O esperado encontro

(...)
o passar das horas é lento e o coração bate muito forte. 
O tão esperado encontro já estava prestes a se realizar e a emoção invade o meu peito. 

A porta se abriu e senti o perfume que por toda casa exalava. 
Com o coração transbordando de amor e felicidade, me envolvi em 
um longo abraço.
Olhos fechados, sentindo o calor do corpo, o sabor da boca, esquecendo o resto do mundo, e por um instante que fosse, amor e apenas amor.

Pude sentir aquele amor que 
me fez sonhar com este momento mágico, em que tudo era só poesia, carinho, amor e desejo.

Queria que o tempo parasse naquele instante...

– Se não fosse pela chuva molhando todo meu terno e tudo, eu diria que é uma cena para um filme de romance – disse, caminhando de mãos dadas com ela.

repaginada;"é uma ficção, qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência"... ou não!


Obrigado,
ℱelisberto N. Junior





Comentários

Descer Página
  1. É mesmo uma cena para um filme romântico!
    Bom domingo, Felis.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e tão romântico! Adorei! abração,chica e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo e daria para um filme sim. Amei!
    Beijo e bom domingo*

    ResponderExcluir
  4. Que lindo e romântico texto/poema!
    Amei ler e olhe que não é mera coincidência não, tampouco parece ficção, é assim que acontece com todos os apaixonados!
    Abraços bem apertados meu amigo Felisberto!

    ResponderExcluir
  5. Que "ficção" fantástica, Felisberto! Levou-me a "Cantando na Chuva", cena clássica de Gene Kelly... Romantismo cabe sempre e energiza-nos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Para mim tudo até a chuva já é uma sena romântica. É só fechar os olhos e imaginar. Achei lindo parabéns!

    Beijos e tenha um ótimo domingo *_*

    ResponderExcluir
  7. Ah! A chuva! Não existe coisa mais linda e sensual que ela.

    Adoro ...

    Beijão querido ...

    ResponderExcluir
  8. Oi amigo Felisberto, que romântico!! Amo chuva!!
    Vim lhe desejar uma excelente semana, abraços e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Kirido,

    O primeiro enredo é cinematográfico e coroado pelo romantismo. Descrição poética perfeita de um encontro de amor ansiado e esperado com ansiedade, provocando sintomas típicos de tal espera. Contudo, ao ler a colocação final, pareceu-me mais a imaginação poética em voo, já que o aparente e inspirado sonhador já se encontrava de mãos dadas com a amada.

    Lindo!!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Felisberto, meu poeta querido, que lindo!

    Sou apaixonada pelas telas do Leonid Afremov.
    As pinturas deles sempre destacam a chuva e casais apaixonados com tanta beleza! ;) Fica um aspecto molhado de uma luz real que impressiona!
    E você amigo, conseguiu extrair da tela as mais belas palavras poéticas!!!!!
    Fiquei encantada com a delicadeza da composição dos versos...
    Sempre tão bonito amigo...
    Você consegue transmitir muito sentimento, muito amor!

    Tenha uma semana maravilhosa amigo querido!
    Muito amor, muita paz e muita luz!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Felisberto.
    Que lindo e emocionante encontro. Com certeza daria uma linda cena romântica de um filme. Uma feliz quarta- feira. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  12. Romântico e apreciado provavelmente por muitas mulheres. Linda tela de inspiração.

    ResponderExcluir
  13. Felisberto, há vivências que poderiam gerar filmes. Sua narrativa, romântica e linda, é uma dessas. Traz-nos as cenas com perfeição. A chuva não seria capaz de tirar a beleza do encontro e das emoções que ele proporcionou. Real ou imaginário, não importa. Um encanto! Bjs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página