Há de renascer das cinzas


A madrugada cinza envolve a minha alma,
Meu coração fica apertado, chorando a tua ausência, 
Gritando a distância dos teus beijos, 
Deixando escorrer uma lágrima de tanta saudade.

Tomado sou pela brisa fresca da manhã, 
Teu perfume a me chamar, 
Sussurros em meus ouvidos,
Que o amor há de renascer das cinzas.

Além da linha imaginária eu avanço,
Busco inspiração na saudade,
Embalada no berço da névoa,
Para pintar o cinza com as cores do amor.

Nas cores do amor desejo te amar,
Já não consigo te soltar,
Sinto-me acalentar,
Pelo carinho que tu me dás.

Além da linha imaginária eu retorno,
Contenho-me com o silêncio,
Resumo a concordância com o tempo ,
Decisão é saber esperar.

Saudade.

*
Resultado da Pesquisa
Uma Publicação por semana.
01/04/2016 - Há de renascer das cinzas
08/04/2016 - Encanto num canto 
15/04/2016 - Vale a pena manter espaço para comentários no blog? 
22/04/2016 - Luz na avenida 
29/04/2016 - RT - O poder de síntese é um encanto (?) 

Obrigado,
ℱelisberto N. Junior


Comentários

  1. A dor do poeta manifesta-se nas madrugadas ou nas noites.
    Gosto deste cantar que é amar. É uma fonte sempre a renovar.

    ResponderExcluir
  2. Saudade! Palavra triste quando se perde um grande amor. Assim dizia o poeta.

    ResponderExcluir
  3. Você já escreveu algum livro de poemas? Você realmente é fantástico com as palavras, parabéns!

    Obrigada pelo carinho em suas palavras que deixa sempre no meu cantinho Felisberto!

    Beijos em seu coração♥

    ResponderExcluir
  4. Danada essa saudade, já me tirou o sono e as vezes até a alegria....

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Nessa paleta, cinza descombina realmente com o amor!
    Já, renascer das cinzas, torna o amor ainda possível.
    especial esses versos. E vou acompanhar todos os títulos da pesquisa!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Saudade,um sentimento difícil de esquecer,mas há sempre uma esperança que esse amor renasça das cinzas.
    Gostei Felis,pois foi exatamente essa que escolhi.
    Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. força e fé. acredite em si dentro de tanta coisa... <3

    ResponderExcluir
  8. Olá Kirido,

    Ao começar a ler lembrei de imediato de um cartão que diz que a saudade é como a gripe, pois à noite piora bastante-rs.

    O poema é lindo, sentido e nostálgico. Retornar desta linha imaginária é colocar-se onde pondera a razão. Há momentos em que o que nos resta é saber esperar. O bom de tudo é que sempre há outro dia... outro tempo..., quando tudo poderá acontecer, principalmente, o renascer das cinzas de um grande amor.

    Ótimo final de semana.

    Beijossss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kirido,
      Grata pelo carinho de sempre.
      Aguardo o "Encanto num canto", aprazado para o próximo dia 08.
      Feliz semana! Que seja doce e surpreendentemente feliz.

      Beijos.

      Excluir
  9. Lindo poetar amigo.
    O poema é lindo e bem sentido. Em certos momentos as lágrimas escorrem de saudade sim.
    Bom fim de semana :-)

    ResponderExcluir
  10. Boa noite...!
    As dores de amar são sempre solitárias...como se fôssemos as primeiras criaturas no mundo a senti-las, apesar de tantos milhões já terem passado pela mesma coisa. Mas talvez, por ferirem tão fundo nossos sentimentos, nossa autoestima, elas derrubam pra valer.
    Mas ainda bem que, no fundo da caixinha do nosso peito, existe um potinho de esperança. <3
    Um carinhoso abraço!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  11. Belíssima postagem, Felis. E mt bom ver o resultado da interatividade abaixo. Curti. abçs

    ResponderExcluir
  12. Belíssimo , amigo, vc deveria escrever um livro! Gostei de avisar as datas das postagem a do dia 15 , quero só ver. Abçs e boa semana com muita paz.

    ResponderExcluir
  13. Torno dopo tanto tempo e ci tenevo a lasciarti un saluto!

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde Felisberto.
    Lindíssimo poema meu amigo, pior ainda é quando a gente da um termino em uma relação e a saudade aperta e a gente se da conta de como amamos, bate uma grande saudade e as noites é ainda mais dificil rsrs, mas o tempo aos poucos vai amenizando esse sentimento. Uma linda semana para você e família. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  15. Olá querido Felis!
    Acho que todas as palavras do mundo nunca conseguirão exprimir a dor da saudade.
    Parabéns por mais esse belo post.
    E é por isso que dediquei o prêmio Dardos ao seu blog. Aparata lá na caverna pra ver.
    Abração esmagador e feliz semana.

    ResponderExcluir
  16. Deixo um abraço da minha visita a esta página que enquadra a saudade com muito carinho :)
    boa noite
    até breve
    Angela

    ResponderExcluir
  17. Que saudade tão grande!
    Parabéns pelos versos, Felis.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  18. A saudade dói demais, mas é necessária para o processo de superação. Gostei muito.
    Beijo e bons dias*

    ResponderExcluir
  19. Muito belo, Felisberto! É a luz da saudade que, por mais contraditório possa parecer, nubla tudo. Torna os dias cinzentos e afasta a alvorada, ao mesmo tempo em que colore os momentos já vividos que se quer ter novamente. A nostalgia de seus versos, porém, não deixou de fora a esperança. Esta, sim, ilumina. Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Felisberto.
    Passando para lhe desejar uma feliz quinta- feira , voltarei no dia 08 para ler Encanto num canto. Grande abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário