transformando-se em tédio. Tudo o que há agora é este barulho da chuva e os sentimentos pulsando. Sem ninguém. Talvez seja isto que falte. De colo, de abraço e de beijo. E uma taça de vinho, por favor!
Sim, por que não? Uma taça de vinho, um abraço, uma carícia, uma boca, uma língua, a saliva. Uma sensação diferente pede , grita e se apodera.   Um beijo cheio de desejo e cumplicidade! Tão esperado, tão ansiado. Tão real quanto fantasia! Tão seu quanto meu. Não! Não digas nada! Não há nada que irá explicar esse momento. Nada quero ouvir. Nada que me falte! Beija-me outra vez!

Obrigado,
 ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Linda e tri bem inspirada ! abraços, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Nada a falar mesmo... Apenas comungar de um lindo momento...
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Felis,na vida muitas vezes precismos desses momentos juntos àquela pessoa que escolhemos,para que sejam compartilhados.
    Belo texto.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. É as vezes parece que o tempo de solidão dura uma eternidade.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Há momento certo para tudo...inclusive, para calarmos nossa mente e apenas existirmos: momentos em que nossa alma parece querer sair de nós, desta pequena prisão cotidiana em que nos encerramos para coexistir com todos os habitantes deste mundo. Nossa alma não necessita de palavras, mas de afetos, como os encontrados no abraço carinhoso, no beijo apaixonado, no sorriso inefável, no olhar úmido de amor. Por um momento apenas, que seja...para depois voltar à pequenina gaiola dourada de nosso coração.
    Um grande e carinhoso abraço, amigo Felis!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  6. Oi amigo Felizberto, que apaixonante!
    Vinho é a bebida dos apaixonados rsrs
    Vim lhe desejar uma excelente semana, abraços e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  7. Que bonito e intenso texto, Felis. Muito bom. Abçs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  8. Olha meu poeta lindo fiquei imaginando eu dentro desse texto, é td que gosto menos o cigarro é claro, mas o vinho o beijo e o aconchego é tudo que precisamos, eu adorei como sempre né, deixo um BRAÇO BEM APERTADINHO...SABE QUE MORA AQUI DENTRO DO MEU CORAÇÃO

    Bom final de semana]
    Rita!!

    ResponderExcluir
  9. e outro vez, e outro vezes. momento único e singular. abraco.

    ResponderExcluir
  10. Olá Felisberto.
    Nesses momentos não precisa de palavras, gestos são mais importante e com um bom vinho então é tudo de bom rsrs. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário