A fotografia

Mudar sempre nos deixa com a sensação de começar uma rotina diferente e de viver novas experiências. 
 Além da lembrança revivida cada vez que se vai desempacotar os nossos pertences... 

 ...e esquecida na caixa, a fotografia . 

Deixando a caixa aberta no chão, na frente dos pés, girei o corpo, para ficar de frente para o fluxo da luz e olhei a fotografia com ainda maior atenção. 
Era você na fotografia. 
Fui eu quem a tirou.
E aquele tinha sido um dia especial. 
 Partilhei os meus sonhos e estava disposto a cuidar de ti uma vida toda.

Porém, muitas mudanças acontecem sem dar-mos por elas.
E outras, porque estamos dispostos a concretizá-las.
Assim, não temos mais sonhos; juntos.

Claro que o amor desfeito certamente mudou meu caminho.
Fiquei triste, mas já não me entristece mais.
Talvez não tenha me feito bem . 
Hoje já não me causa nada .

E se te pudesse pedir alguma coisa, esqueça de meus sonhos. 
São meus.
Em troca prometo guardar bem os teus .

Pedidos à parte,  nunca se acostume a se acomodar, fingindo se incomodar!
  
*
repaginada... é uma ficção, "Qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência"...ou não!


Obrigado,
ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Tão lindo escreveste, pude ver a intensidade da cena. Muito legal! abração, chica, ótima semana!

    ResponderExcluir
  2. Felis quando vemos as fotos,principalmente antigas,voltamos ao tempo com muitas saudades.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. A vida nos impõe permanentes mudanças e são elas q nos permitem viver em plenitude.
    Que bom termos as fotos para este registro ...

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Uma foto guardada... Repentinamente, numa mudança aparece ao nossos olhos, trazendo-nos recordações que julgávamos, já não serem tão marcantes...O que fazer?...Sonhar, pois a vida tem dessas coisas...

    Tenha uma bela semana,
    Élys

    ResponderExcluir
  5. "...nunca se acostume a se acomodar, fingindo se incomodar!"
    Nossa, muito bom esse dizer!
    Sabe, muitas coisas vêm a mente lendo seu belo texto/poema,cada fase das vidas das pessoas, como elas reagem, como enfrentam seus aprendizados de vida!
    Eu tenho alguém que nasceu para mim e creio que eu nasci para ele, tudo dá tão certo e nunca precisamos fingir nada, isso é que é o melhor!
    Amei ler aqui!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
  6. Desfaz-se um relacionamento amoroso e, com ele, vem a lembrança e a promessa de um novo. Definitivamente, não nos podemos acomodar, sob pena de não vivermos em plenitude.
    Amei*
    Beijo*

    ResponderExcluir
  7. A fotografia é um tempo guardado, o amor pintado, a lembrança à mão, quando ferida aberta, é lágrima ou sonho de que vire realidade. Lindo texto.

    ResponderExcluir
  8. Olá Kirido,

    Ótima filosofia se extrai da frase final "nunca se acostume a se acomodar, fingindo se incomodar!". A acomodação, no que pertine ao amor, poderá levar ao inesperado ou àquilo que até seria contrário aos nossos reais desejos. Fingir se incomodar não altera o resultado. O amor não comporta acomodação. Há de ser sempre surpreendente, pois são os atos que fogem à rotina que alimentam o interesse e apimentam a relação.
    Mudanças de espaço criam mesmo expectativas, pois dão ideia de um recomeço.. de novidade... de novas experiências. Contudo, o que se traz na bagagem carrega detalhes de uma vida. E nada como uma foto para nos remeter a episódios marcantes de vida.
    Um amor desfeito, seja por força de circunstâncias ou por opção, sempre trará uma sensação de perda, tristeza ou desolação, mas, muitas vezes, são passos necessários para mudanças importantes na vida de cada um. Sonhos não compartilhados merecem ser esquecidos.

    Ótima e feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Até essa dor, saudade ou alegria estão nos tirando com a digitalização de tudo, Felis. Era bom ter fotos assim pq vc acabava achando por acaso e relembrando memórias, felicidades e tristezas. E como temos mudanças... Excelente texto. Abçs e boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Felisberto.
    Nunca se acostume a se acomodar, fingindo se incomodar, acho que essa frase é um belo conselho, não podemos se acomodar a nada, devemos remexer gavetas, muitas vezes ate o passado, pois la pode ter sido guardado algo que precisa se exposto , assim sendo começando um vida mais feliz. Um lindo dia meu amigo. Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Felisberto.
    Ah, essas fotografias que pulam no nosso colo de dentro de caixas e livros!

    ResponderExcluir
  12. FELISBERTO: Gosto muito de guardar fotos! Prefiro revelá-las e colocá-las em álbuns do que deixar no computador. Rever as imagens traz-nos de volta o passado, coisas que nos alegram! Tenha uma bela tarde e fique com Deus.Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Sua escrita imaginativa vem envolta de sentimentos que nos coloca na cena.

    ResponderExcluir
  14. Boa noite, amigo Felis!
    Tem mudanças que só nos dão alentos... tenho visto que é assim!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Felisberto.
    Obrigada pelo comentário tão sensato. Fiz questão de ler para a minha filha. Obrigada pelas palavras. Um lindo feriado para vocês. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  16. Felisberto
    Mudar é sempre condição para uma vida feliz. No amor talvez não, por causar sempre uma sensação esquisita penso. No entanto, disso pode depender uma outra experiência de felicidade.
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Felisberto, temos tendência à acomodação e somos, na maioria, avessos a mudanças. Mas elas nos são impostas pela vida, seja no trabalho, no lar, no amor. Uma fotografia é registro de um instante que está no passado. Podemos olhá-la com riso, com alegria, com dor. O momento vivido é nosso, independente de estarmos trilhando novos caminhos. Bjs.

    ResponderExcluir
  18. belo texto felisberto, eu sou muito apegado á minsa fotografias, coisas do passado, toda mudança é tão dificil!

    ResponderExcluir

Postar um comentário