Espuma dos desejos

Pés descalços, caminho lentamente pela praia deserta. 
A leve brisa e os últimos raios do sol são os meus companheiros. 
O mar azul com suas ondas lava com espuma branca a areia e as pedras. 
O silêncio que antecipava o rebentar das ondas nas pedras é interrompido apenas pelo canto das gaivotas e pelo som dos meus desvarios.


Espuma dos desejos
Vem com a maré
Deixar em mim 
No vai e vem sem fim
Tua voz em meus ouvidos 
Sussurros e gemidos.

Espuma dos desejos
Vem com a maré
Retirar de mim
Na água a correr
O sabor do prazer incontido
Todo meu todo inteiro.

Deixar ser ao desejo
É só deixá-lo fazer.
Tocando e delirando
Molhado a gemer.

Fora de ti
Tudo é fora.

Egresso e se eu a vejo, então  existe. 
E este desejo que ainda resiste, a esperança de que outros tempos virão.

*
Estou reeditando/repaginando algumas postagens.
Algumas razões, Não necessariamente nesta mesma ordem:
▸Excluí um lote de postagens publicadas. Sem querer! 
▸Experienciar uma mistura de sensações , pois, Se há coisa óbvia, é que o original não é óbvio e por isso, mesmo que seja uma cópia do original, consegue sempre nos fazer ver com outros olhos. 
▸Falta de dedicação e/ou inspiração para escrever postagem inédita. 
▸O dinâmico ambiente da Blogosfera produz sempre leitores novos. 
▸Algumas correções formais, de redação e conteúdo. 
▸ Tudo junto e misturado!
*
Obrigado,
ℱelisberto N. Junior

Comentários

  1. Lindo e reeditar também faz parte! Ótimo dia! abraços, chica

    ResponderExcluir
  2. Mas são os desejos que movem as marés... No anseio de sempre nutrir a esperança.

    Lindo teu poema.

    Abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  3. A maré é como a vida ... sempre leva e trás ... sempre ...

    ResponderExcluir
  4. Muito linda Felis!
    Várias vezes fiz algumas reedições,bem assim,talvez com falta de inspiração.rs
    Mas essa foi muito bem inspirada.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Oi Felis, lindo,até suspirei, uma sensualidade ímplicita, desejo e prazer sempre nos trazem lembranças do que foi um dia e a esperança de um possível retorno.
    Beijinho e chauzinho

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo querido amigo e poeta Felis, um encanto, assim como está ficando o seu blog que a cada dia que a gente vem visitar este lindo cantinho, fica ainda mais bonitinho!

    Adoro como você cuida da sua casa virtual amigo, saiba que observo e acompanho todos os detalhes e que me faz acreditar o quanto ama tudo isso aqui! :)))
    Ainda mais agora que o blog está prestes a completar 5 aninhos né? Hora de preparar a casa para a festança com os amigos! :))))

    Querido, de mar e espuma, areia, brisa e amor eu estendo.. rsrs
    Vejo o mar praticamente todos os dias e nunca consegui essa inspiração para compor com tantos e ricos detalhes, o caminhar na areia e a espuma branca chegando ao encontro dos pés como você o fez...
    E eu vibro com todas as reedições e novas publicações de seus poemas, uma vez que minha memória precisa ser reativada...rsrs Eu adoro todas as suas obras!!

    Agradeço por colorir e ventilar a minha vida amigo! Ando mesmo precisando!
    Tenha uma noite maravilhosa!!
    E um ótimo fim de semana! :)))))
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. OLá, Junior, muito bonito!
    Mas é assim, inspiração falta, sim. Fico a imaginar colunistas, jornalistas que precisam mandar uma crônica semanal e até diária para o jornal. É difícil, missão quase impossível. Vi muitos falando nisso. Também fiz repostamentos, aquelas de 7, 8 anos atrás. Dá um fôlego necessário.
    Beijos, bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  8. Lindo!!!!Gostei muito. A foto está perfeita.
    Bom fim de semana
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Que bom que vc reeditou esse, Felis. É belíssimo. Aliás, tão bonito quanto a foto. Abçs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  10. Olá Kirido,

    A reedição propicia um olhar novo para a postagem, além de oportunizar que a mesma seja também lida por novos seguidores/leitores.
    'Falta de dedicação' não combina com você. Não acredito. O que pode ocorrer é a falta de inspiração, já que esta é espontânea e surge quando quer-rsrs.
    Amei reler. Lembro-me de que gostei bastante quando li este texto poético e versos pela primeira vez. Somente não recordo se ele está reproduzido na íntegra de seu original.
    Romantismo e fina sensualidadae prevalecem nas linhas, refletindo a grande sensibilidade do poeta.

    Excelente final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. OI FELIS!
    REEDITAR NOS TRAZ RENOVAÇÃO POIS COMO DISSESTE A BLOGOSFERA É RÁPIDA ENTÃO, TRAZER ALGO LÁ DO PASSADO, SERÁ NOVO PARA QUEM O LER PELA PRIMEIRA VEZ.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Faz bem em reeditar. É sempre bom relembrar textos tão lindos como este.
    Bom domingo

    ResponderExcluir
  13. Um poema com o aroma do mar e a beleza do amor.
    Lindo!!!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  14. Beautiful!!! Fantastic photos! :)

    xxBasia

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Felisberto.
    Um poema intenso,e com bela imagem.Um poema tão bom mereceu com certeza ser reeditado. Um feliz fds. Grande abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário