Seus olhos

 Calmos, apaixonantes, encantadores. 
Tão límpidos, tão íntimos. 
 Transmitem mistério,  desvendam,  refletem paixão.
 Não se escondem e nem ligam para os pesares da vida.
Mergulham na profundidade sem o medo da queda. 
Sem complicações, sem barreiras e sem obstáculos.
Atiçam a curiosidade. 
Atiçam o meu olhar.
Adentram onde ninguém mais pode ver. 
Adentram em mim com toda sua magnitude. 
Que me dá amor . 
Quer o meu amor.
Seus olhos.
°
[ repaginada, qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência, ou não!]
°

Obrigado,

Comentários

Descer Página
  1. Olhos que falam tanto,até de amor! LINDO! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Belo, Felisberto!
    Alguns olhares se desvendam, outros nos desvendam!

    ResponderExcluir
  3. Os olhos são o espelho da alma.
    Bom fim de semana, Felis.

    ResponderExcluir
  4. E que lindo sáo seus olhos
    bonitos nos versos como vc mesmo sabe
    compor meu poeta lindo bjuss de bom final de semana
    Até mais!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Felis, como vai?
    Nossa, seu poema me acertou assim, em cheio!!!! Penso que o amor límpido se reconhece pelos olhos e os do meu amor são incomparáveis, posso passar horas olhando. Há uma comunicação não verbal pelos olhos que é impossível de reproduzir com outra pessoa com a qual não tenhamos a mesma conexão profunda e verdadeira.
    Há intimidade, há segurança e o esquecimento da vida lá fora!
    Adorei! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Os olhos são o espelho da alma, já dizem sempre... Linda postagem, Felis. abçs

    ResponderExcluir
  7. Olá Felisberto.
    Muitas vezes um olhar dispensa as palavras, pois eles transmite o que o coração sente. Beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página