Te olhando

Te olhar sempre  me fez muito bem.  
   Tenho tentado me aproximar e parte de mim não me deixava sair de onde estava .
E o que é isso senão compreender que  entre o querer aproximar   e o aproximar  , há  uma distância que transpõe a temporal e a geográfica, pois, não se contam apenas  os dias , as horas e os lugares  , mas uma série de medos e de inseguranças. 
Até porque em determinadas situações cada fator negativo aparentam uma dimensão maior que a realidade. 

E fico neste dilema, aquela necessidade de querer fazer algo e o  nada me empurrando; me condenando por querer me aproximar  de forma  certa e  me culpando pela aproximação que não faço ou deixo de fazer.  

Sabe, em determinados momentos de nossas vidas, devemos mensurar a aceitação versus rejeição, usar o nosso conhecimento da situação,  nossa vontade de ficar bem ,  para tomar a melhor decisão possível...

e , de verdade, do fundo do coração, eu  estou  muito bem assim,
só  te olhando... de longe.
°
[ qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência"...ou não!]
°
Obrigado, 

Comentários

  1. Este é um amor platónico.
    Bonito texto!
    Um belo dia para o Felis.

    ResponderExcluir
  2. Para tudo na vida tem a sua hora! Mas ela tem que chegar e temos que ter a coragem de nos atirar e permitir-nos.

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Por vezes olhar ao longe acalenta e sacia, quando o coração está perto demais, mas o outro longe e sem se dar conta não ficamos tão vazios. Venha conhecer um projeto de incentivo à leitura e se puder colaborar

    ResponderExcluir
  4. Oi Felis

    Ninguém gosta de ser rejeitado, por isso muita gente permanece inerte diante de algumas situações.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Você fez com que eu retornasse ao início de minha juventude...Eu era exatamente assim... Era preso a uma timidez que não me deixava decidir. O tempo passa e tudo vai mudando com os ensinamentos que a vida vai nos proporcionando.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  6. Ando nessa fase... entre aceitar ou rejeitar - eis a questão... no momento, rejeitar, é minha solução.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oi Felis, como você está amigo?

    Muito bonitas as palavras que dissestes em seu belo texto! :)))
    Talvez seja um sentimento tão forte e inexplicável que emudece e dilapida a força da pessoa, rompendo-lhe a coragem para tentar uma aproximação...
    E como você muito bem mencionou, realmente, muitas vezes, é melhor apenas observar, para ficar bem!! O tempo nos ensina muitas coisas e nos dá experiência de preservação do coração e da alma!!

    Um grande beijo amigo e desejo com antecipação, um belo final de semana!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Felis, como vai?
    "E o que é isso senão compreender que entre o querer aproximar e o aproximar , há uma distância que transpõe a temporal e a geográfica, pois, não se contam apenas os dias , as horas e os lugares , mas uma série de medos e de inseguranças.
    Até porque em determinadas situações cada fator negativo aparentam uma dimensão maior que a realidade."
    Penso que a maioria das pessoas já passou por uma situação semelhante, especialmente quando jovens... a insegurança trava, o medo da rejeição acaba sendo maior que a voz que diz para ir em frente e a gente acaba se convencendo de que ficar só olhando de longe é o bastante...
    Mas não é! Evitar de correr o risco de ir frente pode fazer a diferença entre uma vida feliz e satisfatória e uma vida de arrependimentos e amargura.
    Ou no mínimo, a pessoa pode conviver com o sentimento de rejeição, mas ainda considero pior o famoso "e se", implacável quando não é possível fazer diferente.
    Hoje, se qualquer pessoa me perguntasse a opinião sobre uma situação similar com certeza eu diria, "vá em frente", rsrsrs!
    Caso contrário, é uma questão de contar com a sorte (como aconteceu comigo, rsrsr) de uma nova chance, a qual não se deve deixar escapar!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Boa noite Felisberto. As vezes é melhor só observar...
    Uma boa semana, e um excelente mês.
    Um abração!

    ResponderExcluir
  10. Olá kirido,

    De fato, nem sempre é fácil tentar uma aproximação, mesmo quando se deseja por demais tal aproximação. Para alguns, não há obstáculos, pois são descolados e extrovertidos e não se deixam abater por uma rejeição. Para outros, no entanto, dependendo do grau de timidez e de insegurança, torna-se conflituoso. Uma reação negativa, no caso, levaria a uma queda da autoestima, além de uma grande frustração. Seria quase que deixar um sonho escorregar pelos dedos.
    Ficar só olhando pode até ser cômodo, mas não mudará em nada a situação. Arriscar será sempre melhor, pois, de repente, pode dar certo.
    Adorei a ilustração.
    Feliz semana!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Felisberto.
    A timidez é algo que atrapalha muito nesses momentos, e acaba-se que muitas pessoas ficam amando a distancia. Felizes dias. Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Bela postagem, Felis. De timidez eu entendo. abçs

    ResponderExcluir

Postar um comentário