A filha do chefe

Eu sempre fui na contramão de meus amigos. 
Nunca tive vontade de ter um carro e sair dirigindo por aí. 
Morava em São Paulo, cidade complicada, congestionamento o dia todo e com o agravante que era - sou - um péssimo motorista, incompetente e que sempre iria correr ou ocasionar sérios riscos toda vez que desse a partida no motor de um carro.
E sempre foi do mesmo jeito . 

Porém, ironia do destino, a minha vida deu uma guinada  quando tive que dividir uma vaga de estacionamento. 
 Foi talvez algum tipo de sorte! 
Ou alguma intervenção divina! 
 Fui mais rápido e acabei ficando com a única vaga, o que deixou o outro motorista indignado , pois não consegui ignorar os impropérios. 
Percorri corpo, nariz, boca, pele, olhos e fui logo enxergando quem estava me ofendendo. 
A linda motorista aparentemente não percebeu que  já havia uma nova vaga para estacionar e que aprendi a ouvir desaforo e fingir que não era comigo, tanto que virei as costas e continuei a andar em direção ao trabalho. 

A caminhada interrompeu-se ao notar que ela também vinha na mesma direção. 
Lançou-me um olhar e seguiu direto para a mesa de meu chefe. 
Por alguns segundos meu chefe me encarou , como se conferisse o que se passava dentro de mim, em seguida meneou com a cabeça me indicando sinal de positivo. 

E assim foi o meu primeiro contato com a filha do chefe... 
...até hoje ela não se conforma de ter perdido a vaga para mim   e muito menos de lembrar que conseguiu ser menos hábil motorista  do que eu...

°
Obrigado,


Comentários

Descer Página
  1. Respostas
    1. quis focar mais na minha inabilidade como motorista e como podemos conhecer as pessoas , de diversas e talvez inusitadas maneiras; pois na verdade #spoiler, o final é esse:
      Anos depois, posso dizer que minha vida se tornou muito especial a partir daquele momento.
      Tão especial que, assim que tomei folego e o coração voltou ao normal,
      eu disse sim !
      Obrigado querido amigo João, belos dias e abraços!

      Excluir
    2. O jeito como descrevestes a situação, de forma leve e engraçada, foi ótimo! Gostei ainda mais de saber o final do "causo", rs
      Abraços!

      Excluir
    3. sim, hehehe, um verdadeiro #spoiler; obrigado pelo carinho, belos dias, Mari B.

      Excluir
  2. Os melhores encontros ocorrem quando caminhamos e temos tempo e possibilidades de observar o nosso redor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso mesmo, atentos temos grandes chances dos melhores encontros, obrigado , bela semana, Bratz, abraços!

      Excluir
  3. Oops... um mal começo, suponho!
    Sempre digo ao meu marido, quando ele se aborrece no trânsito: "Calma aí! Vai que é parente de alguém conhecido? Ou um futuro aluno para mim? Ou um futuro cliente para você?"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade,tomar cuidado com quem brigar no trânsito, né, obrigado Ana, Belos dias!

      Excluir
  4. Os encontros que começam tortos são os mais engraçados mais tarde.
    Eu também não sou grande condutora...
    Boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, Elisabete, obrigado pelo carinho, belos dias, abraços!

      Excluir
  5. Eu fui o contrário, Felis. Sempre quis dirigir e quando consegui foi uma libertação. Mas os aborrecimentos são constantes e esse de vaga é um deles... kkkk abçsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, comecei péssimo e continuo péssimo dirigindo, Belos dias, obrigado Sérgio, abraços!

      Excluir
  6. Felis, que conto engraçado amigo! Eu amei!!
    E agora, como anda sua habilidade em dirigir hem?
    Creio que a filha do chefe jamais se conformará amigo e, ao final, terá é bastante admiração por você!! :)))

    Eu já entreguei os pontos, praticamente deixei de dirigir por aqui pois é impossível conseguir vaga nos locais que preciso estacionar em minha cidade...rsrs
    E vou te confessar: como motorista não sou muito hábil, fico nervosa e meto os pés pelas mãos...kkkkkkkkk
    Ainda bem que a filha ou filho do meu chefe, estão bem longe daqui do meu escritório...kkkkk Senão eu estaria literalmente perdida amigo!!! kkkkk

    Um super beijo e uma semana linda tá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, eu continuo péssimo como motorista, não é muito minha aptidão, para frente até que vou, mas ré, estacionar, terrível... sim, hehehe, sorte mesmo, filha/filho do chefe longe de ti; ainda bem que gostou do conto, obrigado pelo carinho, amiga Adriana, belos dias, beijos!

      Excluir
  7. Para enredo de novela, o começo de um grande amor...rs

    Abraços

    Alê
    https://nossoconfessionariopublico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, apenas o começo, abraços e obrigado Alexandre, belo final de semana!

      Excluir

Postar um comentário

Subir Página