Ato de amor

No alto do céu 
 O vento chega congelado
E em fuga
O sol sorri triste
Enquanto deixa 
A lua tomar-te o lugar

O breu imenso 
Das longas noites
Traz o silêncio
Que cresce ruidoso
Sussurrando
Que o ato de amor
Vai começar

Mãos para o alto!
Rendo-me!
No leito de antigos sonhos
A entrega ao prazer
O mundo pára!
Ah! 
Será que vai terminar amanhã?
°
Obrigado, 

Comentários

Descer Página
  1. Respostas
    1. verdade, basta querer; querido Bratz, obrigado e belo findesemana, abraços!

      Excluir
  2. Felisberto desculpe a demora, andei sumida dos blogs mas voltei e aos poucos visito os meus amigos seguidores. Linda poesia, mais uma pérola que escreves com muita inspiração.um ato de amor que está para começar e o sol sorri triste
    Enquanto deixa
    A lua tomar-te o lugar...
    o que seria desse mundo se não fosse os poetas! parabéns!
    Abraços, tenha um linda noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Okei, obrigado pelo carinho da visita e palavras, professora Lourdes; belo final de semana,abraços!

      Excluir
  3. Será, Felis??? Belíssima postagem. Tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que não; obrigado Sérgio, belo final de semana,abraços!

      Excluir
  4. Vivendo um dia de cada vez em pleno, o amanhã nunca chega. ;)

    Abraço forte :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, isso é a pura verdade, Obrigado amigo João Belfort , belo final de semana, abraços!

      Excluir
  5. Estes versos são uma bela forma de transmitir o sentimento amoroso.
    Respondendo à pergunta, só acaba se uma das partes quiserem. Esperemos que não...
    Bom domingo, Felis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, obrigado pelo carinho Elisabete, bela semana, abraços!

      Excluir
  6. Belo poema e fica o questionamento: até quando?
    Até quando uma das partes, ou as duas, quiserem? É o que se espera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Mari B. é o que se espera,obrigado e bela tarde; abraços!

      Excluir
  7. "Eu, tu e o tempo.
    O tempo parou naquele momento.
    Você, eu e o relógio...
    Em teu corpo, senti desejo.
    Em meus desejos, senti teu corpo.
    O tempo?? Ah, esse nem existe,
    quando estamos juntos compartilhando
    os mesmos sentimentos!"
    Beijos perdidos no tempo :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página