Não é preciso palavras

Espere-me, estou chegando.
Indo pelos caminhos dos meus sonhos, ditando o ritmo dos meus passos, desço a rua, dobro a esquina, dou volta e meia, cambalhota, pirueta, até voo, no desejo inquieto de ter você por perto. 

Lá está , cor do pecado por todo lado, tranças feitas e o doce corpo que me faz devanear todas as noites .

Sutilmente me aproximo, vejo com admiração o belo sorriso naquela boca. 
O que me faz crescer a esperança do que desejo fazer.

Entrego-lhe a rosa, sorridente . 
Indiferente, você nem me olha diferente. 
Não tem importância, o meu perfume e calor irá te fazer despertar para o desejo que transborda dos meus poros.

Eu sei e você sabe -  não é preciso palavras.

Agarrei-te pela cintura.
Abraçou-me, eu sorri .
Entre tantas caricias escondidas, 
Sua boca é extremamente sensível à minha.
repaginada; é uma ficção; "qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência",ou não!
*

Obrigado,
ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Lindo ,Felisberto! Sempre bem inspirado! abraços, chica e lindo dia!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde querido Felis, amigo poeta e tão romântico!

    Lindas linhas, simplesmente ternas, amáveis, afetuosas e delicadas...
    Tem também conquista, indícios de sensualidade e transbordamento de amor!
    Parece ser o início de um relacionamento, quando os corações batem descompassados e , ao mesmo tempo unidos...
    É realmente lindo!!! Arrepiante!

    Obrigada amigo, por nos trazer poesia em dias tão cinzas...
    Beijos e uma semana muito boa, que seja leve né?
    :)))))))

    ResponderExcluir
  3. Ohhh! Quando as ações falam por si, as palavras são desnecessárias. ♥

    ResponderExcluir
  4. Olá Kirido,

    Em certas ocasiões as palavras são mesmo dispensáveis, pois os gestos tudo dirão.
    E que autoconfiança, hein?: "... o meu perfume e calor irão te fazer despertar para o desejo que transborda dos meus poros". É sempre assim quando se tem a certeza de que se é correspondido com a mesma intensidade.
    Um texto poético encantador, de onde se extrai romantismo, adicionado a gotas de sensualidade.
    Adorei!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite poeta lindo, e que amor que
    vejo aqui nessas palavras tão bonitas
    Rosa....abraço cintura e por ai vai
    Bom mais uma vez te parabenizo por algo tão real

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  6. Belas palavras, Felis. Vc sabe falar sobre sentimentos. Pra começar bem o fim de semana. Abçs!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Felisberto.
    Hum, um poema cheio de amor. Concordo muitas vezes não precisa de palavras o corpo, olhar fala por si. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário