Tudo dela

Ela me olhava, realmente me olhava.
Apenas   se ouvia a sua respiração lenta e sua voz baixa:
"Sei bem de quem gosto. 
Fujo das certezas e às vezes gosto de aventuras.
Tenho mais defeitos do que qualidades, pense bem antes de se aproximar." 

Leia bem. 
Não é nada agressivo, mas havia algo irredutível em suas palavras que poderia me assustar.
Pensando bem, que mal tem. 
Depois de alguns amores estranhos e errados, com poucos sorrisos entre tantas lágrimas, nada mais me assusta e aproximar-me não será algo assim tão absurdo.

Veja bem.
Suas mãos inquietas esticavam até tentar me tocar.
 Eu me afastava e sem dar-me conta,  retornava em seguida.
Mesmo não querendo ficar muito perto, estava querendo  ligar-me de alguma forma à ela.

Mergulhei no silêncio do momento . 
Senti o gosto de sua doçura.
Ouvi sua voz molhada, seus desejos incontidos, coloridos eróticos.
Só despertei quando senti sua boca encontrando a minha.

Eu me rendi. Era tudo dela.
[Repaginada ▸ ficção▸"qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência"ou não!]
Obrigado,

Comentários

  1. Que rendição, sonho ou realidade a gente sempre se deixa amar, seduzir, ir e viver tudo o que há, amor ou paixão, não importa, tem de viver e se entregar!
    Amei ler aqui amigo poeta!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  2. FELISBERTO: Boa noite! Como está vc, tudo bem? Desculpa-me a ausência, mas é que estou um pouco afastada, porém, voltando aos pouquinhos, me recuperando mais. Muito bom ler um escrito seu. Este então...tão romântico, tão eloquente...tão romântico! É isso, meu amigo, quando lemos algo bom e alegre, fortalecemos o nosso coração com coisas sadias, e isso nos faz bem. Mudou o blog, hein? Ficou legal. Bela semana e fica com Deus. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, amigo Felis!
    Tem vezes que é preciso olhar bem, ver bem... aparências enganam...
    Bjm muito fraternal

    ResponderExcluir
  4. Pura sensualidade e lirismo este texto. Lindo ...

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Oi Felis, lindo d+ my idolo, o que me assusta é a sua criatividade, não sei se devemos ser contidos ou não, até para saber o tamanho do que sentimos, acho que resistir em alguns casos é impossível. Render-se é aventurar-se a descobrir o que se sente em toda a sua intensidade. Feliz semana Felis,beijinho, xauzinho

    ResponderExcluir
  6. Bom dia,
    Uma declaração rendição.
    Quando mergulhamos no silencia,
    podemos sentir o mais leve gosto.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Foi uma entrega total!
    Um abraço grande.

    ResponderExcluir
  8. Quente e romântico conto, Felis. Muito bom. Abçs e boa semana!

    ResponderExcluir
  9. Fiz um poema para meus amigos aqui no Blogger... e com toda certeza você não poderia ficar de fora <3

    Mais um dia nasce
    E com ele uma comemoração especial...
    Um dia mais que perfeito
    Uma aurora boreal!

    O dia que estava faltando
    Homenageando uma pessoal genial...
    Aquele que nunca desgruda
    Que faz da nossa vida um carnaval!

    No calendário está marcado
    Na folinha já da pra vê...
    Um dia especialmente dedicado
    Todinho só pra Você!

    Agora vamos ao festejo
    Todos vocês comigo...
    Vamos juntos nos abraçar
    E comemorar o dia do AMIGO!

    (aramas)

    ResponderExcluir
  10. Uauuuu!!!! Que profundo! Você realmente se entregou na sua criatividade sabia?! Post lindo... lindo♥
    Mais como dizem... Devemos olhar bem onde pisamos né. A entrega as vezes pode nos machucar.

    Beijinhos Felis *-*

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Felisberto!
    Tem momentos contagiante que resistir é impossível. Mesmo sabendo que o desconhecido é perigoso.
    Gostei muito do poema. Belo e romântico.
    Abração!

    ResponderExcluir
  12. O olhar é o espelho da alma, uma alma que tocou profundamente o poeta.
    Lindissímo poema.
    Um abraço
    Maria

    ResponderExcluir
  13. Olá kirido,

    Demorei, mas cheguei-rsrs.
    Meu computador entrou em parafuso, ora travava, ora não ligava. Ainda bem que tenho um sobrinho entendedor que veio me socorrer-rs. Cheguei a ler sua postagem pelo celular, mas celular para mim só serve para curtir ou para poucas palavras-rs.

    Adorei o texto, coroado pelo romantismo que é peculiar ao sujeito poético. O amor tem esta força de atração, que nos puxa para o ser amado/desejado, ainda que tal sentimento já tenha nos proporcionado lágrimas em ocasiões diversas. Arriscar pode sempre redundar em momentos felizes, que não podemos dispensar. Uma deliciosa rendição.

    Beijossssssss.

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Felisberto.
    As vezes é impossível não se aventurar e tirar as próprias conclusões rsrs. E no silencio das palavras e no contato direto sempre se tirar as melhores respostas. A rendição sempre ocorre quando a atração é forte. Um feliz fds. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário